Reavivados por Sua Palavra


SALMO 132 – ACESSE AQUI O POST DESEJADO by Jeferson Quimelli
13 de junho de 2020, 7:50
Filed under: Sem categoria

TEXTO BÍBLICO SALMO 132 – Leia a Bíblia antes

SALMO 132 – COMENTÁRIO BLOG MUNDIAL (Associação Geral)

SALMO 132 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS

COM. TEXTO ROSANA GARCIA BARROS

COM. TEXTO PR. HEBER TOTH ARMÍ

COM. VÍDEO PR ADOLFO SUAREZ (link externo)

COM. VÍDEO PR VALDECI JÚNIOR (link externo)

COM. VÍDEO PR EVANDRO FÁVERO (link externo)

VÍDEO PR WEVERTON CASTRO E EQUIPE (link externo)

VÍDEO PR RONALDO DE OLIVEIRA (link externo)

VÍDEO PR MICHELSON BORGES (link externo)



SALMO 132 by Jeferson Quimelli
13 de junho de 2020, 0:55
Filed under: Sem categoria

Texto bíblico: https://pesquisa.biblia.com.br/pt-BR/NVI/sl/132

O Salmo 132 é dividido em três seções: a primeira é o desejo e a intenção de Davi de construir um templo apropriado para o Senhor. Ele fez um voto de que sua atenção não seria desviada por nada; ele não poderia e não descansaria até que seu objetivo fosse completado.

A segunda seção relata a descoberta da arca e a alegria subsequente, e depois pede a bênção do Senhor para sacerdotes e pessoas.

Em terceiro lugar, vem as promessas do Senhor a Davi e seu povo, promessas de uma linha ininterrupta de sucessão ao trono, prosperidade abundante, incluindo alimento para os pobres e a alegria que advém de caminhar com Deus. Em conclusão, Deus também promete coroar Davi com esplendor.

Devemos notar, no entanto, que essas promessas de Deus, como sempre, dependem da obediência e do uso correto de Suas bênçãos. Se Israel seguisse fielmente as instruções do Senhor, eles seriam continuamente abençoados com paz, prosperidade e a oportunidade de ser uma poderosa influência para o céu.

Hoje, o povo de Deus tem as mesmas escolhas – rejeitar Seu amor e seguir o mundo, ou concentrar-se em segui-Lo e colher o futuro glorioso que Ele planejou para nós em Sua presença para sempre.

Eileen VanTassel
Riverside, Washougal, Washington EUA

Texto original: https://www.revivalandreformation.org/?id=856
Tradução: Jeferson Quimelli/Pr Jobson Santos/Gisele Quimelli



SALMO 132 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by Jeferson Quimelli
13 de junho de 2020, 0:50
Filed under: Sem categoria

252 palavras

Introdução. O Salmo 132 é uma canção que comemora o desejo de Davi de edificar uma casa de adoração e as graciosas promessas do Senhor o rei pastor (ver 2Sm 7:1-13; T1, 203). CBASD – Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 3, p. 1030.

3 Não entrarei. Davi decidiu fazer da edificação da casa para o Senhor um item de preeminência em seus negócios. CBASD, vol. 3, p. 1030.

Não darei sono. Uma ilustração oriental (ver Pv 6:4). O salmista não descansaria até que preparasse um local de repouso para a arca de Deus. Ele estava tão envolvido coma obra de Deus que tudo o mais ficou em segundo plano. CBASD, vol. 3, p. 1030.

6 Ouvimos. Uma abrupta transição de pensamento para a arca sem casa. CBASD, vol. 3, p. 1030.

Efrata. O significado desta passagem poética é obscuro. …Belém [ou] … Quiriate-Jearim (1Cr 2:24, 50), onde a arca esteve por 20 anos (1Sm 7:2). CBASD, vol. 3, p. 1030.

9 De justiça. São exigidas pureza e santidade daqueles que ministram nos ofícios sagrados (ver Jó 29:14; Ap 19:8). CBASD, vol. 3, p. 1030.

14 Meu repouso. Houvesse Israel, como nação, preservado a aliança com o Céu, e Jerusalém teria permanecido para sempre como eleita de Deus”(GC, 19; ver DTN, 577). CBASD, vol. 3, p. 1030, 1031.

16 Vestirei … os seus sacerdotes. Uma resposta à oração do v. 9. Tragicamente, Israel falhou em sua missão. Em lugar de serem vestidos com a salvação, seus sacerdotes se tornaram profanadores da verdadeira adoração (Ez 22:26). CBASD, vol. 3, p. 1031.

17 Para o Meu ungido. Isto é, para o rei, aqui uma referência a Davi. A palavra “ungido”vem do heb. mashiah, literalmente, “messias”, da raiz mashah, “ungir”. CBASD, vol. 3, p. 1031.



SALMO 132 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
13 de junho de 2020, 0:45
Filed under: Sem categoria

“Entremos na Sua morada, adoremos ante o estrado de seus pés” (v.7).

Observando a prosperidade de seu reino e a grandeza de seu palácio, Davi declarou: “Eis que moro em casa de cedros, mas a arca da Aliança do Senhor se acha numa tenda” (1Cr.17:1). A edificação de um templo fixo tornou-se o maior desejo do coração de Davi. Seu coração anelava por construir um lugar que excedesse qualquer construção na Terra; digno de abrigar a arca da aliança de Deus, objeto supremo de Sua glória. Inicialmente motivado pelas palavras positivas do profeta Natã, o rei exultou em poder dar início ao que julgava ser justo.

As intenções humanas, porém, por melhores que sejam, não definem a vontade de Deus. Apesar de legítimo, o desejo de Davi não estava em harmonia com os propósitos divinos. A diferença das respostas do profeta, prova que profecias não são dadas com base em planejamentos humanos, mas em um claro e infalível “Assim diz o Senhor” (1Cr.17:4). O templo seria construído por Salomão, e mesmo diante da frustração de seus planos, como temente servo de Deus, Davi expressou a sua submissão a Ele: “Que mais ainda te poderá dizer Davi acerca das honras feitas a teu servo? Pois Tu conheces bem Teu servo” (1Cr.17:18).

Estamos, nós, dispostos a aceitar os propósitos divinos revelados em Sua Palavra? Você já orou pedindo que Deus lhe mostre o posto de seu dever em Sua obra nesta geração?  Mais importante do que projetos bem intencionados, precisamos fazer de nossa vida um “lugar para o Senhor” (v.5). Em meio a uma geração de cristãos consumistas de sensações e emoções, programas bem elaborados e apresentações ovacionadas são tidos por espirituais, desconsiderando muitos dos inspirados conselhos na Palavra e nos Testemunhos. O mundo não necessita de uma religião semelhante a ele, e sim semelhante a Cristo, fiel à Palavra de Deus e à Lei contida na arca de Sua eterna aliança, como está escrito: “não mais andeis como também andam os gentios… não foi assim que aprendestes a Cristo” (Ef.4:17 e 20).

A Davi foram dadas duas profecias incondicionais: seu filho Salomão construiria o templo e de sua linhagem nasceria “Um rebento” (v.11), o Messias. Profecias que foram cumpridas à risca. Mas também lhe foi dada uma profecia condicional: “Se os teus filhos guardarem a Minha aliança e o testemunho que Eu lhes ensinar, também os seus filhos se assentarão para sempre no teu trono” (v.12). Infelizmente, a condição foi quebrada e a descendência de Davi perdeu a coroa que até hoje teria, caso tivesse sido fiel às palavras do Senhor. Amados, o Senhor Jesus tem uma coroa eterna para cada um de nós, mas esta promessa também envolve uma condição: “Sê fiel até à morte e dar-te-ei a coroa da vida” (Ap.2:10).

O Senhor está em Sua santa morada, e não faz caso de quem quer que seja que O busque com inteireza de coração. “Entremos na Sua morada” (v.7). Pela fé e pelos méritos dAquele que rasgou o véu da separação (Mt.27:51), entremos no santíssimo do “santuário de Deus, que se acha no Céu”, onde está “a arca da Aliança” (Ap.11:19), e adoremos ao Criador “ante o estrado de Seus pés” (v.7). A fidelidade que Ele nos pede não está condicionada ao que fazemos, mas ao que permitimos que Seu Espírito realize em nós e através de nós. Está chegando o Dia que “de júbilo exultarão os Seus fiéis” (v.16). Aqueles que permanecerem em submissão ao Senhor e Sua Palavra, sobre estes “florescerá a sua coroa” (v.18), e eu estou plenamente certa “de que Aquele que começou a boa obra em [nós] há de completá-la até ao Dia de Cristo Jesus” (Fp.1:6). Vigiemos e oremos! 

Feliz sábado, moradas do Altíssimo!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Salmo132 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100



SALMO 132 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by Jeferson Quimelli
13 de junho de 2020, 0:40
Filed under: Sem categoria

SALMO 132 – Sem o dom do livre arbítrio não poderíamos escolher entre o certo e o errado, entre confiar ou desprezar a Deus. Nem mesmo haveria necessidade de opção para obediência ou desobediência.

Já que podemos optar, vamos escolher:
1. …Colocar a Deus em primeiro lugar em nossa vida, priorizar fazer bem feito a Sua vontade e dedicar tempo para fazer a Sua obra aqui na Terra? (vs. 1-5);
2. …Louvar a Deus com entusiasmo em Sua presença quando descobrimos onde podemos operar em Seu favor, agir em prol de Sua causa e promover atitudes corretas? (vs. 6-9);
3. …Considerar a presença de Deus e conversar com Ele sobre assuntos revelados em Sua Palavra, reclamar Suas promessas e reafirmar o compromisso com Ele? (vs. 10-12);
4. …Confiar na capacidade de Deus abençoar àqueles que optam por depender dEle em todas as circunstâncias da vida? (vs. 13-18).

Davi foi um excelente rei, mas foi muito limitado para cumprir tudo o que este salmo indica. Por isso, “o texto menciona o Ungido, um dos descendentes mais poderosos de Davi. Jesus, o Messias (Mt 1:17), é o único capaz de cumprir todas as expectativas contidas neste salmo. O reinado do verdadeiro Messias durará para sempre” (Bíblia de Estudo Andrews). Sim, “as promessas de uma dinastia perpétua se cumpriram no Senhor Jesus Cristo” (William MacDonald).

Davi decidiu colocar Deus em primeiro lugar em sua vida apesar dos obstáculos que enfrentou. O interesse dele pela casa de Deus (vs. 1-10) resultou em grandes recompensas (vs. 11-12), as quais passariam pelo Messias e chegariam até a Sua segunda vinda ao mundo, ou melhor, se estenderiam até o milênio (vs. 13-18).

Não somos como animais, guiados por instintos, mas temos capacidade de decisão. Podemos escolher orar ou não, ler a Bíblia ou ignorá-la, meditar nas coisas celestiais ou preocupar-se com as coisas terrenas.

Hoje precisamos tomar uma decisão, “Deus em Cristo está rogando diariamente aos homens que se reconciliem com Ele. De braços estendidos, está pronto a receber e dar as boas-vindas, não somente aos pecadores, mas aos pródigos. O amor por Ele manifestado mesmo quando moribundo, no Calvário, é a garantia do pecador quanto a sua aceitação, paz e amor” (Ellen G. White).

Deus espera nosso compromisso para abençoar-nos mais! – Heber Toth Armí.




%d blogueiros gostam disto: