Reavivados por Sua Palavra


TIAGO 1 – ACESSE AQUI O POST DESEJADO by Jeferson Quimelli
2 de dezembro de 2021, 1:00
Filed under: Sem categoria

TEXTO BÍBLICO TIAGO 1 – Primeiro leia a Bíblia

TIAGO 1 – COMENTÁRIO BLOG MUNDIAL (Associação Geral)

TIAGO 1 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS

COM. TEXTO – ROSANA GARCIA BARROS

COM. TEXTO – PR HEBER TOTH ARMÍ

Acesse os comentários em vídeo em nosso canal do Youtube (pastores Adolfo, Valdeci, Weverton, Ronaldo e Michelson)



TIAGO 1 by Jobson Santos
2 de dezembro de 2021, 0:55
Filed under: Sem categoria

Texto bíblico: Texto bíblico: https://www.bibliaonline.com.br/nvi/tg/1

Tiago termina o primeiro capítulo de sua carta com uma poderosa analogia de um homem olhando no espelho. “Aquele que ouve a palavra, mas não a põe em prática, é semelhante a um homem que olha a sua face num espelho” (Tiago 1:23).

Assim como você pode ver claramente seu reflexo em um espelho limpo, ser convencido pela Palavra de Deus nos mostra nosso verdadeiro caráter. Devemos olhar no espelho da Palavra de Deus para descobrir defeitos em nosso caráter. Mas, e se encontrarmos todos esses defeitos e dissermos a nós mesmos: “Não há nada de errado?” E se olhássemos no espelho e víssemos sujeira e manchas cobrindo nossas roupas e rostos e simplesmente continuássemos com os nossos afazeres? É como ser “um ouvinte da Palavra e não um praticante”.

Deus nos deu instruções claras e nos mostrou o que fazer e como reparar as falhas. Ele sinceramente Se preocupa conosco e não quer que fiquemos envergonhados. O que faremos? Iremos ignorar a sujeira em nossos rostos, ou pediremos a Deus que nos ajude a nos lavarmos e nos limparmos?

Manu Ramos
Estudante, Academia Adventista dos Grandes Lagos, Michigan, EUA

Texto original: https://www.revivalandreformation.org/?id=1393
Comentário rodadas anteriores: https://reavivadosporsuapalavra.org/2015/06/07
Tradução: Pr Jobson Santos/Jeferson Quimelli/Gisele Quimelli/Luis Uehara



TIAGO 1 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by Jeferson Quimelli
2 de dezembro de 2021, 0:50
Filed under: Sem categoria

562 palavras

1 Servo. Do gr. doulos (Rm 1:1). Com simplicidade, Tiago se autodenomina “servo”, em vez de “apóstolo”, título que sem dúvida deve ter usado com propriedade. Embora fosse um obreiro respeitado do reino de Cristo na Terra, refere-se a si mesmo apenas como “servo”. Esse é um exemplo digno a todos que possuem responsabilidades na igreja. Não existe honra maior do que ser um servo de Deus. Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 7, p. 546.

3 Provação. Do gr. dokimion, “probante”, “que testa”. Esta palavra se refere não apenas à provação da fé cristã, mas mais precisamente ao atributo de fé que a torna vitoriosa sobre os problemas da vida. Os papiros usam esta palavra para descrever o “ouro genuíno”, isto é, o ouro que passa por uma prova e é tido por genuíno. A frase “a provação da vossa fé” pode assim descrever a fé que é provada. CBASD, vol. 7, p. 548.

6 Nada duvidando. Quem pede “com fé” não hesita, como quem não está seguro se Deus atenderá ou não seu pedido. A fé genuína confia em Deus, e o crente descansará na certeza de que suas necessidades serão supridas rapidamente, visto que Deus tudo sabe. A fé genuína está acima da prova do tempo ou da circunstância, fazendo com que nossa fidelidade a Deus seja firme e de propósito imutável. CBASD, vol. 7, p. 550.

14 Cada um é tentado. Se Deus não é a fonte da tentação, surge a pergunta inevitável: “Quem ou o que é a fonte?” O apóstolo enfatiza que a fonte do pecado não está fora do ser humano, mas dentro dele. CBASD, vol. 7, p. 555.

17 Do alto. Isto é, de Deus. Deus opera por meio dos seres humanos e, conquanto seus pensamentos sejam verdadeiros, Ele revelará uma parte da verdade mais plena que anseia que o ser humano compreenda. CBASD, vol. 7, p. 556.

19 Pronto para ouvir. Embora membros de igreja já tenham nascido de novo por meio da Palavra (v. 18), isso não os exime de continuarem ouvindo-a. Embora esse seja evidentemente o principal sentido da frase, seu significado com certeza inclui também a sugestão geral de que as pessoas deveriam ser mais prontas a ouvir do que a falar. CBASD, vol. 7, p. 557.

22 Praticantes. Não é suficiente lembrar o que ouvimos ou mesmo ser capaz de ensiná-lo a outros. Devemos, sistemática e persistentemente, praticar a “palavra da verdade” (v. 18) em nossa vida. Desse modo, o apóstolo Tiago concorda perfeitamente com os ensinos de Paulo: “Porque os simples ouvidores da lei não são justos diante de Deus, mas os que praticam a lei hão de ser justificados” (Rm 2:13). CBASD, vol. 7, p. 559.

26 Enganando. Nenhum engano é mais lamentável do que enganar-se a si próprio. Uma demonstração externa de justiça pode ganhar elogios das pessoas, que olham para a aparência exterior (l Sm 16:7). O coração deve ser motivado pela “lei perfeita” (Tg 1:25), para que possa viver com mansidão (v. 21) diante de Deus e das pessoas. CBASD, vol. 7, p. 561.

27 Sem mácula. Os fariseus dependiam das formas de ritual visíveis para se manterem imaculados, mas por dentro estavam cheios de impureza moral (Mc 7:1-23). Tiago aponta para um tipo bem superior de evidência externa de “religião pura”. CBASD, vol. 7, p. 561.

Do mundo. Assim como existe hoje o “mundo” é sinônimo de princípios maus e práticas contrárias à vontade divina (Jo 17:14-16). O cristão verdadeiramente convertido evitará qualquer pensamento ou ato que permita que a imundícia do mundo o contamine. CBASD, vol. 7, p. 562.



TIAGO 1 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
2 de dezembro de 2021, 0:45
Filed under: Sem categoria

“Bem-aventurado o homem que suporta, com perseverança, a provação; porque, depois de ter sido aprovado, receberá a coroa da vida, a qual o Senhor prometeu aos que O amam” (v.12).

Dirigindo-se ao Israel de Deus espalhado pelo mundo, Tiago inaugurou a sua epístola com palavras de ânimo e motivação em um período em que a igreja primitiva estava sofrendo por sua fidelidade. Após o Pentecostes, uma severa oposição se abateu sobre a comunidade cristã, de forma que muitos foram mortos e outros tiveram que deixar suas casas e partir para lugares desconhecidos. Nesse tempo, o dom de línguas mostrou os seus resultados, pois que os cristãos receberam do Espírito Santo a capacidade de se comunicar e pregar o evangelho em outros idiomas. Tiago entendeu que a perseguição, a escassez de recursos e as constantes ameaças poderiam ser fatores de risco à fé comum. As “várias provações” (v.2), contudo, compreendidas conforme a sabedoria do alto, seriam um poderoso instrumento para fortalecer a igreja de Deus, e não o contrário. Tanto os irmãos de condição mais humilde quanto os ricos deveriam ter boa consciência diante de Deus e dos homens, buscando viver a fé com perseverança.

Diferente da provação, que promove uma fé resistente e perseverante, a tentação é uma promoção ao pecado. E “cada um é tentado pela própria cobiça” (v.14). Satanás e seus anjos se valem exatamente daquilo que acorrenta o homem à sua fraqueza. “Deus não pode ser tentado pelo mal e Ele mesmo a ninguém tenta” (v.13). Existem coisas e situações que para nós não faz a mínima diferença, pois não nos interessam. Outras, porém, mexem diretamente com nossas fraquezas, podendo representar um sério risco à queda. Alguns, pensando ter adquirido força para vencer um mal, se colocam em situação vulnerável a fim de provar que são fortes o suficiente para vencer. “Não vos enganeis, meus amados irmãos. Toda boa dádiva e todo dom perfeito são lá do alto, descendo do Pai das luzes” (v.16-17). Aquele que “nos gerou pela palavra da verdade” (v.18), jamais iria nos submeter ao mal. Pelo contrário, Ele nos concede força e fé firme para dizer não às ciladas do Maligno e, como Cristo, vencer pelo infalível poder das Escrituras: “Não tentarás o Senhor, teu Deus” (Mt.4:7).

A realidade do mundo atual nem se compara com o que os cristãos primitivos tiveram que passar. É verdade que ainda existem lugares no mundo onde ser cristão é passível de morte, mas a nossa realidade, principalmente ocidental, é a de ainda gozarmos de liberdade religiosa. Essa liberdade é uma bênção por um lado, mas por outro também pode ser uma maldição, no sentido de que a tranquilidade gera comodidade, e a comodidade, letargia. Ficamos satisfeitos com uma religião rasa, cerimonialista e de modo a atender as nossas necessidades pessoais. O problema é que uma religião formal jamais nos dará o poder de recusar as ofertas e as sugestões do diabo. Somente pela Palavra em nós implantada, recebemos poder para a salvação (v.21). Foi assim que, no deserto, Jesus venceu Satanás pela autoridade das Escrituras. E esta vitória também pode ser a nossa se seguirmos os passos de nosso Mestre, sendo “praticantes da Palavra e não somente ouvintes” (v.22).

Mas aquele que considera, atentamente, na lei perfeita, lei da liberdade, e nela persevera, não sendo ouvinte negligente, mas operoso praticante, esse será bem-aventurado no que realizar” (v.25). Tiago trata sobre fé e obras de forma tão clara e tão compreensível, meus irmãos! É simples: ouvir e não praticar é igual a nada. A tentação só vai deixar de ser tentação quando no lugar da cobiça houver arrependimento e conversão. Quando dependermos de Deus como um bebê depende dos cuidados de sua mãe, então começaremos a viver a “religião pura e sem mácula” (v.27). Olharemos para os nossos semelhantes com o olhar de Cristo. E venceremos as tentações com o método de Cristo: jejum, oração e estudo da Bíblia. Peçamos ao Espírito Santo que, pela intimidade com as Escrituras Ele nos conceda a sabedoria e a fé de que tanto necessitamos para suportar as provações e vencer as tentações. Vigiemos e oremos!

Bom dia, meus amados irmãos!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Tiago1 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100



TIAGO 1 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by Jeferson Quimelli
2 de dezembro de 2021, 0:40
Filed under: Sem categoria

TIAGO 1 – A forma prática com que Tiago escreve nos faz sentir pastoreados por seu cajado espiritual nos dias atuais.

Tiago é “um verdadeiro pastor que não permanece isolado da existência cotidiana de sua comunidade. Não é um teólogo numa torre de marfim. Certamente é um teólogo orientado à tarefa; ou seja, é um teólogo cuja teologia prática surge de seu ministério de trabalho na vida cotidiana de seu povo” (Pedrito U. Maynard-Reid).

Observar de forma geral os temas deste livro é fundamental para iniciar seu estudo. Alguém sintetizou esta carta em três importantes temas, que são:
1. A religião genuína (1:1-27);
2. A fé genuína (2:1-3:12);
3. A sabedoria genuína (3:13-5:20).

Tiago não ensina a salvação pelas obras, mas revela as obras que resultam da salvação pela genuína fé. A justificação sempre foi mediante a graça divina, tanto no Novo quanto no Antigo Testamento. Com uma visão correta e ampliada da teologia bíblica, é possível perceber que Tiago não está desentoado dos outros escritores bíblicos; pelo contrário, seus escritos complementam a mensagem deles.

No versículo 1 do capítulo 1, temos:
• O remetente: “Tiago, servo de Deus e do Senhor Jesus Cristo”. Era irmão de Jesus por parte de José, que outrora lhe resistira, mas agora, convertido, coloca-se como servo dEle.
• Destinatários: “Às doze tribos da dispersão, saudações”. As 12 tribos referem-se aos judeus cristãos que, possivelmente, se converteram no pentecostes e foram dispersos após o martírio de Estêvão (Atos 2:1-11; 8:1; 11:19).
• Destinatários atuais: Hoje somos também crentes espalhados (na dispersão); enfrentamos muitíssimas provações e passamos por inúmeros sofrimentos. Somos peregrinos neste mundo, cujo destino é o céu!

Na sequência, Tiago responde alguns dilemas de nossa caminhada cristã:
• Por que as provações são importantes para os cristãos? (vs. 2-8);
• Como ricos e pobres podem lidar com as tentações das suas condições financeiras? (vs. 9-11);
• Qual o motivo pelo qual Deus permite as provações? (vs. 12-18).

Em seguida, ele orienta…
• …Saber ouvir e não irar-se é melhor que saber falar (vs. 19-20);
• …Praticar a verdadeira religião é a maior estratégia para evitar a falsa (vs. 21-27).

O livro de Hebreus termina com recomendações bem práticas; em seguida está a carta de Tiago, a qual é totalmente prática. Nossa religião precisa ser constantemente praticada! Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.




%d blogueiros gostam disto: