Reavivados por Sua Palavra


ISAÍAS 35 – ACESSE AQUI O POST DESEJADO by Jeferson Quimelli
25 de setembro de 2020, 1:10
Filed under: Sem categoria

TEXTO BÍBLICO ISAÍAS 35 – Primeiro leia a Bíblia

ISAÍAS 35 – COMENTÁRIO BLOG MUNDIAL (Associação Geral)

COM. TEXTO ROSANA GARCIA BARROS

COM. TEXTO – PR HEBER TOTH ARMÍ

COM. VÍDEO PR ADOLFO SUÁREZ (link externo)

COM. VÍDEO PR EVANDRO FÁVERO (link externo)

VÍDEO PR WEVERTON CASTRO E EQUIPE (link externo)

VÍDEO PR VALDECI JÚNIOR (link externo)

VÍDEO PR RONALDO DE OLIVEIRA (link externo)

VÍDEO PR MICHELSON BORGES (link externo)



ISAÍAS 35 by Jobson Santos
25 de setembro de 2020, 0:55
Filed under: Sem categoria

Texto bíblico: https://pesquisa.biblia.com.br/pt-BR/NVI/Is/35

Isaías 35 apresenta uma bela imagem da Nova Terra. É também uma imagem do futuro glorioso que Deus pretendia que Jerusalém e Israel apresentassem às nações vizinhas. A prosa poética nos leva a uma terra adorável, luxuriante, verde, bem regada com riachos cintilantes, que desabrocham com a beleza deliciosa de flores perfumadas. Toda essa beleza teria substituído o deserto árido com seus animais selvagens, incluindo leões que eram um perigo sempre presente para os viajantes.

A visão que Deus tinha para seu povo também incluía a restauração física para aqueles que eram física e espiritualmente cegos, surdos, mudos e coxos. Incentivo deveria ser dado àqueles que estavam fracos e temerosos, para fortalecê-los e inspirá-los à fidelidade e coragem.

Lamentavelmente, as recompensas que Deus havia planejado para Israel tiveram que ser adiadas devido à recusa em segui-Lo. O maravilhoso futuro que Ele planejou para eles, está agora aguardando Seu povo fiel de eras passadas que dormem aguardando a ressurreição e aqueles de nós vivos hoje que escolheram a fidelidade a Ele acima das tentações e prazeres deste mundo.

Eileen VanTassel
Igreja Adventista do Sétimo Dia de Riverside, Washougal, Washington, EUA.

Texto original: https://www.revivalandreformation.org/?id=960
Tradução: Pr Jobson Santos/Jeferson Quimelli/Gisele Quimelli/Luis Uehara



ISAÍAS 35 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
25 de setembro de 2020, 0:45
Filed under: Sem categoria

“Dizei aos desalentados de coração: Sede fortes, não temais. Eis o vosso Deus. A vingança vem, a retribuição de Deus; Ele vem e vos salvará” (v.4).

Criados para um propósito eterno, o homem e a mulher desfrutavam de uma atmosfera santa e perfeita no Éden. Tudo ali declarava que Deus é amor. Rodeados de toda espécie de plantas e animais, o tempo era preenchido com trabalho útil e agradável e momentos ímpares de comunhão com o Criador. Detentores de uma mente em sua integral capacidade, tendo como professor o próprio Deus e os anjos celestiais como mentores, o jardim era uma grande sala de aulas. A alegria, harmonia e paz que pairavam sobre o recém-criado mundo ecoavam pelo Universo em louvor e adoração ao supremo Criador.

Mas porque em um mundo tão belo, criado com propósitos eternos, Deus plantou uma árvore proibida? Não seria mais fácil envolver a Terra com uma blindagem contra o mal? Há quem pense também que nada disso seria necessário se tão somente Deus tivesse resolvido o problema do pecado logo que este surgiu, destruindo Lúcifer e os demais anjos rebeldes. Porque Deus permitiu que Satanás tentasse nossos primeiros pais e prosseguisse em seu plano maligno? Permita-me apresentar a seguinte ilustração:

João conheceu a bela e jovem Maria. Seu coração disparou e ele percebeu que havia se apaixonado. Felizmente o seu amor foi correspondido e logo começaram a namorar. João então começou a fazer planos para que logo pudessem casar. Comprou uma linda casa, as mais belas mobílias e fez todos os arranjos para que tudo ficasse perfeito para a sua amada noiva. Finalmente chegou o dia tão esperado: o casamento. Todos estavam felizes e João ficou extasiado ao ver Maria vestida como uma princesa vindo ao seu encontro. Ao chegarem em casa, tudo estava perfeitamente organizado e limpo. Tudo era de muito bom gosto. Mas, no dia seguinte, Maria foi surpreendida quando ao despedir-se para o trabalho, João lhe deu um beijo, trancou a porta de casa e levou a chave com ele. Ao retornar, Maria o questionou, e ele simplesmente respondeu: “Ah, minha amada esposa, eu a amo tanto que não posso lhe expor aos perigos que existem lá fora. Mas não se preocupe, pois nunca lhe faltará nada em casa”.

Que mulher viveria feliz com um amor que a aprisiona? Deus criou os anjos e o ser humano com o livre arbítrio. Ele não criou máquinas programadas para obedecê-Lo e amá-Lo, e sim criaturas com liberdade de escolha. Por isso que Ele tem permitido que o pecado atinja as suas piores consequências a fim de não restarem dúvidas quanto ao Seu amor, fidelidade e justiça. Ele poderia ter destruído Satanás e deletado da mente dos anjos essa mancha escura, mas então todos seríamos marionetes e não adoradores que O adoram “em espírito e em verdade” (Jo.4:23). Compreendem, amados?

Podemos estar cansados de viver neste mundo escuro e sombrio. Podemos estar nos sentindo desalentados e vulneráveis. Mas assim como “no princípio criou Deus os céus e a terra” (Gn.1:1), Ele prometeu que criará “novo céu e nova terra” (Ap.21:1), onde veremos “a glória do Senhor, o esplendor do nosso Deus” (v.2). “Então, se abrirão os olhos dos cegos, e se desimpedirão os ouvidos dos surdos; os coxos saltarão como cervos, e a língua dos mudos cantará” (v.5-6). Jesus mesmo estará conosco! Pois “ali haverá bom caminho, caminho que se chamará o Caminho Santo” (v.8) e “os remidos andarão por ele” (v.9).

Jesus, o nosso Criador e Redentor está voltando para estabelecer para sempre o Seu reino eterno. Você deseja estar lá? Você aceita o Seu convite de resgate? “Os resgatados do Senhor voltarão e virão a Sião com cânticos de júbilo; alegria eterna coroará a sua cabeça; gozo e alegria alcançarão, e deles fugirá a tristeza e o gemido” (v.10). Eu creio com todo o meu coração que a letra da canção nunca foi tão real: “Breve virá, breve virá, breve Jesus voltará!”. Vigiemos e oremos!

Bom dia, resgatados do Senhor!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Isaías35 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100



ISAÍAS 35 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by Jeferson Quimelli
25 de setembro de 2020, 0:40
Filed under: Sem categoria

ISAÍAS 35 – O Éden perdido precisa, e será restaurado. Mas, como? Isso é impossível ao ser humano, mas não para Deus. O caos deste mundo terá fim! Deus está trabalhando para restaurar o Éden.

O capítulo anterior enfatiza a erradicação do mal e dos efeitos do pecado na natureza. O capítulo em questão mostra os privilégios dos poucos pecadores que aceitarem e se submeterem ao plano de salvação. Enquanto Edom é destruído, o Éden será restaurado.

1. A terra amaldiçoada devido ao pecado (Gênesis 3:17-18; 4:12) será abençoada com o reino messiânico (Isaías 35:1). Toda a criação geme e aguarda o dia da restauração, a qual beneficiará aos remanescentes redimidos, submissos ao Espírito Santo (Romanos 8:18-23).

2. A beleza da natureza perdida pela deterioração do pecado voltará quando Deus a restaurar para os Seus restaurados filhos (v. 2):
a) Deus dará a glória do Líbano até ao árido deserto;
b) Deus dará o esplendor do monte Carmelo e de Sarom;
c) Pois, a glória e o esplendor do Senhor se farão presentes.

3. A restauração da terra desgraçada pelo pecado trará alegria imensurável aos libertos do pecado. “O uso de vários termos que expressam alegria é notável: ‘alegrar’, ‘exultar’, ‘florescer como narciso’, ‘florescer abundantemente’, ‘jubilar de alegria e exultar’ (v. 1, 2)” (Bíblia Andrews).

4. A promessa de restauração visa abençoar psicologicamente. Desperta esperança, motivação, determinação, unidade e companheirismo nos crentes (vs. 3-4).

5. A promessa envolve bênçãos físicas, tais como cego enxergar, surdo passar a ouvir, aleijado ser restaurado, mudo começar a cantar; pois, tudo na natureza será reparado (vs. 5-6). “A linguagem destes versículos foi usada por Jesus para relatar suas realizações a João Batista, apresentando-lhe evidências do amanhecer da era de salvação anunciada pelo profeta Isaías (ver Mt 11:2-4; Lc 7:18-23)” (Bíblia Andrews).

6. O cumprimento desta profecia poderia ter sido completado na primeira vinda do Messias (ou antes); entretanto, o povo não correspondeu à expectativa divina (vs. 8-10). Conquanto, “o cumprimento final das profecias deste capítulo ocorrerá na segunda vinda de Cristo e na nova terra” (Bíblia Andrews).

Apesar da desobediência dos judeus, as promessas de Deus se cumprirão plenamente (ver Apocalipse 21:1-5). É possível estarmos todos inclusos nelas, caso nos entreguemos 100% ao judeu Jesus reavivando-nos diariamente!

Anime-se! Alegre-se! – Heber Toth Armí.




%d blogueiros gostam disto: