Reavivados por Sua Palavra


SALMO 118 by jefersonquimelli
26 de fevereiro de 2017, 1:00
Filed under: Sem categoria

Comentário devocional:

Para o evento da Páscoa, todas as casas de Jerusalém eram abertas aos peregrinos. Mas isso não era suficiente e tendas eram montadas em todo o espaço disponível na cidade e nas colinas ao redor. A Páscoa era celebrada com suas cerimônias solenes e impressionantes para comemorar a libertação da escravidão no Egito, e apontava para o sacrifício que deveria trazer libertação da escravidão do pecado.

Assim como Israel celebrava a libertação de seus pais por Deus e a preservação milagrosa deles durante sua jornada do Egito, também devemos lembrar com gratidão os caminhos através dos quais Deus nos trouxe das trevas para a luz preciosa de Sua graça e verdade.

A Festa dos Tabernáculos não só celebrava a colheita, mas apontava para a presença de Deus no deserto [NT: lit. “ermo” ] e adiante, para o grande dia da reunião final. O Senhor enviará os seus ceifeiros para ajuntar o joio em fardos para o fogo e para colher o trigo em seu celeiro. Naquele tempo os ímpios e o pecado serão destruídos. E toda voz em todo o universo se unirá em alegre louvor a Deus.

Jan Harry Cabungcal, neurocientista
Europa para Jesus, Suiça

Texto original: http://www.revivalandreformation.org/bhp/en/bible/psa/118 e http://revivedbyhisword.org/en/bible/Psa/118/
Texto anterior expandido: https://reavivadosporsuapalavra.org/2013/12/03/
Tradução: Pr Jobson Santos/Jeferson Quimelli
Texto bíblico: Salmo 118 NVI
Comentário em áudio Pr Valdeci
Leituras da semana do programa Crede em Seus Profetas: https://credeemseusprofetas.org/



SALMO 118 – Comentário Pr Heber Toth Armí  by Ivan Barros
26 de fevereiro de 2017, 0:45
Filed under: Sem categoria

Muitos gastam seu suado salário em coisas supérfluas. Outros fazem dívidas para adquirir coisas desnecessárias. Do mesmo modo, muitos investem seu precioso tempo em coisas insignificantes em relação ao que realmente importa na vida.
O Pr. Erton Köhler convida-nos a refletir profundamente:
• Se você tem uma semana especial na igreja e um convite para comer pizza com os amigos no mesmo horário do culto da noite, qual dos dois escolhe?

• Se tem apenas 15 minutos pela manhã, você escolhe a comunhão pessoal ou o desjejum?

• Onde você gasta mais tempo: nas redes sociais ou nos momentos devocionais?

• As perguntas poderiam ser diferentes, mas Deus realmente ocupa o primeiro lugar?
O Salmo enfatiza amor ilimitado, infinito e imensurável de Deus por nós que, ao percebê-lo, devemos reagir positivamente. O que só será possível colocando Deus em primeiro lugar em nosso coração, agenda e vida.
• Devemos agradecer a Deus por Ele ser bom, temos que contar ao mundo sobre Seu amor e, unir-nos para impactar as nações com Seu amor em ação através de nós (vs. 1-4).

• Ao confiarmos em Deus, de todo coração, experimentaremos respostas incríveis a nossas orações, livramento indescritível e satisfação inigualável por Suas sublimes ações em nosso favor (vs. 5-16).

• Os que são reavivados por Deus quando a morte sufocava, que recebem a vida eterna como resultado da substituição do pecado pela justiça de Cristo, agradecem, louvam e exaltam a Deus destemidamente (vs. 17-20).

• A salvação ofertada ao desgraçado pecador resulta em gratidão, devoção e celebração festiva ao Senhor quanto recebida de bom grado (vs. 21-25).

• Sinceridade na adoração ao Deus que operou nossa salvação gera fidelidade no louvor a Ele; isso desperta outras pessoas a terem a mesma experiência, aumentando, assim, o número dos adoradores do verdadeiro Deus (vs. 26-29).
Certamente, nunca será tempo perdido ou atitude vã louvar e adorar a Deus mesmo com coração triste e angustiado, mesmo com a vida toda destruída. Pois, ao erguer-se em louvor e adoração ao Ser amoroso e bondoso, o coração será renovado, restaurado e vivificado.
Em suma, quanto mais aproximarmos de Deus, mais nítido nos tornará Seu caráter. Quanto mais íntimo dEle tornarmos, mais perceberemos Quem Éle é e quão bom é Ele! Assim, confiaremos mais nEle! 
Valerá a pena! – Heber Toth Armí.



SALMO 118 – #RPSP – COMENTÁRIO ROSANA BARROS by Ivan Barros
26 de fevereiro de 2017, 0:30
Filed under: Sem categoria

“Esta é a porta do SENHOR; por ela entrarão os justos” (v. 20).

Ao meditar no Salmo de hoje e me deparar com o verso acima, lembrei de um episódio com meu filho mais novo, Felipe. Ele tinha uns três anos e meio, quando em meu colo eu lhe mostrava a vista da janela e lhe falava sobre a criação de Deus. Então, ele ergueu a cabeça e ficou olhando fixamente para o céu. Achando estranho, perguntei:

– O que foi, Felipe?

E apontando bem para o alto, ele me respondeu:

– O homem, na porta. A gente pode entrar naquela porta, mamãe? Ele “tá” chamando.

Eu entendi naquele momento que meu filho estava tendo o privilégio de ver algo que eu não conseguia ver. E ele ficou insistindo para que fôssemos até aquela porta no céu. Então, tentei lhe explicar que ainda não era o momento para irmos até lá. Ele se conformou e voltou a brincar. Mas eu ainda fiquei um bom tempo olhando naquela direção e agradecendo a Deus por aquela experiência tão especial.

Na verdade, há uma Porta pela qual todos deveriam entrar e “Esta é a porta do SENHOR”. Todos “os que temem ao SENHOR” (v. 4) entram por ela e não têm o que temer (v. 6). Ela é a “destra do SENHOR” (v. 16) e o caminho para a salvação (v. 21). Ainda que tenha sido “pedra que os construtores rejeitaram… veio a ser a principal pedra angular” (v. 22).

E que porta é esta? Eis a Porta:

“Eu sou a Porta. Se alguém entrar por Mim, será salvo” (João 10:9). Jesus é a Porta. Quem por Ele entra encontra a salvação. Ele é o “Bendito… que vem em nome do SENHOR” (v. 26). Cristo deve ser o motivo de nossa alegria. Ele deu tudo por amor a mim e a você! E a “Sua misericórdia dura para sempre”! Aleluia!

Vem chegando o “Dia que o SENHOR fez” para que “regozijemo-nos e alegremo-nos nele” (v. 24). E desta vez não será uma visão de apenas uma criança, mas “todo olho O verá” (Apocalipse 1:7). “O SENHOR é Deus” (v. 27), Ele prometeu (João 14:1-3) e Ele “cumprirá a Sua palavra sobre a terra, cabalmente e em breve” (Romanos 9:28).

À nós, “da Casa do SENHOR”, cabe adornar “a festa com ramos” e contar “as obras do SENHOR” (v. 17 ) com regozijo, anunciando que “Ele é bom” (v. 29) e que em breve voltará.

Quem entrar pela Porta não morrerá; antes, viverá (v. 17).

Entrai por ela e vivei!

Bom dia, justos do SENHOR!

*Leiam #Salmo118

Rosana Garcia Barros




%d blogueiros gostam disto: