Reavivados por Sua Palavra


ECLESIASTES 8 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by Jeferson Quimelli
9 de agosto de 2020, 0:50
Filed under: Sem categoria

1. … O sábio. Salomão afirma que a sabedoria é superior a todas as outras posses.

E quem sabe […]? A pessoa verdadeiramente sábia saberá como interpretar as experiências da vida. Daniel é um nobre exemplo (Dn 5:10-29). Os ap~´ostolos Paulo (1Co 2:15) e João (1Jo 2:27) enfatizam a mesma verdade.

Reluzir o seu tosto. A sabedoria e a serenidade interior são refletidas no rosto de quem é verdadeiramente sábio (ver Jó 29:24; cf. Nm 6:25; Sl 4:6).

Muda-se. A graça de Deus transformando o coração será refletida no rosto por uma expressão de alegria serena.

Dureza. Do heb. ´oz, frequentemente traduzido por “força”. Neste verso, a palavra significa “rigidez”, numa descrição de um rosto sem ternura, cultura e finas virtudes.

2 … Mandamento. Literalmente, “boca” e, figurativamente, ordens verbais e escritas, de uso comum no AT (Êx 17:1; 38:21; Nm 3:39; 10:13; etc.).

3 Apresses em deixar. … O rei era todo-poderoso; portanto, não se devia retirar a fidelidade a ele apressadamente, nem abandonar seu serviço. O absoluto poder do monarca com frequência fazia com que ele fosse ditatorial e irrazoável, e seus servos deveriam permanecer calmos e tranquilos.

O que bem entende. O servo do rei pode estar com a razão, mas o poder do rei é supremo. É sábio não se opor a ele desnecessariamente.

5 Mandamento. … Este termo é normalmente utilizado para os mandamentos de Deus, enquanto no v. 2, provém da palavra hebraica para “boca” (ver com. do v. 2).

Não experimenta nenhum mal. … Submissão inteligente à lei do país e à lei de Deus é requisito para a paz e segurança no presente e na vida por vir (ver GC, 584, 585).

o tempo e o modo. O “coração” do sábio, ou seja, sua mente, discerne o tempo certo para falar e para ficar em silêncio. O sábio conhece métodos e procedimentos corretos e os segue. Ele reconhece as oportunidades e se apodera delas quando surgem.

6 … Mal. Todo empreendimento requer planejamento cuidadoso e métodos apropriados para que não fracasse e, consequentemente, traga problemas em vez de bênçãos.

7 Como há de ser. Esta é uma das grandes fraquezas do ser humano e o motivo de grande parte de sua ansiedade, que ele não consegue prever o que pode lhe acontecer nem quando acontecerá (ver Is 47:13).

8 [Poder sobre o dia da morte] Reter o espírito (ARC). A vida pode ser ceifada a qualquer momento (Jó 21:17, 18; 34:14, 15).

Tréguas. Ou, “exceção”. Assim como os mercenários não conseguiam uma licença para se ausentar de suas funções durante o tempo de combate, assim também ninguém pode evitar a morte quando ela chega.

9 Tudo isto eu vi. Salomão teve várias experiências na vida e aprendeu muito por  meio de observação.

10 Vi. Ver Jó 21:30-32. Alguns ímpios são enterrados com grandes honras (2Cr 16:13, 14; cf. Jr 22:18, 19).

11 Logo. A mesma ideia equivocada  mantida pelos ímpios , de que eles não prestarão contas de seus atos, ocorrem em outras passagens bíblicas (ver Sl 10:6; 50:21; Is 26:10; 2Pe 3:4).

Inteiramente disposto. Comparar com o Sl 73: 8-11 e com as palavras de Cristo a respeito do coração humano (Mt 15:17-20).

12 Cem vezes. Com frequência o pecador age errado e parece escapar, pagando qualquer penalidade por suas transgressões (ver Pv 17:10).

Prolonguem. “Dias”é uma palavra acrescentada. Alguns se ressentem devido ao aparente atraso no julgamento dos ímpios (Ml 2:17). No entanto o julgamento divino ocorrerá no tempo devido (ver Is 3:11; Mt 16:27: Ap 20:11-15).

Que bem sucede. Tudo irá bem, afinal, para os que temem a Deus (Sl 37:11; Is 3:10; Ml 3:16).

14 Vaidade. Apesar da convicção de Salomão afirmada nos v. 12 e 13, ele ainda assim se sente angustiado por causa de certos paradoxos desconcertantes.

Justos. O termo hebraico sugere pessoas que  praticam a justiça. Jó enfrentou o mesmo problema (Jó 9:22; cf. Ec 9:2, 3; Ez 21:3, 4).

Perversos. Comparar com Jó 21:7; Sl 73:3; Jr 12:1. Não se deve permitir que as desigualdades da vida enfraqueçam  a fé no modo como  Deus procede. Na eternidade todas as desigualdades serão corrigidas.

15 … Trabalho. A mesma palavra hebraica é traduzida como “enfadonho trabalho” (Ec 1:13; 2:23, 26; 3:10; 4:8; 5:14) e novamente como “muita ocupação” (Ec 5:3, ARC). Salomão se refere ao ciclo de árduo trabalho humano.

17 A obra de Deus. Ou seja, o propósito eterno de Deus e Suas relações com o ser humano (ver Rm 11:33-36; cf. Jó 11:7, 8).

Sábio. É privilégio do ser humano estudar as obras criadas por Deus e Sua Palavra revelada, mas ele deve tomar cuidado para não se tornar “sábio aos seu próprios olhos”(Pv 26:5) e achar que consegue compreender as profundezas da Divindade (ver Jó 11:7). A correta atitude do ser humano para com Deus é revelada na imagem que o apóstolo João faz dos redimidos (Ap 15:3, 4).

Fonte: Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 3.


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: