Reavivados por Sua Palavra


SALMO 79 – #RPSP – COMENTÁRIO ROSANA BARROS by Ivan Barros
18 de janeiro de 2017, 0:30
Filed under: Sem categoria

“Assiste-nos, ó Deus e Salvador nosso, pela glória do Teu nome; livra-nos e perdoa-nos os pecados, por amor do Teu nome” (v. 9).

Jerusalém foi invadida pelo império babilônico e o povo foi levado cativo. A cidade foi praticamente toda destruída e dos muros e do templo só restaram ruínas. A amada cidade e a nação eleita foram transformados em escárnio para os povos vizinhos (v. 4). O salmista pede castigo para os inimigos, ao mesmo tempo em que reconhece o porquê de tudo aquilo ter acontecido (v. 8).

Como já vimos em outro Salmo, o povo rejeitou a voz de Deus por intermédio do profeta Jeremias, e colheu exatamente o que plantou. A ira do SENHOR não seria para sempre e nem a iniquidade dos pais seria descontada nos filhos. Mas setenta anos seria o tempo de disciplina para os filhos de Israel. A próxima geração teria a oportunidade de retornar ao lar e renovar a aliança que a antiga havia rejeitado. Pois está escrito: “A alma que pecar, essa morrerá; o filho não levará a iniquidade do pai, nem o pai, a iniquidade do filho” (Ezequiel 18:20).

Deus é Justo. Ao contrário das Suas misericórdias que se renovam à cada manhã (Vide Lamentações 3:23), a Sua ira é passageira e tem o objetivo disciplinar, não condenatório. Deus repreende e disciplina a quantos ama (Vide Apocalipse 3:19). Quando o homem não entende ou não aceita isso, busca a própria condenação.

Quando o SENHOR estabeleceu setenta anos de cativeiro babilônico não o fez porque desejava que o Seu povo ficasse todo esse tempo cativo, mas porque a dureza de coração o faria resistir aos apelos divinos. Constantemente, apelou para que se arrependessem: “Também pus atalaias sobre vós, dizendo: Estai atentos ao som da trombeta; mas eles dizem: Não escutaremos” (Jeremias 6:17). As nações vizinhas profanaram o templo de Deus (v. 1), porque, antes, o próprio povo o profanou: “porque os filhos de Judá fizeram o que era mau perante Mim, diz o SENHOR; puseram os seus ídolos abomináveis na casa que se chama pelo Meu nome, para a contaminarem” (Jeremias 7:30). É certo, portanto, que o povo procurou a própria destruição. Mas Deus restaurou a sorte das ovelhas do Seu pasto (v. 13) e as fez retornar ao lar.

Da mesma forma, quantas vezes nós não provocamos o nosso próprio mal? Enquanto houver em nosso coração resquícios de pecados acariciados, não poderemos experimentar a máxima da misericórdia divina. Deus nunca fixa e nunca fixou anos ou centenas de anos para nos aplicar a Sua disciplina, mas o período de tempo que Ele espera que tomemos uma decisão se chama AGORA. “Eis, AGORA, o tempo sobremodo oportuno, eis AGORA, o dia da salvação” (II Coríntios 6:2). Todo aquele que crê em Jesus Cristo e em Sua Palavra, crê também que Ele cumprirá a Sua última e fiel promessa. Ele prometeu voltar (Vide João 14:1-3), e isto vai acontecer, quer você creia, quer não; quer você esteja pronto, quer não. Cristo vai voltar! E Ele não está castigando o mundo até lá, como muitos pensam. Prestem muita atenção no que está escrito, mui amados de Deus:

“não retarda o SENHOR a Sua promessa, como alguns a julgam demorada; pelo contrário, Ele é longânimo para convosco, não querendo que nenhum pereça, senão que todos cheguem ao arrependimento” (II Pedro 3:9).

Sejamos, pois, expectadores do glorioso retorno do “Deus e Salvador nosso” (v. 9), que nos levará de volta ao Lar, “à santa cidade, Jerusalém” (Apocalipse 21:10), onde Lhe daremos graças para sempre!

Bom dia, ovelhas do aprisco do SENHOR!

Desafio do dia: Clame ao SENHOR para que te livre dos “parasitas” do pecado que insistem em te afastar dEle.

*Leiam #Salmo79

Rosana Garcia Barros 


1 Comentário so far
Deixe um comentário

Deise Jacinto: Que bom que foi assim, que bom que esperou por mim, tão bom Ele é pra mim.

Comentário por Elias Rodrigues




Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: