Reavivados por Sua Palavra


SALMO 78 – #RPSP – COMENTÁRIO ROSANA BARROS by Ivan Barros
17 de janeiro de 2017, 0:30
Filed under: Sem categoria

“Escutai, povo Meu, a Minha lei; prestai ouvidos às palavras da Minha boca” (v. 1).

Um Salmo que inicia com palavras proferidas pelo próprio Deus merece uma atenção especial, vocês não acham?Ao estudar o livro de Êxodo, percebemos que cada detalhe da história de Israel possui um significado maior. Por exemplo:

  • O maná (v. 24) representava a Cristo, o Pão que desceu dos Céus (Vide João 6:51);
  • A Rocha que jorrava água (v. 16), também era uma representação de Cristo, a Pedra angular (Vide I Pedro 2:4) e a Água da vida (Vide João 4:14);
  • O santuário terrestre (v. 69) era uma ilustração acerca do plano da salvação e do verdadeiro santuário, o celeste (Vide Hebreus 8:2).

Portanto, não é de se estranhar que Jesus tenha Se comunicado através de parábolas (v. 2; Vide Mateus 13:35).

Em nosso estudo da jornada dos hebreus, percebemos também que a ideia de um Deus tirano foi lançada por terra. O cuidado de Deus para com o Seu povo não era guiado por Sua ira, mas por Sua rica misericórdia (v. 38). Vez após vez o povo O tentava com suas rebeliões sem causa (v. 8). Apesar de terem sido testemunhas oculares de sinais e prodígios jamais vistos (v. 11, 12), ainda assim endureciam o coração cada vez que sentiam falta de algo que possuíam no Egito. Não conseguiram avançar para a terra prometida, enquanto não pararam de olhar para trás.

Meus amados, o SENHOR não elegeu Israel para ser o único povo a ser salvo, mas como Seu representante da única mensagem de salvação. A primeira declaração de Cristo na tentação do deserto é um chamado de Deus para TODOS. Ele não disse: “Nem só de pão viverá o judeu…”, e sim: “Nem só de pão viverá o HOMEM, mas de toda palavra que sai da boca de Deus” (Mateus 4:4; Vide Deuteronômio 8:3). Portanto, dar ouvidos às palavras que saem da boca de Deus é dever de todo homem.

Mas, infelizmente, Israel não deu ouvidos ao que Deus ordenou (v. 5). As novas gerações foram surgindo e os propósitos do SENHOR foram sendo esquecidos (v. 7). A ordem de Deuteronômio 6:4-9 (Leia!) foi ignorada e seus filhos “tornaram atrás…desviaram-se como um arco enganoso” (v. 57).

Notem a preocupação de Deus para com a educação dos filhos. Não era importante apenas o conhecimento da Palavra de Deus, mas a sua vivência. A vida espiritual dos pais deveria ser refletida na dos filhos e assim por diante. Ao ver toda a história de Israel se cumprir na vida de Cristo, aquela geração deveria tê-Lo adorado e não rejeitado. Não corremos nós o mesmo risco? Nunca se falou tanto em Deus como hoje. Nunca houve no mundo tantas igrejas cristãs. Mas também nunca houve uma geração tão ignorante com relação as verdades da Bíblia e nem tantos lares destruídos. E quanto mais o mundo busca a paz e a fraternidade, tanto mais o caos se alastra. E porquê? Porque com a boca lisonjeiam a Deus (v. 36), mas o coração não é firme para com Ele e não são “fiéis à Sua aliança” (v. 37). O homem busca o próprio infortúnio ao dar as costas para as palavras de vida eterna. Assim como os filhos de Israel “não reprimiram o apetite” (v. 30), o apetite deste mundo pelo mal não tem limites.

Onde estão vocês, pais e mães que decidem iluminar este mundo com uma descendência que verdadeiramente teme a Deus? Quantos lares têm quebrado o estigma maligno para realizar o culto familiar diário? A maior herança que podemos deixar aos nossos filhos é uma vida espiritual sólida e fiel. O SENHOR nos deu filhos para isto. Eles não são nossos, são do SENHOR (Vide Salmo 127:3). Somos chamados a educar uma geração de verdadeiros adoradores (Vide João 4:23), e, para isso, a mudança deve começar a ser vista em nós:

A primeira obra dos cristãos é manter a unidade da família. Quanto mais intimamente forem unidos os membros da família em sua obra no lar, tanto maior será a influência que pais e mães exercerão fora dele” (Fundamentos do Lar Cristão, p. 20).

Que nossos lares sejam para o mundo a prática da palavra que sai da boca de Deus!

Bom dia, lares de esperança!

Desafio do dia: Se ainda não instituiu o culto familiar em sua casa, HOJE é o dia de transformar o seu lar em uma casa de oração. Realize diariamente o culto matinal e o culto vespertino em seu lar e desfrutem das bênçãos divinas!

*Leiam #Salmo78

Rosana Garcia Barros 


1 Comentário so far
Deixe um comentário

Muito profunda essa meditação Obrigado

________________________________

Comentário por Lquipe Yahoo




Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: