Reavivados por Sua Palavra


SALMO 142 – ACESSE AQUI O POST DESEJADO by Jeferson Quimelli
23 de junho de 2020, 1:10
Filed under: Sem categoria

TEXTO BÍBLICO SALMO 142 – Leia a Bíblia antes

SALMO 142 – COMENTÁRIO BLOG MUNDIAL (Associação Geral)

SALMO 142 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS

COM. TEXTO ROSANA GARCIA BARROS

COM. TEXTO PR. HEBER TOTH ARMÍ

COM. VÍDEO PR ADOLFO SUAREZ (link externo)

COM. VÍDEO PR EVANDRO FÁVERO (link externo)

VÍDEO PR WEVERTON CASTRO E EQUIPE (link externo)

COM. VÍDEO PR VALDECI JÚNIOR (link externo)

COM. VÍDEO PR RONALDO DE OLIVEIRA(link externo)

COM. VÍDEO PR MICHELSON BORGES (link externo)



SALMO 142 by Jeferson Quimelli
23 de junho de 2020, 0:55
Filed under: Sem categoria

Texto bíblico: https://pesquisa.biblia.com.br/pt-BR/NVI/sl/142

Eu vejo três pensamentos neste salmo: oprimido; ninguém se importa; refúgio.

Oprimido é ter na vida mais do que posso suportar. Acontece quando os altos e baixos da vida se transformam em montanhas imponentes e insuperáveis, fazendo-me sentir pequeno e impotente. Eu, naturalmente, me volto para aqueles em quem confio. Agora imagine uma pessoa sentindo-me oprimida, sob um peso insuportável e descobrindo que ninguém se importa!

Mas há como superar essas montanhas imponentes! Há alguém que ouve, se importa e será um refúgio, um santuário onde encontro segurança e alívio. O Salmo 61:2 diz: “Desde os confins da terra eu clamo a ti, com o coração abatido; põe-me a salvo na rocha mais alta do que eu” (NVI). Eu amo a imagem do nosso refúgio sendo “mais alta do que eu”. O meu eu pequeno, desamparado e oprimido tem Alguém maior do que si próprio, que velará sobre mim e me protegerá.

No final, Davi diz: “quando me fizeres esse bem”. Mesmo em meio a problemas, ele pôde se alegrar na esperança de receber ajuda. Ele tinha fé na “certeza daquilo que esperamos” (Hb 11:1) e podia se alegrar como se já tivesse esse conforto. Que esperança incrível podemos ter em Deus!

Vicky Perry
Bibliotecária
Mt. View, Havaí

Texto original: https://www.revivalandreformation.org/?id=866
Tradução: Jeferson Quimelli/Pr Jobson Santos/Gisele Quimelli

 

Devocional da rodada anterior:

Em 2012, mais de 44 milhões de pessoas na América do Norte sofriam de solidão. As estatísticas mostram que o número de pessoas que sofrem de solidão em uma escala mundial tem aumentado ao longo das décadas.

Não precisamos nos envergonhar de não estarmos bem – todos temos momentos em nossas vidas quando nos sentimos sem esperança, desanimados, solitários e até mesmo deprimidos.

Neste salmo, Davi está sozinho. Este é o homem segundo o coração de Deus em um ponto realmente baixo de sua vida. O que Davi faz neste momento aparentemente escuro e sem esperança? Ele busca a Deus? Sim, ele faz isso. Mas há ainda mais. Ele busca a Deus com confiança. Mesmo que ele duvide de tudo em sua vida, Davi sabe que Deus conhece o seu caminho (v. 3) e está no controle de sua vida. Davi se volta para Deus, reconhecendo que Ele é o único lugar de refúgio (v. 5). O único lugar onde Davi está seguro. Nós, também, só estaremos a salvo do inimigo na presença de Deus.

Davi se volta para Deus com suas prioridades corretamente definidas. Davi sabe que Deus é o seu quinhão [a sua herança] (v. 5 ARA). A palavra quinhão refere-se ao terreno destinado às tribos de Israel. Os levitas não receberam parte – O Senhor era a sua herança (Números 18:20). Da mesma forma, Davi se volta para Deus admitindo que as posses materiais não são uma prioridade – o amor e a presença de Deus são a sua maior herança.

Thandi Klingbeil
Tennessee, Estados Unidos

Texto original: https://reavivadosporsuapalavra.org/2017/03/22/



SALMO 142 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by Jeferson Quimelli
23 de junho de 2020, 0:50
Filed under: Sem categoria

258 palavras

Introdução. O Salmo 142 é um apelo ardente pelo auxílio de Deus em tempo de dificuldades avassaladoras. CBASD – Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 3, p. 1044.

1 Clamo. Quando se chega ao fim dos recursos terrenos e se clama a Deus, Ele nunca deixa de atender. Vez por outra os filhos de Israel foram derrotados em batalha e sujeitados pelo inimigo. Logo que eles clamavam ao Senhor por auxílio, Ele levantava um libertador para resgatá-los (Jz 3:7-9, 12-15; 4:1-4; 6:1-14; etc.). CBASD, vol. 3, p. 981.

2 Queixa. Do heb. siach, significando também “preocupação”. O salmista não tinha queixa contra o relacionamento de Deus para com ele. Ele estava se queixando a Deus, não de Deus. CBASD, vol. 3, p. 1044.

3 Conheces. Quando o salmista derramou sua queixa não foi com a intenção de informar a Deus, mas de compartilhar seus problemas com seu amigo celestial. CBASD, vol. 3, p. 1044.

4 Direita. O divino Protetor está prontamente disponível (ver Sl 16:8). CBASD, vol. 3, p. 1020.

Não há quem me reconheça. Parecia que ninguém estava disposto a reconhecer sua amizade com o salmista, por causa do perigo envolvido. CBASD, vol. 3, p. 1044.

5 Quinhão. Ver Sl 16:5; 73:26. A maior propriedade do cristão é seu Deus. CBASD, vol. 3, p. 1010.

7 Rodearão. Do heb. kathar. A forma aqui encontrada significa “congregar ao redor de uma pessoa”. Evidentemente, todos os que eram verdadeiros seguidores de Deus ficaram felizes quando o salmista foi libertado e se uniram a ele em ações de graças. CBASD, vol. 3, p. 1044.

Fizerem esse bem. Embora o presente fosse difícil e pressentisse um futuro infeliz, o salmista aguardava com confiança o tempo de seu livramento. CBASD, vol. 3, p. 1044.



SALMO 142 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
23 de junho de 2020, 0:45
Filed under: Sem categoria

“Atende o meu clamor, pois me vejo muito fraco. Livra-me dos meus perseguidores, porque são mais fortes do que eu” (v.6).

No mais interior de uma caverna um homem clamou quando percebeu que seu algoz estava a alguns passos de encontrá-lo. Na escuridão daquele lugar, Davi se arriscou a aproximar-se de Saul. Seu coração batia tão forte que quase quebrou o silêncio da noite. Ele não disse nada, simplesmente cortou um pedaço da veste do rei e retornou a passos vacilantes, pesaroso pelo que havia feito. (Você pode ler o relato completo em 1Samuel 24).

Davi estava refugiado no fundo de uma caverna e tinha por companhia um pequeno exército que a Bíblia chama de os valentes de Davi. Porém, ainda assim, ele declarou: “nenhum lugar de refúgio, ninguém que por mim se interesse” (v.4). Ele sabia que se Saul o encontrasse não teria exército ou caverna alguma que pudesse livrá-lo de sua fúria. O seu único refúgio era o Senhor (v.5).

Sabem porquê Davi se considerou “muito fraco” (v.6), amados? Porque ele sabia que a sua luta não era contra os inimigos em si, mas contra as forças do mal que os governava (Ef.6:12). A nossa batalha não é de uns contra os outros, mas Satanás move toda a sua hoste maligna para destruir o máximo de vidas possível. Se nos consideramos fortes, grande será a nossa queda; mas mediante o reconhecimento de nossa fraqueza, é que Deus nos torna fortes (2Co.12:10).

Se fincarmos a âncora da confiança em nós mesmos, em outros, ou em coisas, mais cedo ou mais tarde descobriremos que já estamos em meio às águas turbulentas quase a naufragar. Contudo, se a nossa confiança estiver firmada no Senhor, saberemos, como Davi e como Daniel, que o Senhor dos Exércitos é Quem luta por nós: “e ninguém há que esteja ao meu lado contra aqueles, a não ser Miguel, vosso príncipe” (Dn.10:21).

Jesus, já venceu a batalha no Céu (Ap.12:7-9), venceu na cruz (Jo.12:31) e voltará “vencendo e para vencer” (Ap.6:2)! Ao lado dEle “somos mais que vencedores” e “nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados… nem qualquer outra criatura poderá separar-nos do amor de Deus, que está em Cristo Jesus, nosso Senhor” (Rm.8:37-39). Se a nossa atitude for perseverante neste sentido: “Derramo sobre Ele a minha queixa, à Sua presença exponho a minha tribulação” (v.2), Deus sempre nos livrará do cárcere do mal e a nossa vida será um constante louvor em testemunho a todos ao nosso redor (v.7). Basta orar, confiar e nEle esperar! Vigiemos e oremos!

Bom dia, refugiados no Senhor!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Salmo142 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100



SALMO 142 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by Jeferson Quimelli
23 de junho de 2020, 0:40
Filed under: Sem categoria

SALMO 142 – Se tem alguém na história e no mundo que sofreu e ainda é alvo de bullying é o crente. Aquele que crê em Deus e confia em Sua graça e vive a piedade prática, está sempre lidando com pessoas que o estão perseguindo, desprezando e humilhando.

O Salmo em apreço aponta-nos os seguintes princípios de vida:
• A comunhão com Deus é a oração que resulta em certeza diante do clamor de um coração aflito (v. 1);
• O melhor lugar para desabafar, derramar nossas queixas e expor nossas tribulações é na presença do Deus que nos oferece esperança (v. 2);
• A melhor pessoa para conhecer nossas fraquezas, nossos defeitos e falhas e, o que vai em nosso íntimo, é Deus – sem nos condenar ou rotular (v. 3);
• Desolado, desprezado, desvalorizado e desrespeitado, quem sofre bullying deve refugiar-se, não na solidão, na introversão ou na depressão, mas no Senhor Deus (v. 4);
• Onde os fracos não têm vez nem voz, o melhor a fazer não é lutar pelos seus próprios direitos, mas clamar a Deus: “Tu és o meu refúgio; és tudo o que tenho na terra dos viventes” (v. 5);
• Onde arrogantes e fortes pensam dominar, os abatidos, humildes e perseguidos devem pedir a atenção do Deus que preza por nossas orações (v. 6);
• Aqueles que anseiam por libertação estão procurando obter uma experiência miraculosa para, então, proclamar, louvar e adorar ao Deus que ama aos humildes e justos (v. 7).

“Cárcere” neste salmo é um “termo figurado que se refere aos problemas e a condições desesperadoras da vida, causadas por inimizade, perseguição e isolamento” (Bíblia Andrews). Que cristão nunca esteve num cárcere assim? Até Davi esteve… Jesus também!

Nota-se que, “mesmo em uma situação de desespero e depressão, Davi sabe que está nas mãos de Deus. Essa consciência lhe dá coragem renovada para confiar no Senhor, o único refúgio em sua vida” (Bíblia Andrews).

Quem sofre bullying deve,
1. …saber que Deus está esperando nossas orações;
2. …crer que Deus conhece cada uma de nossas condições;
3. …confiar que Deus acode-nos em todas as nossas necessidades;
4. …fazer do Senhor o único refúgio de sua vida – em todas as ocasiões.

Precisamos clamar pela misericórdia divina para que tenhamos paz nas tribulações! Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.




%d blogueiros gostam disto: