Reavivados por Sua Palavra


SALMO 145 – ACESSE AQUI O POST DESEJADO by Jeferson Quimelli
26 de junho de 2020, 1:10
Filed under: Sem categoria

TEXTO BÍBLICO SALMO 145 – Leia a Bíblia antes

SALMO 145 – COMENTÁRIO BLOG MUNDIAL (Associação Geral)

SALMO 145 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS

COM. TEXTO ROSANA GARCIA BARROS

COM. TEXTO PR. HEBER TOTH ARMÍ

COM. VÍDEO PR ADOLFO SUAREZ (link externo)

COM. VÍDEO PR EVANDRO FÁVERO (link externo)

VÍDEO PR WEVERTON CASTRO E EQUIPE (link externo)

COM. VÍDEO PR VALDECI JÚNIOR (link externo)

COM. VÍDEO PR RONALDO DE OLIVEIRA(link externo)

COM. VÍDEO PR MICHELSON BORGES (link externo)



SALMO 145 by Jeferson Quimelli
26 de junho de 2020, 0:55
Filed under: Sem categoria

Texto bíblico: https://pesquisa.biblia.com.br/pt-BR/NVI/sl/145

Nas profundezas do coração humano, há um desejo de ser cuidado, de estar seguro, um remanescente de uma intimidade edênica perdida há muito tempo. Infelizmente, muitas pessoas nunca experimentaram outro alguém saudável cuidando de seu coração. Consequentemente, eles se esforçam incessantemente para proteger seus próprios corações, seja através de ocupações ou vícios ou dissociação ou de inúmeras outras maneiras. No entanto, o desejo permanece, então corações feridos entram em relacionamentos, ecoando o lamento de Ella Fitzgerald: “Oh, como eu preciso de alguém para cuidar de mim” [“Oh how I need someone to watch over me.”].

Infelizmente, frequentemente deixamos de cuidar adequadamente do coração um do outro.O Salmo 145, citando as palavras auto-descritivas de Deus de Êxodo 34:6, era recitado duas vezes pela manhã e outra à noite no judaísmo tradicional. Pinta um belo mosaico de um Deus que cumpre as promessas que nos sustenta quando caímos, um Deus fiel que tem compaixão de tudo o que criou, tanto humano quanto animal. Rico em amor, Ele é o observador do nosso coração.

Seu coração deseja ser valorizado? Você foi projetado para desejar o observador do coração do céu. Somente Deus é capaz de realmente cuidar de nós e satisfazer os desejos mais profundos de nossa alma.

Lori Engel
Capelã (atualmente com deficiências)
Eugene, Oregon EUA

Texto original: https://www.revivalandreformation.org/?id=869
Tradução: Jeferson Quimelli/Pr Jobson Santos/Gisele Quimelli

 

Devocional da rodada anterior:

Na prática judaica este salmo acróstico, de louvor a Deus como Rei, era recitado pela manhã e à noite, no momento do sacrifício. Começar e terminar o dia com expressões de louvor e ação de graças é uma prática que pode realmente prolongar a sua vida e mantê-la saudável.

Os pesquisadores não chegaram a um consenso de como isso acontece, mas sabemos que as pessoas positivas e gratas tem maior resistência a doenças, mais bem-estar físico e mental e redução do risco de morte por doença cardíaca. Salomão, o homem mais sábio que já caminhou sobre a Terra, disse: “O coração alegre é um bom remédio” (Provérbios 17:22).

O louvor não beneficia apenas a nós mesmos, não é um assunto apenas entre nós e Deus. Pense no poderoso exemplo que damos e as impressões que passamos aos nossos filhos e às gerações seguintes quando, juntos, celebramos a fidelidade de Deus e Sua realeza em nossas vidas.

Louvar a Deus precisa estar em nossa programação diária, a despeito de nossas circunstâncias atuais. Deus não muda e Sua misericórdia, perdão, amor e fidelidade para conosco são constantes.

Louvai-o! Louvai-o!

Thandi Klingbeil
Tennessee, Estados Unidos

Texto original: https://reavivadosporsuapalavra.org/2017/03/25/



SALMO 145 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by Jeferson Quimelli
26 de junho de 2020, 0:50
Filed under: Sem categoria

620 palavras

Introdução. O Salmo 145 é o primeiro dos cânticos de triunfo. Os salmos 145 a 150 pertencem a este grupo. Eles foram compostos para uso litúrgico. … O salmo é um acróstico (ver p. 704). No hebraico, as letras iniciais dos versos seguem a ordem alfabética hebraica, com uma exceção neste salmo: a letra nun não aparece. …  O salmo não é marcado por claras divisões, é único e indivisível. CBASD – Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 3, p. 1049.

2 Todos os dias. O louvor de Davi não era intermitente; não era um dia em sete, mas era diário; não era por um breve período, era em período integral. O amor e o louvor a Deus deveriam ser constantes. Diariamente Deus envia inumeráveis bênçãos a Seus filhos e há muitos motivos pelos quais devemos louvá-Lo cada dia. Ver com. de Sl 63:4. CBASD, vol. 3, p. 1049.

3 Insondável. Nem todos os grandes intelectos ao longo dos séculos são suficientes para penetrar as profundezas das insondáveis riquezas da graça, glória e poder. A glória e a majestade de Deus são inefáveis, Sua bondade e Sua misericórdia são universais e abundantes. CBASD, vol. 3, p. 1049.

4 Uma geração. As pessoas devem transmitir de pai para filho o relato de livramentos operados pelos poderosos atos de Deus. CBASD, vol. 3, p. 1049.

7 Celebrarão. Cantar é um modo apropriado de render louvores a Deus. CBASD, vol. 3, p. 1050.

8 Benigno. Ver Êx 34:6. Do mesmo modo como Deus Se revelou a Moisés e a Davi, revela-Se a nós hoje – como um Deus cheio de compaixão e benignidade. CBASD, vol. 3, p. 1050.

Tardio em irar-se. Deus é paciente com os pecadores perversos. Seu grande desejo é que se arrependam e se voltem para Ele (ver Ez 33:11). Ele sofre muito e continua a suplicar às pessoas para que se arrependam de seus caminhos pecaminosos. Abrir mão de qualquer filho de Adão Lhe é doloroso. Por meio do profeta Oseias, Ele fez uma pergunta comovente: “Como te deixarei, ó Efraim?”(Os 11:8). CBASD, vol. 3, p. 1050.

9 Bom para todos. Este verso exibe a universalidade da bondade de Deus. Ele é imparcial ao lidar com os seres humanos. O brilho do sol e a chuva são concedidos a todos, bons e maus (Mt 5:45). CBASD, vol. 3, p. 1050.

10 Teus santos Te bendirão. Ver com. de Sl 63:4. CBASD, vol. 3, p. 1050.

12 Façam notórios. As gloriosas obras de Deus devem ser declaradas a todo o mundo, e esta responsabilidade repousa sobre os santos. Somente aqueles que experimentaram algo do poder de Deus em sua vida estão habilitados a realizar esta obra. Os santos devem ansiar que outros compreendam e apreciem o elevado poder do Salvador. CBASD, vol. 3, p. 1050.

13 Reino … de todos os séculos. A perpetuidade do reino de Deus permanece em contraste com a natureza transitória dos reinos deste mundo (Dn 2:44). CBASD, vol. 3, p. 1050.

14 Os que vacilam. Ou, “os que caem” (ARC). O Senhor está pronto a suster a todos que estão afundando sob os fardos da vida ou que estão caindo diante da tentação (ver Mt 11:28). Ele os manterá se O chamarem. CBASD, vol. 3, p. 1050.

15 A seu tempo. Deus é retratado como o grande provedor, distribuindo alimento a todos, sempre que necessitem dele. CBASD, vol. 3, p. 1050.

16 Abres a mão. O Senhor … oferece abundantes provisões de graça a todos os que O buscam. … Ele pode e deseja fazer muito mais do que tudo o que Seus filhos pedem ou pensam (Ef 3:20). CBASD, vol. 3, p. 1050.

19 Acode à vontade. Corações santos desejarão somente o que é santo. Assim, Deus não vê problemas em realizar tais desejos. Ele promete conceder o desejo do pecador. Não seria sábio agir assim. CBASD, vol. 3, p. 1050.

Atende-lhes o clamor. Assim como o terno amor de mãe é movido pelo clamor de seu filho, o ouvido do Senhor está sempre sintonizado para ouvir os clamores de Seus filhos. CBASD, vol. 3, p. 1050.



SALMO 145 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
26 de junho de 2020, 0:45
Filed under: Sem categoria

“Todos os dias Te bendirei e louvarei o Teu nome para todo o sempre” (v.2).

A exaltação ao nome de Deus e a propagação de Sua Palavra teve início na fonte original da humanidade. Desde Adão, o Criador e as obras de Suas mãos têm sido anunciados de geração em geração. Da primeira à última família, eis a mensagem que deve ecoar de cada lar cristão: “O Senhor é bom para todos, e as Suas ternas misericórdias permeiam todas as Suas obras” (v.9). A bondade de Deus que nos “conduz ao arrependimento” (Rm.2:4) e as Suas misericórdias que “são a causa de não sermos consumidos” (Lm.3:22), provam a fidelidade do Senhor “em todas as Suas palavras” (v.13).

Todos os dias” (v.2) há um convite do Céu para você e para mim de meditarmos no glorioso esplendor da majestade de Deus e nas Suas maravilhas (v.5) e de falarmos e divulgarmos os Seus feitos e a Sua “muita bondade” (v.7). Este louvor de Davi reflete o caráter da verdadeira adoração. O foco não está em sensações e emoções, mas em uma entrega racional de nossas faculdades a Deus, fortalecidos os sentidos pelo poder da Palavra. Somente mediante experiência pessoal somos habilitados pelo Espírito a pregar o evangelho do reino pela eficácia deste relacionamento. Primeiro, precisamos conhecer Jesus, para só depois, apresentá-Lo a outros.

Davi obteve esse conhecimento que vivifica e nos deixou os testemunhos escritos de sua experiência. Também existem dois personagens que, para mim, mesmo anônimos, foram gigantes no quesito evangelismo prático e eficiente: o endemoniado geraseno e a mulher samaritana. O primeiro foi liberto de uma condição tão degradante e baixa, que qualquer um de nós julgaria impossível haver solução. Dominado por uma legião de demônios, aquele pobre homem era considerado um caso perdido e, à vista da sociedade, uma ameaça pública. Mas Jesus rompeu as barreiras malignas e Se deparou com um coração desesperado por libertação. Frente ao grande milagre de sua sanidade completamente recuperada, seu desejo de seguir o seu Libertador foi negado diante da seguinte ordem: “Volta para casa e conta aos teus tudo o que Deus fez por ti. Então, foi ele anunciando por toda a cidade todas as coisas que Jesus lhe tinha feito” (Lc.8:39). A outra personagem também andava às margens da sociedade. Cabisbaixa e envergonhada, caminhava entre os seus patrícios como se expostas as marcas de sua vida de pecado. Mas na hora em que o calor do sol se torna mais intenso, brilhou em sua vida o Sol da justiça. Cansada de ser enganada e usada pelos homens, ela se deparou com o Homem que jamais mente e jamais decepciona. Sua sede física foi totalmente esquecida diante da Água Viva que inundou-lhe a alma. E, abandonando o seu cântaro, anunciou àqueles que a desprezavam: “Vinde comigo e vede um homem que me disse tudo quanto tenho feito. Será Este, porventura, o Cristo?!… Muitos samaritanos daquela cidade creram nEle, em virtude do testemunho da mulher” (Jo.4:29 e 39).

Amados, não nos falta recursos necessários para a pregação do evangelho. Nos falta o principal. O Pai do Céu está ansioso por nos dar o Seu Espírito, a fim de sairmos mediante poder ainda maior do que moveu Pedro a declarar: “Não possuo prata nem ouro, mas o que tenho, isto te dou: em nome de Jesus Cristo, o Nazareno, anda!” (At.3:6). A igreja primitiva não tinha recursos, mas tinha o poder. Nos sobram os recursos, mas nos falta o poder. Em meio a uma geração de coxos espirituais, o Senhor está convocando a Sua última igreja a fim de, como a primeira, revelar na vida os frutos do Espírito Santo.

Perto está o Senhor de todos os que O invocam, de todos os que O invocam em verdade” (v.18). Aceitemos ao chamado de Deus e Ele estará sempre conosco, fazendo da nossa vida um louvor “ao Seu santo nome, para todo o sempre” (v.21). Vigiemos e oremos!

Bom dia, verdadeiros adoradores!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Salmo145 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100



SALMO 145 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by Jeferson Quimelli
26 de junho de 2020, 0:40
Filed under: Sem categoria

SALMO 145 – Sabemos o que significa priorizar qualquer coisa, porém, às vezes temos dificuldade para colocar Deus acima de tudo. Este precioso Salmo tem muito a nos auxiliar:

1. Não importa quem somos ou o que fazemos, nem nossos títulos/diplomas e posições adquiridas, Deus só será nosso Deus caso permitamos que Ele reine sobre tudo o que somos e temos (v. 1).

2. Não devemos compartimentalizar nosso tempo, uma parte para a família, outra para o trabalho, outra para o lazer e, se sobrar tempo, dedicar-se à religião. “O Louvor de Davi não era intermitente; não era um dia em sete, mas era diário; não era por um breve período, era um período integral” (Comentário Bíblico Adventista). Os princípios divinos devem reger nossa família, trabalho, lazer e a religião (v. 2).

3. Não tem como Deus ser Deus em nossa vida se Ele não for o primeiro sempre em tudo o que fizermos. Por isso, meditar em Seu caráter, majestade, grandeza e propósito é essencial para que nossa espiritualidade seja saudável (vs. 3-5).

4. Não há certeza de que Deus seja prioridade na vida daquelas pessoas que conversam sobre tudo, menos sobre Deus. Na verdade, quem tem experiência real e pessoal com Deus e O conhece de verdade, proclamará Quem realmente é aos que possuem nenhuma informação ou ideias distorcidas sobre Ele (vs. 6-9).
Veja, Deus é…
• …Grande e poderoso em Suas realizações;
• …Bondoso e justo em Seu procedimento;
• …Benigno e misericordioso com todos;
• …Paciente e clemente inclusive com os indiferentes.

5. Não há meios de ignorar a glória de Deus, pois todos os Seus feitos são gloriosos e testemunham de Seu poder e graça – deixando-nos sem desculpas no dia do juízo (vs. 10-17).

6. Não é possível sermos discretos quando assumimos um sério e intenso compromisso com Deus. O verdadeiro crente testemunha com a vida, e usa sua língua para incentivar à adoração ao Deus que salva aos que O amam, e extermina aos que desprezam Seu gracioso plano de amor que visa salvar ao pecador (vs. 18-21).
Deus é generoso, bondoso, atencioso, cuidadoso, benigno, paciente, misericordioso, gracioso, poderoso, justo, santo, empático, simpático, dedicado, clemente, provedor, fiel, mantenedor, maravilhoso, restaurador, amoroso… Enfim… incomparavelmente glorioso!

Querido(a), darás a Deus o primeiro lugar sempre? Testemunhe dEle! – Heber Toth Armí.




%d blogueiros gostam disto: