Reavivados por Sua Palavra


2Reis 10 – Comentário Rosana Barros by jquimelli
29 de maio de 2016, 0:30
Filed under: Sem categoria

#rpsp #2Reis10

“…Examinai e vede bem não esteja aqui entre vós algum dos servos do SENHOR, mas somente os adoradores de Baal” (v. 23).

O extermínio da casa de Acabe teve o seu cumprimento pelas mãos de Jeú. Com astúcia (v. 19), tramou a morte dos setenta filhos de Acabe e dos adoradores de Baal. Ao ajuntar estes últimos “na casa de Baal” (v. 21), vimos no verso 23 que Jeú examinou e se certificou de que entre eles não houvesse “algum dos servos do SENHOR” (v. 23). Não deveria haver uma mistura ali, deveria haver apenas os adoradores de Baal. Seus homens já estavam a postos esperando o sinal para ferir a todos. TODOS que estivessem dentro do templo pagão seriam mortos. TODOS.
O cuidado que Jeú teve nesse episódio, Deus tem para com os Seus filhos. O recado do SENHOR para os Seus discípulos de todas as nações, é: “Retirai-vos dela, povo Meu, para não serdes cúmplices em seus pecados e para não participardes dos seus flagelos” (Apocalipse 18:4). Mas retirai-vos de onde? Da “grande Babilônia…morada de demônios” (Ap. 18:2).
Se servos do SENHOR tivessem no meio dos adoradores de Baal teriam morrido à espada.
Interessante é que o que Jeú teve o cuidado de não acontecer aos outros, não evitou que ocorresse com ele mesmo. Ele “exterminou de Israel a Baal” (v. 28 ), contudo, “não teve cuidado de andar de todo o seu coração na lei do SENHOR” (v. 31). O coração de Jeú estava dividido. Ele dizia amar a Deus, mas a lei de Deus não estava em seu coração. Jesus disse: “Se Me amais, guardareis os Meus mandamentos” (João 14:15). Amar a Deus consiste em obediência e fidelidade. Ele não nos criou para guardarmos a Sua Lei. Ele criou a Lei para ser uma bênção para nós. Ela não salva, mas nos aponta o caminho da salvação.
E os salvos possuem duas características básicas: “os que guardam os mandamentos de Deus e a fé em Jesus” (Apocalipse 14:12).
No Salmo 1, o salmista faz uma diferença entre os justos e os ímpios. Ele enfatiza no verso 1 de que os justos não compartilham das ações dos ímpios, e no verso 2 diz que o prazer dos justos “está na lei do SENHOR, e na Sua lei medita de dia e de noite”.
Meus amados, eu poderia citar inúmeros outros versículos a respeito da lei de Deus e o desejo do SENHOR de que sejamos fiéis; mas já temos visto isso desde o livro de Gênesis.
Quando Deus criou Suas leis, foi com o único e exclusivo objetivo de nos fazer felizes. Por isso que o Salmo 1 inicia dizendo: “Bem-aventurados”. Porque quem segue o caminho traçado pelo Criador é verdadeiramente feliz.
Podemos até realizar obras de Deus, como fez Jeú, mas se nelas não estiver o zelo de andar de todo o coração na lei do SENHOR, fomos instrumentos utilizados com prazo de validade apenas para este mundo.
Quando Cristo orou por nós, Ele não pediu que o Pai nos tirasse deste mundo; não disse que precisamos nos afastar de todas as pessoas; mas disse: “Não peço que os tires do mundo, e sim que os guardes do mal” (João 17:15).
Entendem? Não é se manter isolado de todos, é manter-se isolado do mal que assola quase todos.
A definição de que lado estamos definirá para onde vamos. A Bíblia deixa bem claro que se não sairmos de Babilônia, do templo moderno de Baal, receberemos sobre nós os seus flagelos.
O recado divino insiste em nos alertar de que estamos envolvidos em um grande conflito cósmico e que necessitamos “fugir do meio da Babilônia, E CADA UM SALVE A SUA VIDA” (Jeremias 51:6).
A salvação é individual. Cada coração é um quartel general. De um lado está o inimigo das almas que não pede licença, mas invade nosso coração. De outro está Cristo, como Aquele que bate à porta do nosso coração esperando apenas uma chance para entrar e nos alegrar com o banquete da eternidade (Ap. 3:20).
“Examinai e vede bem” é um recado a todos nós. Que lugares ando frequentando? Que tipos de amizade estou cultivando? Que tipo de conversas ando participando?
Há um abismo de diferença entre justos e ímpios. Se assim não fosse, não existiria pecado. E se não existisse pecado, para que a graça de Cristo? Percebem que pensar que a Lei de Deus não tem mais importância é anular o sacrifício de Cristo?
A edificação da vida cristã não depende do que fazemos, mas do que permitimos que Deus faça em nós. Que o SENHOR nos ajude e nos conduza, para que, quando voltar, estejamos fora de Babilônia, e dentro do aprisco do Bom Pastor!

Bom dia, justos do SENHOR!

*Leiam #2Reis 10

Rosana Garcia Barros


1 Comentário so far
Deixe um comentário

Woѡ, aρrⲟvado! gostеi muito!

Comentário por marketing digital




Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: