Reavivados por Sua Palavra


ISAÍAS 17 – ACESSE AQUI O POST DESEJADO by Jeferson Quimelli
7 de setembro de 2020, 1:10
Filed under: Sem categoria

TEXTO BÍBLICO ISAÍAS 17 – Primeiro leia a Bíblia

ISAÍAS 17 – COMENTÁRIO BLOG MUNDIAL (Associação Geral)

ISAÍAS 17 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS

COM. TEXTO ROSANA GARCIA BARROS

COM. TEXTO PR. HEBER TOTH ARMÍ

COM. VÍDEO PR ADOLFO SUAREZ (link externo)

COM. VÍDEO PR EVANDRO FÁVERO (link externo)

VÍDEO PR WEVERTON CASTRO E EQUIPE (link externo)

VÍDEO PR VALDECI JÚNIOR (link externo)

VÍDEO PR RONALDO DE OLIVEIRA (link externo)

VÍDEO PR MICHELSON BORGES (link externo)



ISAÍAS 17 by Jeferson Quimelli
7 de setembro de 2020, 0:55
Filed under: Sem categoria

Texto bíblico: https://pesquisa.biblia.com.br/pt-BR/NVI/Is/17

“Contudo, restarão algumas espigas, como, quando se sacode uma oliveira, ficam duas ou três azeitonas nos galhos mais altos e umas quatro ou cinco nos ramos mais produtivos, anuncia o Senhor, o Deus de Israel.” Isaías 17:6 NVI.

Amo costurar, mas não gosto de gastar muito, então muitas vezes compro retalhos de tecido. O conceito de que uma igreja remanescente é como um resto de tecido, o que resta do original, sempre fez sentido. Só não gosto da ideia de que somos as sobras.

Isaías 17: 6 muda a metáfora e chama o remanescente de Israel de espigas restantes. Eu gosto disso porque Deus disse a Israel para não colher todas as uvas da vinha em Levítico 19:10, mas deixá-las “para os pobres e estrangeiros”. Isso significa que a existência de um remanescente foi intencional. Os cantos de um campo de grãos também deveriam ser deixados para que os pobres não morressem de fome. Boaz até fez com que seus colhedores largassem alguns dos grãos escolhidos para que a pobre Rute pudesse recolhê-los. Se fazemos parte da igreja remanescente, temos um dever para com os que estão famintos pela verdade.

Karen D. Lifshay
Coralista
Igreja Adventista de Hermiston, Oregon, EUA.

Texto original: https://www.revivalandreformation.org/?id=942
Tradução: Pr Jobson Santos/Jeferson Quimelli/Gisele Quimelli



ISAÍAS 17 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by Jeferson Quimelli
7 de setembro de 2020, 0:50
Filed under: Sem categoria

771 palavras

1-14 Profecias contra Damasco [Síria] e Efraim [Reino do Norte]. Foram proferidas contra a coalizão siro-efraimita, conforme atestaram 7:1-9 e 8:14. Os assírios derrotaram a Síria em 732 a.C. e Israel em 722 a.C. Bíblia de Estudo Andrews.

1 [Damasco deixará] De ser cidade. … Por um tempo, a cidade pareceu ter ficado em ruínas, mas foi finalmente reconstruída, pois Jeremias transmitiu outras mensagens contra ela (Jr 49:23-27). Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 4.

3 Efraim. Efraim, o reino do norte, ou Israel… Visto que se uniram para atacar Judá (2Rs 16:5; Is 7:1, 2), as duas nações sofreriam o mesmo juízo decretado pelo Senhor … Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 4.

O Reino do Norte … é mencionado aqui por causa de seu pacto com Damasco contar a Assíria [e Judá]. Damasco [deixará de ser uma ] realeza. Em 732 a.C., Tiglate-Pileser III conquistou Damasco e fez dela uma província assíria. Muitas das cidades de Israel também foram conquistadas. Bíblia de Estudo NVI Vida.

A glória. A glória de Israel foi efêmera. Assim também seria com os restantes da Síria.Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 4.

4 Jacó. Clara referência a Efraim, o reino do norte. As dez tribos seriam extintas. Portanto, esta mensagem deve ter sido transmitida antes de 723/722 a.C., data quando o reino do norte chegou ao fim… Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 4.

5 Segador. A metáfora desta vez é a de um segador que colhe “trigo” (ver com [CBASD] de Lv 2:14). Da mesma forma, as cidades de Israel seriam cortadas pelo cruel invasor assírio. Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 4.

6 Sacudir. Neste método de colher as azeitonas, sempre fica alguma que não vale a pena subir para arrancar. Semelhantemente, Judá seria reduzida a um estado tão desprezível, que os exércitos dos estrangeiros não se dariam mais ao trabalho de ver se ainda sobrou algo. Bíblia Shedd.

Rabiscos. A ideia é mais uma vez a de um restante que escapará da destruição geral, dessa vez em Israel. Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 4.

7,8 Este trecho mostra que o julgamento de Deus, em desencadear a invasão da Síria e Israel, teria o efeito desejado: alguns ainda reconheceriam que Deus é justo nos seus julgamentos e se arrependeriam. Bíblia Shedd.

7 Olhará o homem para seu Criador. Pode ser necessário sofrer amarga desilusão e desastre para que as pessoas desviem os olhos das coisas terrenas, mas os juízos do Senhor finalmente fariam com que desviassem o olhar dos ídolos e o voltassem ao criador. Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 4.

8 O que fizeram seus dedos. Isto é, os ídolos (ver Dt 4:28; Is 2:8; 31:7; 37:19; Os 14:3; Mq 5:13). Os pagãos buscavam ajuda dos deuses que eles mesmo tinham feito. Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 4.

Altares de incenso (ARA e NVI). Heb hammãnm, pilares erguidos em adoração ao Sol, ou imagens, por intermédio das quais se prestava culto ao Sol, 21.9; 30:22; 41.29; 42.8, 17. Bíblia Shedd.

NIV: “Postes de Asherah“. Os postes de Asherah era imagens de Asherah, a deusa cananita que era a mulher de Baal. A rainha Jezabel pode ter trazido a adoração a Asherah ao Reino do Norte. O culto encorajava práticas sexuais imorais e atraía muitas pessoas. … Manassés foi condenado por colocar um poste de Asherah no templo (2Rs 21:7). Life Application Study Bible Kingsway.

10 Salvação. Esta palavra, como substantivo, heb yêsha’, só ocorre esta única vez no livro, mas a ideia é encontrada 23 vezes; além disto, faz parte do nome de Isaías, que significa “Deus é salvação”. Bíblia Shedd.

Plantações formosas. Plantações como trigo, cevada ou diferentes tipos de vegetais ou flores, plantados em cestas e potes e que germinavam rapidamente. Eram considerados como símbolos do poder mágico dos deuses da fertilidade. embora fossem consideradas poderosas, essas divindades não possuíam força alguma e nada podiam fazer por seus adoradores. Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 4.

Mudas de fora. Literalmente, “brotos”ou “rebentos” de “[deuses] estranhos ou “[deuses] ilícitos” (ver Sl 44:20; 81:9), talvez brotos usados de uma forma similar às “plantações formosas”. Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 4.

11 A colheita [voará]. A ideia parece ser de que o povo, tendo abandonado a Deus, sua força real, buscaria em vão a força dos deuses da fertilidade. Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 4.

13 Montes. As eiras para debulhar se achavam em pontos altos, de onde a palha e o debulho eram levados para longe pelo vento, quando o cereal era atirado para o ar com a pá. Bíblia Shedd.

14 Anoitecer … amanheça. O cumprimento desta profecia descreve-se em 37.36 e em 2Rs 19.35-36. Bíblia Shedd.

Daqueles que nos despojam. De acordo com os registros de Senaqueribe, ele levou um grande despojo de Judá na sua primeira invasão (ver vol. 2 [CBASD], p. k46). Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 4.



ISAÍAS 17 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
7 de setembro de 2020, 0:45
Filed under: Sem categoria

“Naquele dia, olhará o homem para o seu Criador, e os seus olhos atentarão para o Santo de Israel” (v.7).

Há duas vertentes no texto de hoje: uma que aponta para o juízo e outra para a redenção. A expressão “Naquele dia”, indicava a punição sobre Israel por ter se unido aos assírios contra o reino de Judá. Mas, a seguir, também se refere a “alguns rabiscos” (v.6), ou seja, um restante, que daria as costas à idolatria e tornaria a volver os olhos ao Criador. A profecia contra Damasco e Efraim não se trata apenas de um relato antigo, mas de uma mensagem tão atual quanto o noticiário de amanhã. O Santo de Israel (v.7) nos convida, hoje, a olhar para Ele e viver. A não nos esquecermos do Deus da nossa salvação e Rocha que nos fortalece (v.10).

Ao anoitecer, eis que há pavor” (v.14). Logo vem a noite trazendo trevas e destruição e só escaparão para desfrutar da gloriosa manhã, os restantes que permanecerem fiéis: “os que guardam os mandamentos de Deus e têm o testemunho de Jesus” (Ap.12:17). O chamado da primeira voz angélica é para que “cada nação, e tribo, e língua, e povo” (Ap.14:6) tornem a olhar para o Criador, o único digno de toda a adoração: “Temei a Deus e dai-Lhe glória, pois é chegada a hora do Seu juízo; e adorai Aquele que fez o céu, e a terra, e o mar, e as fontes das águas” (Ap.14:7).

As advertências da santa Palavra de Deus têm sido negligenciadas e ignoradas em nome de um falso amor. Milhares se contentam com belos sermões enlatados que pregam uma falsa piedade. Há uma contrafação acerca do amor de Deus. Satanás deleita-se ao perceber que o mundo o transformou numa lenda e caricatura cômica, com um rabo e um par de chifres. Enquanto enche os olhos das multidões com um amplo leque de entretenimentos e de maldades, deleita-se em observar como eles mesmos procuram a própria destruição. A humanidade é movida pelo que vê, pelo que é “agradável aos olhos” (Gn.3:6) e acaba caindo na mesma ruína que levou Eva a cair. Ao contrário da vitória de Cristo no deserto, muitos têm sido derrotados ao contemplar a oferta demoníaca: “Tudo isto te darei” (Mt.4:9), desviando o olhar do Único que tem uma eternidade de riquezas para nos dar: o nosso Criador.

Para onde você está olhando? Saiba que por mais tempo que tenha perdido olhando na direção errada, o Senhor lhe convida, hoje, a olhar na direção certa: “Olhai para Mim e sede salvos, vós, todos os limites da Terra; porque Eu sou Deus, e não há outro” (Is.45:22). Não perca mais tempo, pois não temos mais tempo a perder! Que, como Pedro, você tenha a oportunidade de cair em si e olhar para Aquele que tem os olhos fixos em você (Lc.22:61).

Oremos: Santo de Israel, nosso Criador, fortalece a nossa fé e aplaina os nossos caminhos para que “naquele dia” possamos Te contemplar, face a face!

Bom dia, “alguns rabiscos”!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Isaías17 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100



ISAÍAS 17 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by Jeferson Quimelli
7 de setembro de 2020, 0:40
Filed under: Sem categoria

ISAÍAS 17 – Confiar em emprego, empresa, salário, bens materiais, política, e até na ciência não garante segurança nenhuma para o futuro. Pode até aparentar segurança, mas tudo isso é uma grande ilusão diante das terríveis consequências do pecado.

Damasco (Síria) e Efraim (Israel), pegaram atalhos para o desfiladeiro da destruição ao deixar de priorizar a Deus para priorizar qualquer outra coisa. O despencar de Efraim do sucesso ao fracasso ilustra a decadência de uma igreja, uma cidade, um país, um continente e do mundo todo.

Em 14 versículos o profeta utiliza várias figuras para indicar devastação causada pela negligência à proteção divina:
• O vigor e o esplendor daqueles que um dia brilharam apagarão pelo desligamento da fonte da vida e da luz;
• O corpo sadio daqueles que exibiram a sua força se enfermarão tornando-se um esqueleto raquítico;
• A terra ficará vazia como um campo em colheita feita à mão;
• O respigar de uma colheita de pequeno porte revela o estrago feito pelo pecado;
• A exuberante vegetação duma floresta torna-se deserto, ou pior, cidades vazias, destruídas e derribadas pelo poder destruidor da falsa religião seguida por grandes multidões;
• A devastação provocada como por um dilúvio, ou um tsunami, oriundo dos oceanos da perversidade, imoralidade e iniquidade;
• O destino dos que perseguem e anseiam arruinar aos remanescentes fieis de Deus é semelhante ao pó e à palha soprados fortemente pelos vendavais arrasadores.

Assim como Israel devia aprender com a ruína dos ímpios, nós também precisamos aprender. As mesmas lições de que o povo de outrora careciam, nós, o povo de Deus de agora, carecemos.

Além destes pontos nada atraentes, temos no capítulo em questão, nobres verdades teológicas importantes, relevantes:
1. Deus está no controle tanto do céu quanto da terra;
2. Deus abençoa Seu povo, mas também o repreende por seus pecados;
3. Deus é o Criador, dono de tudo;
4. Deus é a Rocha segura, a única esperança de salvação para o pecador;
5. Deus é incomparável em relação a qualquer coisa, inclusive a qualquer outro deus.

Grandes verdades se podem extrair dos textos inspirados, pena que muitos não gostam ou não sabem ler a Bíblia. Se menos pessoas deixassem de desprezar e passassem a apreciar o livro de Deus, um reavivamento mundial seria evidente! – Heber Toth Armí.




%d blogueiros gostam disto: