Reavivados por Sua Palavra


MALAQUIAS 1 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
25 de abril de 2021, 0:45
Filed under: Sem categoria

“O filho honra o pai, e o servo, ao seu senhor. Se Eu sou Pai, onde está a Minha honra? E, se Eu sou Senhor, onde está o respeito para Comigo? — diz o Senhor dos Exércitos a vós outros […]” (v.6).

Do meio de Israel foram surgindo alguns grupos religiosos, conhecidos por suas próprias tradições e crenças. Dentre eles, por exemplo, havia aqueles que aceitavam apenas os cinco primeiros livros de Moisés como a Palavra de Deus inspirada, desconsiderando os demais livros, inclusive os profetas. Muitos foram privados, portanto, de todo o conhecimento e sabedoria contidos nos demais livros que compõem o Antigo Testamento. Malaquias foi a última voz profética antes do nascimento de Cristo. Sua voz advogou a sentença do Senhor contra Israel, começando com as seguintes palavras: “Eu vos tenho amado, diz o Senhor” (v.2). Por Seu eterno amor, Deus levantou um último profeta antes do silêncio de aproximadamente 400 anos.

O nome Malaquias significa “meu mensageiro”. Um livro onde a vida do mensageiro se esconde atrás da sublime e solene mensagem. Apesar de não haver citação acerca da vida de Malaquias em nenhum outro lugar na Bíblia, e do significado do seu nome indicar que talvez este não fosse realmente o seu nome e sim uma espécie de título, é certo de que este homem de Deus cumpriu com fidelidade o chamado divino dizendo exatamente o que o Senhor lhe havia revelado.

A comparação feita entre Jacó e Esaú não mostra uma acepção por parte de Deus, mas o resultado de diferentes escolhas. Esaú era alvo do amor de Deus assim como Jacó, mas Jacó escolheu o caminho do arrependimento. Já Esaú, “querendo herdar a bênção, foi rejeitado, pois não achou lugar de arrependimento, embora, com lágrimas, o tivesse buscado” (Hb.12:17). Quantos não estão tentando fazer o mesmo? Querem a bênção do Senhor, choram pela bênção do Senhor, buscam por ela, mas não reconhecem que precisam se arrepender de seus pecados. Chamam a Deus de Pai e de Senhor, mas não O honram e não O temem (v.6).

E nem os sacerdotes escaparam da repreensão divina. Enquanto ofereciam ofertas imundas e desprezíveis, e acendiam fogo estranho no altar do Senhor, Ele dizia: “Tomara houvesse entre vós quem feche as portas” (v.10). Ele estava dizendo ao povo: “Eu prefiro um templo fechado do que um templo que Me desonre”! Você compreende a seriedade desta mensagem? Deus estava falando com um povo que dizia honrá-Lo enquanto oferecia do pior ou do resto que tinha. E a estes são dirigidas as duras palavras: “Eu não tenho prazer em vós, diz o Senhor dos Exércitos, nem aceitarei da vossa mão a oferta” (v.10). Que coisa mais triste!

O que temos ofertado ao Senhor? O que realmente temos ofertado? E quando Ele se refere a ofertas não está falando em quantidade, mas na qualidade do que ofertamos. Também não se refere apenas a dinheiro, mas à nossa resposta quanto ao tudo que Deus nos entregou. Até quando Deus terá de suportar a nossa arrogância em pensar que somos alguma coisa? Até quando a Sua longanimidade se estenderá por um povo que insiste em rejeitar a cura da enfermidade mortal que não admite ter?

Amados, não é agradável ser repreendido, porém, o Senhor nos diz: “Eu repreendo e disciplino a quantos amo. Sê, pois, zeloso e arrepende-te” (Ap.3:19). Experimente Deus! Não vá ao Seu encontro com propósitos egoístas, porque Ele sonda o seu coração. “Suplicai o favor de Deus” (v.9) com a oferta de um “coração compungido e contrito” (Sl.51:17), governado pelo Espírito Santo. Esta é a oferta pura (v.11) que o Senhor aceita. Esta é a Sua maior alegria! Vigiemos e oremos!

Feliz semana, amados pelo Pai!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Malaquias1 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: