Reavivados por Sua Palavra


ZACARIAS 13 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
23 de abril de 2021, 0:45
Filed under: Sem categoria

“Farei passar a terceira parte pelo fogo, e a purificarei como se purifica a prata, e a provarei como se prova o ouro; ela invocará o Meu nome, e Eu a ouvirei; direi: é Meu povo, e ela dirá: O Senhor é meu Deus” (v.9).

Quando lemos sobre a queda de Lúcifer e dos demais anjos, e sua expulsão da habitação de Deus, geralmente não paramos para meditar na dimensão deste acontecimento; do sofrimento que foi para Deus e para os seres celestiais e, do considerável número de anjos que se aliaram ao originador do mal. Como em toda guerra, o primeiro conflito cósmico deixou terríveis marcas, lugares vagos no Céu e no coração do Criador. Ao enganar terça parte dos anjos (Ap.12:4), Satanás os arregimentou para dar cumprimento à sua agenda maligna e, com a queda de nossos primeiros pais, o ser humano passou a ser o alvo de sua cólera.

O que ele não esperava era que Aquele a quem invejava e desejava tomar o lugar, assumiria a forma de servo, por Seu plano de salvação, viria a este mundo como “uma fonte aberta […] para remover o pecado e a impureza” (v.1). O lobo foi vencido pela ovelha. O mercenário foi derrotado pelo bom Pastor. A vida de Jesus foi um espetáculo ao Universo do caráter amoroso e justo de Deus. Ao falar e praticar a verdade Ele não apenas cumpriu a Sua missão, como também desmascarou o diabo em sua tentativa frustrada de acusar o Senhor de ser injusto e arbitrário. Não tinha como alguém entrar em contato com Jesus e não ser tocado por Sua simpatia. Até mesmo a inquietação dos escribas e fariseus era uma prova de que eles reconheceram em Cristo algo diferente, mas seus corações endurecidos não permitiram que a Ele se rendessem.

A integridade de Enoque, a fidelidade de Noé, a fé de Abraão, dentre tantos outros servos e servas de Deus do passado, foram abrindo caminho para que a ira de Satanás fosse direcionada para um povo específico: “Irou-se o dragão contra a mulher e foi pelejar com os restantes da sua descendência, os que guardam os mandamentos de Deus e têm o testemunho de Jesus” (Ap.12:17). A batalha no Céu que se estendeu para a Terra passou a ter um alvo fixo: o remanescente. Em todas as épocas, o Senhor tinha um povo para chamar de Seu. Noé e sua família, Abraão e sua descendência, Elias e os sete mil fiéis, a igreja no Pentecostes, os reformadores protestantes, os pioneiros da mensagem do segundo advento, todos esses fazem parte da terça parte cuja experiência os forjou na fé a proclamar até à morte: “O Senhor é meu Deus” (v.9).

Hoje, fazemos parte do último alvo da ira de Satanás, “os que guardam os mandamentos de Deus e têm o testemunho de Jesus”. O Espírito Santo tem volvido “a mão para os pequeninos” (v.7), que qual criancinhas dependem completamente do cuidado do Pai e são submissos a Ele. Mas ainda há uma parcela significativa do remanescente em Babilônia e que precisa ouvir a voz do seu Pastor a chamar: “Retirai-vos dela, povo Meu” (Ap.18:4). Pessoas que aos olhos humanos são casos perdidos, mas, aos olhos de Deus, pequeninos que necessitam de orientação. Um dia, terça parte dos anjos foi o motivo da maior tristeza no Céu. Mas, “acontecerá, naquele dia” (v.2), no Dia do Senhor dos Exércitos, que a terceira parte, o ouro provado e a prata purificada do Senhor, será motivo da maior alegria no lugar da habitação de Deus.

Daqui para frente teremos de enfrentar tempos sobremodo difíceis, quando nossa fé será severamente provada. Deus precisa provar e purificar o Seu último povo, uma obra que é pessoal, intransferível e necessária, “para remover o pecado e a impureza” (v.1). Como Elias, muitos cairão em desânimo quase a perecer (1Rs.19:4). Mas eis que o Senhor enviará os Seus anjos, “para serviço a favor dos que hão de herdar a salvação” (Hb.1:14). Um reforço das milícias celestiais será enviado assim como o foi com Eliseu diante do exército sírio (2Rs.6:17). E qual brisa suave, a voz de Deus soará aos nossos ouvidos indicando a nossa última missão no alto clamor e que falta muito pouco para a nossa eterna redenção. É só um pouco mais, amados! “Acheguemo-nos, portanto, confiadamente, junto ao trono da graça, a fim de recebermos misericórdia e acharmos graça para socorro em ocasião oportuna” (Hb.4:16). Vigiemos e oremos!

Bom dia, terceira parte santa!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Zacarias13 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: