Reavivados por Sua Palavra


SALMO 99 by Jeferson Quimelli
7 de fevereiro de 2017, 1:00
Filed under: Sem categoria

Comentário devocional:

O Rei do Universo que está entronizado acima dos anjos, o santo e justo Juiz é o mesmo que toma a iniciativa de buscar o homem onde ele está para restaura-lo segundo seu propósito original.

A majestade de Deus não impede que Ele ouça a minha voz e escute o meu clamor.

Desde o Éden, antes e depois da presença do pecado, é Deus quem toma a iniciativa para comunicar-se com o homem. Ele é quem busca, quem propõe uma aliança e estabelece um relacionamento.

Adorar o excelso Deus é manter viva essa comunicação. Os israelitas ouviam a Sua voz proclamada na coluna de nuvem, obedeciam a Sua lei.

Se não tenho tido sucesso na vida espiritual, se tento vencer a natureza pecaminosa pode ser que estou tentando obedecer sem ouvir, sem relacionar-me com Deus.

Não há adoração sem comunicação. Entre perguntas dos homens e respostas de Deus há uma relação de resgate. Ele é perdoador e Salvador. Eu preciso do perdão e da salvação.

Adorar é contemplar a misericórdia de Deus exatamente como Moisés aprendeu ao pediu para ver a glória de Jeová (Ex. 33:18) e ouvir a suave resposta: “Você não poderá ver a minha face, mas Eu farei passar toda a minha bondade por diante de ti. (Ex. 33:19-20)

O Rei do universo é um Pai perdoador.

Pr Almir Marroni
Diretor de Publicações da Conferência Geral dos Adventistas do 7º Dia

 

Texto original: http://www.revivalandreformation.org/bhp/en/bible/psa/99 e http://revivedbyhisword.org/en/bible/Psa/99/
Tradução: Pr Jobson Santos/Jeferson Quimelli
Texto bíblico: Salmo 99 NVI
Comentário em áudio Pr Valdeci
Leituras da semana do programa Crede em Seus Profetas: https://credeemseusprofetas.org/



SALMO 99 – COMENTÁRIO EM VÍDEO PR EVANDRO FAVERO – TV NOVO TEMPO by Jeferson Quimelli
7 de fevereiro de 2017, 0:55
Filed under: Sem categoria



SALMO 99 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by Jeferson Quimelli
7 de fevereiro de 2017, 0:50
Filed under: Sem categoria

O Salmo 99 celebra o reinado de Yahweh, convidando os seres humanos a confessar Sua grandeza e adorar ao único Deus que é santo. Comentário Adventista, vol. 3, p. 959.

1-3 O Deus entronizado em Sião é soberano de todas as nações – que elas reconheçam-no. Bíblia de Estudo NVI Vida.

1 tremam os povos. Quando Yahweh manifesta Sua realeza, os seres humanos tremem diante dEle (ver Is 64:2). Comentário Adventista, vol. 3, p. 959.

querubins. Melhor seria “querubim” (ver com. De 18:10). “Querubins” é na verdade um plural duplo, formado pela aposição de s, o sinal do plural em português, com im, o sinal de plural hebraico [no heb. cherub = singular; cherubin = plural]. Comentário Adventista, vol. 3, p. 921 [com. sobre Sl 80:1]. Querubins guardavam a entrada do Éden (ver com. De Gn 3:24), e figuras deles cobriam o propiciatório (Êx 25:18). Comentário Adventista, vol. 3, p. 756 [com. sobre Sl 18:9].

o Teu nome … é santo. A santidade é um dos supremos atributos de Deus. A santidade também é exigida dos filhos de Deus (ver Lv 19:2). Comentário Adventista, vol. 3, p. 960.

porque é santo. Esse é o refrão do cântico (vs. 5, 9). Deus é separado de todas as suas criaturas. Isso é evidente com base em Sua natureza não criada, em Seu poder e o Seu povo. Bíblia de Genebra.

Tu. Pronome enfático no hebraico, para mostrar o contraste entre o grande Rei e os reis da terra. Comentário Adventista, vol. 3, p. 960.

3 Seja louvado o Teu grande e temível nome, que é santo. Todos deveriam louvar o grande e incrível nome de Deus porque Seu nome simboliza Sua natureza, Sua personalidade e Sua reputação. Mas o nome de Deus é tão usado em conversa vulgar que perdemos de vista a sua santidade. Como é fácil tratar Deus levianamente na vida cotidiana. Se você reivindica a Deus como pai, viva dignamente o nome de família. Respeite o nome de Deus e o dignifique pelas suas palavras e pela sua vida. Life Application Study Bible Kingsway.

4, 5 O Senhor demonstrou a qualidade do Seu governo na forma do que já fizera a favor de Israel. Bíblia de Estudo NVI Vida.

4 equidade. Deus é a base da justiça. Ele a estabelece com igualdade, honestidade e sem parcialidade (96.10; 98:9). Bíblia de Estudo Andrews.

Se adoramos o Rei da Eternidade, é claro que abraçamos com júbilo as justas leis que nos deu para santificar nossas vidas. Bíblia Shedd.

5 o escabelo de Seus pés (ARA; NVI: “o estrado de Seus pés”). O escabelo régio de Deus (v. 2Cr 9.18), aqui metáfora que faz uma ligação entre o trono celestial e o terrestre; quando Deus está assentado no Seu trono celestial, seu trono terrestre é o estrado de Seus pés. Bíblia de Estudo NVI Vida.

Ele é santo. A santidade de Deus é terrivelmente assustadora para os pecadores, mas um conforto maravilhoso para os crentes. Deus é moralmente perfeito e separado das pessoas e do pecado. Ele não tem fraquezas ou deficiências. Para os pecadores, isso é assustador porque todas as suas inadequações e maus são expostos pela luz da santidade de Deus. Deus não pode tolerar, ignorar ou desculpar o pecado. Para os crentes, a santidade de Deus dá conforto porque, ao adorarmos a Ele, somos erguidos da lama do pecado. Quando cremos Nele, somos santificados. Life Application Study Bible Kingsway.

6 Moisés e Arão. Numa súbita transição, este verso apresenta exemplos de pessoas que adoraram a Deus, intercederam por seus companheiros e obtiveram resposta às orações. Comentário Adventista, vol. 3, p. 960.

entre os que Lhe invocam o nome. A ênfase nesta seção do salmo é que Deus fala a Seu povo quando este se volta para Ele, pedindo-Lhe ajuda, em oração. Bíblia de Genebra.

Moisés … Arão … Samuel. Nestes três nomes se representam a Lei, o Sacerdócio e a Profecia, que em Cristo Jesus formam uma unidade. Bíblia Shedd.

Eles guardavam. Eles obedeceram às leis de Deus e Ele respondeu às orações deles. A obediência à vontade de Deus é a condição da oração respondida. Comentário Adventista, vol. 3, p. 960.

8, 9 A retidão e justiça do governo de Deus em Israel (cf. v. 4) foram demonstradas de modo especial na maneira de Ele ter lidado com os pecados da nação (v. Êx 34.6, 7). Bíblia de Estudo NVI Vida.

8 e tomando vingança dos Seus feitos. Visando o próprio bem deles e para preservar a sua santidade. Deus pode castigar o Seu povo. Israel tomou conhecimento disso porque Deus o entregou a potências estrangeiras quando persistia na incredulidade. Isso reflete o castigo corretivo de Deus. Bíblia de Genebra.

Deus corrige e castiga, mas não quebra Suas promessas (Sl 89.30-33). Bíblia Shedd.

9 Exaltai ao SENHOR. Depois da argumentação e do histórico aqui dados, vem mais um apelo a exaltar a Deus, nossa santificação. Bíblia Shedd.



SALMO 99 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by Jeferson Quimelli
7 de fevereiro de 2017, 0:45
Filed under: Sem categoria

SALMO 99 – A revelação divina a nós pecadores não veio acomodada a nossa situação, mas para moldar-nos e elevar-nos acima de nossos melhores padrões.

Deus não rebaixa Suas normas devido a nossas fraquezas, mas nos concede tudo de que precisamos para viver à altura do ideal que Ele tem para nós. Portanto, jamais deveríamos nos acomodar com menos do que a santidade plena.

O Salmo em apreço revela que o Deus que reina sobre o Universo e também sobre a Terra é santo e exige santidade.

1. O Soberano Deus que reina sobre o Universo inteiro é santo e faz tremer as nações e, inclusive a Terra inteira. Contudo, Ele faz Sua morada em meio de Seu povo (em Sião). Sim, embora Deus esteja entronizado entre os querubins, Ele quer estar entre Seu povo (vs. 1-2).

2. O soberano Se revela e revela Sua justiça mediante Sua santa Lei, mostrando uma verdade absoluta e princípios desprovidos de relativismo. A lei é a perfeita vontade de Deus dada aos pecadores mostrando o que a divindade espera deles. Porém, como Jacó, falhamos; mesmo assim, Deus continua investindo em nós (vs. 4-5).

3. O justo e santo Deus que reina soberanamente ama aos pecadores imensuravelmente, por isso anseia ter comunhão com eles. Moisés, Arão e Samuel são citados no Salmo para deixar isso evidente (vs. 6-9). Também nos fornecer outras preciosas lições:

a) A oração é o meio de comunicação em que o pecador fala e o Santo Deus responde. A oração refaz a ligação com Deus que fora desligada devido ao pecado. Jesus é responsável pelo religar do pecador com Deus, por isso encerramos a oração em Seu nome (João 14:14).

b) A Palavra de Deus é o manual de instrução para uma vida de santificação, paz e satisfação. É a revelação dos atributos divinos escritos em forma de estatutos para os humanos. Hoje temos dois Testamentos dados por Deus, aos quais chamamos de Antigo e Novo Testamento. Precisamos guardá-los, praticá-los (Romanos 15:4).

c) O perdão divino retira a culpa do pecador arrependido, mas não retira as consequências; porque, perdão sem correção não nos educaria, nem nos transformaria (Hebreus 12:1-13).

Pela graça do Deus santo somos motivados a louvar Seu nome, exaltá-lO e adorá-lO!

“Senhor, motiva-nos!” – Heber Toth Armí.



SALMO 99 – #RPSP – COMENTÁRIO ROSANA BARROS by Ivan Barros
7 de fevereiro de 2017, 0:30
Filed under: Sem categoria

“…porque é santo… porque ELE é santo… porque santo é o SENHOR, nosso Deus” (v. 3, 5 e 9).

Por três vezes o salmista exalta a santidade de Deus. Por três vezes reforça o atributo divino que tem como significado a essência de Deus como Aquele que não tem parte com o mal, que é totalmente separado do pecado. E quando avançamos nas páginas sagradas até o último livro da Bíblia, encontramos a mesma ênfase com respeito à santidade do SENHOR, mas não mais proferida da boca de um pecador, mas de seres celestiais e sem pecado, que continuamente proclamam: “Santo, Santo, Santo é o SENHOR Deus,o Todo-Poderoso, Aquele que era, que é e que há de vir” (Apocalipse 4:8). Enquanto você lê este comentário, os quatro seres viventes não cessam de proclamar: “Santo, Santo, Santo é o SENHOR Deus”! Isto se chama perseverança, constância.

Moisés, Arão e Samuel são citados como aqueles que invocavam o nome do SENHOR, “clamavam ao SENHOR, e Ele os ouvia” (v. 6). Você já sentiu que a sua oração não passou do teto? Que parece que Deus não lhe ouve? Qual era pois o segredo daqueles homens? O que eles faziam para que Deus os ouvisse? O verso 7 nos diz o seguinte: “Falava-lhes na coluna de nuvem; eles guardavam os Seus mandamentos e a lei que lhes tinha dado”. Aqueles três líderes de Israel compreenderam o verdadeiro sentido de proclamar a santidade do SENHOR: VIVER A PALAVRA com perseverança e constância.

Tiago chamou a lei do SENHOR como a “lei da liberdade”, e, sobre ela afirmou: “Falai de tal maneira e DE TAL MANEIRA PROCEDEI como aqueles que hão de ser julgados pela lei da liberdade” (Tiago 2:12). Moisés, Arão e Samuel foram seres humanos sujeitos às mesmas falhas que você e eu estamos sujeitos, mas a diferença estava em uma atitude de constante submissão a Deus (v. 5) e, consequentemente, à obediência à Sua santa Palavra. Ser santo não é deixar de ser pecador, mas se esforçar por estar sempre na presença de Deus apesar de nossa condição pecaminosa, reconhecendo a nossa total dependência da salvação em Cristo, que nos comprou por alto preço.

Se o SENHOR é santo, se a mesma Bíblia nos diz que a Sua lei também é santa (Vide Romanos 7:12), e que devemos ser santos como Ele é santo (Vide I Pedro 1:16), podemos concluir que a santificação nos aproxima de Deus e faz com que nossas orações cheguem ao Seu trono como aroma suave (Vide Apocalipse 8:4).

Somos completamente indignos de estar diante de um Deus que é totalmente santo. A nossa natureza é infeliz, miserável, pobre, cega e nua (Vide Apocalipse 3:17). Mas, ainda assim, Ele nos chama a sermos “santos e irrepreensíveis” (Efésios 1:4) diante dEle. E a perseverança está em sermos obedientes à Sua Palavra: “Aqui está A PERSEVERANÇA DOS SANTOS, os que guardam os mandamentos de Deus e a fé em Jesus” (Apocalipse 14:12). Isto não é legalismo, é amor: “Se Me amais, guardareis os Meus mandamentos” (João 14:15). Ser santo não é ser obediente para ser salvo. Ser santo perante Deus é reconhecer a Sua santidade e obedecer-Lhe porque já foi salvo! A este, Ele ouve (v. 6), responde e perdoa (v. 8)!

Bom dia, santos do Deus santo!

Desafio do dia: Quinta-feira iniciaremos um grande movimento de oração e jejum mundial, os dez dias de oração. Hoje, ore por este projeto especial e prepare-se para participar junto conosco. Acesse os conteúdos da revista através do site: http://www.adventistas.org/10dias .

*Leiam #Salmo99

Rosana Garcia Barros 




%d blogueiros gostam disto: