Reavivados por Sua Palavra


SALMO 115 by jefersonquimelli
23 de fevereiro de 2017, 1:00
Filed under: Sem categoria

Comentário devocional:

O salmista nesse poema defende Deus da ridicularização e insulto proferido pelos incrédulos, que também dirigem este desafio aos que nEle creem.

Como pessoas que creem na Bíblia, somos atacados muitas vezes com a pergunta: Onde está o seu Deus? (v. 2). Tentamos provar a existência de Deus com uma resposta intelectual e filosófica. Mas que resultados estamos realmente conseguindo?

Na minha convivência com pessoas seculares fui desafiado a produzir alguma evidência sobrenatural da existência de Deus. Muitos desses incrédulos chegaram a declarar que creriam em Deus, se de alguma forma pudessem vê-Lo ou tocá-Lo! O que Deus revelou acerca de si mesmo em Sua Palavra, somente, parece não ser suficiente para eles.

Vivemos em uma época em que a informação é supervalorizada. Somos desafiados a provar a existência de Deus por meio de informações e argumentos. Mas a existência de Deus é melhor revelada na aplicação diária em nossas vidas daquilo que conhecemos ser verdade sobre Deus. Aquilo que um homem é tem mais influência do que o que ele diz.

Um homem tende a se tornar semelhante a quem ele adora (v. 8). Aquele que adora o Senhor é transformado à Sua imagem, de glória em glória (2Cor 3:18).

A mensagem que o incrédulo precisa é a revelação do caráter de Deus. Devemos, portanto, manifestar a Sua glória em tudo o que fazemos, e revelar, em nossa própria vida e caráter, o que a graça de Deus tem feito por nós. Isso é o que significa bendizer ao Senhor (v. 18).

Existe algo em suas crenças ou procedimentos que está em desarmonia com a vontade de Deus? Você está disposto a permitir que Deus fale através da sua vida?

Jan Harry Cabungcal, neurocientista
Europa para Jesus, Suiça

Texto original: http://www.revivalandreformation.org/bhp/en/bible/psa/115 e http://revivedbyhisword.org/en/bible/Psa/115/
Texto anterior expandido: https://reavivadosporsuapalavra.org/2013/11/30/
Tradução: Pr Jobson Santos/Jeferson Quimelli
Texto bíblico: Salmo 115 NVI
Comentário em áudio Pr Valdeci
Leituras da semana do programa Crede em Seus Profetas: https://credeemseusprofetas.org/



SALMO 115 – COMENTÁRIO PR EVANDRO FÁVERO – PRIMEIRO DEUS by jefersonquimelli
23 de fevereiro de 2017, 0:55
Filed under: Sem categoria



SALMO 115 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by jefersonquimelli
23 de fevereiro de 2017, 0:45
Filed under: Sem categoria

SALMO 115 – Estudar profundamente as Escrituras robustece a fé, e fortalece a estrutura do indivíduo ao colocar em prática os princípios dali extraídos.

Os resultados são ainda mais evidentes quando cada crente entende que os receptores da mensagem divina são transmissores dessa mensagem para promover a vida da humanidade desfalecida.

Priorizar Deus em nosso viver diário é a melhor forma de passar nossa existência desde o berço até a sepultura. Reflita…

• As sábias instruções divinas nos dão suporte para nossas ações;
• As incomparáveis revelações escriturísticas dão o norte para nossas decisões;
• As elevadas informações inspiradas são úteis para rejeitarmos filosofias pagãs e religiões fraudulentas.

Antes de esboçar os pontos importantes do Salmo em foco, abra a tua mente para que sejas moldado pelas revelações do Senhor e não pelas informações humanas (ou pior, criadas pelos demônios).

1. Os ignorantes desprezam a Deus e provocam ao Seu povo; até o Senhor operar, deixando-os sem argumentos (vs. 1-3). Um dia os incrédulos terão que responder por suas atitudes e ficarão sem palavras.

2. Deuses falsos, imagens de esculturas de pessoas boas que morreram, ídolos, embora sejam de materiais valiosos, são obras das mãos humanas (vs. 4-8), que podem ter…

• boca, mas são incapazes de predizer o futuro;
• olhos, mas não velam pelo povo;
• ouvidos, mas não ouvem a aflição dos sofredores;
• nariz, mas não sentem cheiro das ofertas;
• mãos, mas não seguram nem abençoam nada;
• pés, mas não saem do lugar sem ajuda de alguém.

3. Há um enorme contraste na existência de quem deposita sua fé no Deus vivo e aqueles que confiam em insignificantes ídolos. É bem melhor servir a Deus corretamente (vs. 9-15).

4. A crença em imagens de esculturas (ídolos) tem muitas razões para ter sido aceita, a principal delas é a rejeição da crença de que os mortos se encontram inertes e, em silêncio absoluto. Nada sabem e nada fazem (vs. 17-18).

Não priorizar a Deus facilita a absorção de crenças espúrias, a aceitação de doutrinas falsas e ao terrível ato de criar deuses, que não passam de ídolos absolutamente inúteis. Pois, quando Deus não ocupa o primeiro lugar em nossa vida, inventamos, reverenciamos e adoramos o que não é Deus de fato.

Experimente: A presença divina certamente transforma nossa vida! – Heber Toth Armí.



SALMO 115 – #RPSP – COMENTÁRIO ROSANA BARROS by Ivan Barros
23 de fevereiro de 2017, 0:30
Filed under: Sem categoria

“Não a nós, SENHOR, não a nós, mas ao Teu nome dá glória, por amor da Tua misericórdia e da Tua fidelidade” (v. 1).


Uma das primeiras coisas que Deus cuidou de fazer após Israel sair do Egito foi instituir a Sua Lei moral. Após um período de mais de quatrocentos anos como escravos, o povo havia se corrompido com toda sorte de abominações dos egípcios e o SENHOR precisava apresentar-lhes “a lei da liberdade” (Tg 2:12).

O Salmo de hoje tem um vínculo intrínseco com os dois primeiros mandamentos do Decálogo:

  1. “Não terás outros deuses diante de Mim.
  2. Não farás para ti imagens de escultura… Não as adorarás, nem lhes darás culto; porque Eu sou o SENHOR, Teu Deus, Deus zeloso” (Êxodo 20:3-5).

Tendo como base os mandamentos de Deus, o salmista expressa a sua preocupação em que a glória seja devida ao SENHOR, e não ao homem. Cada ser humano foi criado para a glória de Deus (Is 43:7) e não para ser um objeto de qualquer tipo de adoração. Louvar pessoas que já morreram e tornar-lhes objetos de adoração, por mais zelosas que tenham sido enquanto aqui viveram, é transgredir a Lei de Deus, e é PECADO (1Jo 3:4).

A Bíblia é bem clara, amados: “Os mortos não louvam o SENHOR, nem os que descem à região do silêncio” (v. 17). Mas todos dormem (Ec 9:5; João 11:11) e igualmente descansam para serem despertados ou para a ressurreição da vida ou para a ressurreição do juízo (1Co 6:14; João 5:29). Esta é a verdade. E o nosso compromisso deve ser com a verdade!

O nosso Deus não está aqui ou ali. Ele não é pó como nós e não pode ser esculpido. “No Céu está o nosso Deus e tudo faz como Lhe agrada” (v. 3). Deixar de confiar no SENHOR para confiar em esculturas inanimadas, é tornar-se semelhantes a elas (v. 8). Mas os que confiam no SENHOR, “Ele é o seu amparo e o seu escudo” (v. 9, 10 e 11). Por três vezes consecutivas o salmista repete esta sentença. Por três vezes Deus nos diz que vai nos amparar e nos proteger. Pai, Filho e Espírito Santo unidos na obra de nos salvar. E para todo aquele que nEle confia há bênção sobre nós (v. 12), há bênção sobre nossos filhos (v. 14), há bênção material (v. 16) e há bênção eterna (v. 18).

“Ele abençoa os que temem o SENHOR, tanto pequenos como grandes” (v. 13; Ap 11:18; 19:5). E quem teme ao SENHOR faz o que, amados? Guarda os Seus mandamentos (Ec 12:13; Ap 14:12). Que a sua e a minha oração hoje seja a do salmista: “Não a nós, SENHOR, não a nós…” e seremos para sempre “benditos do SENHOR, que fez os céus e a terra” (v. 15). Que toda a honra e toda a glória sejam dadas somente a Deus!

Bom dia, benditos do SENHOR!

Dando continuidade ao projeto #primeiroDeus, compartilhe conosco… A leitura de hoje é importante para minha vida porque:

*Leiam #Salmo115

Rosana Garcia Barros




%d blogueiros gostam disto: