Reavivados por Sua Palavra


SALMO 135 – ACESSE AQUI O POST DESEJADO by Jeferson Quimelli
16 de junho de 2020, 4:00
Filed under: Sem categoria

TEXTO BÍBLICO SALMO 135 – Leia a Bíblia antes

SALMO 135 – COMENTÁRIO BLOG MUNDIAL (Associação Geral)

SALMO 135 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS

COM. TEXTO ROSANA GARCIA BARROS

COM. TEXTO PR. HEBER TOTH ARMÍ

COM. TEXTO MARIA CAROLINA FERREIRA

COM. VÍDEO PR ADOLFO SUAREZ (link externo)

COM. VÍDEO PR VALDECI JÚNIOR (link externo)

COM. VÍDEO PR EVANDRO FÁVERO (link externo)

VÍDEO PR WEVERTON CASTRO E EQUIPE (link externo)

VÍDEO PR RONALDO DE OLIVEIRA (link externo)

VÍDEO PR MICHELSON BORGES (link externo)



SALMO 135 by Jeferson Quimelli
16 de junho de 2020, 0:55
Filed under: Sem categoria

Texto bíblico: https://pesquisa.biblia.com.br/pt-BR/NVI/sl/135

Será que sabemos quão grande é o nosso Deus, o único Deus verdadeiro? Quando experimentamos a Sua grandiosidade, a nossa resposta é louvá-lo. Nós temos o rei do universo como nosso Deus e Pai!

“Nada temos a temer quanto ao futuro, a menos que nos esqueçamos da maneira como o Senhor nos guiou e Seus ensinamentos que ministrou em nossa história passada”. ME3 162.3

Quando nos lembramos do que Deus fez em nosso passado, louvamos. Quando compartilhamos com outras pessoas as histórias do que Deus fez por nós isso dá a eles esperança e coragem e lhes ajuda a ver a Deus sob uma luz positiva. Repartimos com outras pessoas não apenas a liderança divina, mas o que aprendemos com a Sua liderança em nossa vida. Ao compartilharmos o que Deus fez por nós, construímos a Sua reputação e assim contribuímos para que outros confiem mais no Senhor.

As palavras deste Salmo foram escritas especialmente para os sacerdotes e levitas que serviam no templo, mas estas palavras também se referem a nós. Somos escolhidos e chamados a fazer parte de um sacerdócio santo que constantemente serve a Deus e que proclama as Suas ações perante outras pessoas. Louvado seja o nome do Senhor!

Vicky Perry
Bibliotecária
Mt. View, Havaí, EUA

Texto original: https://www.revivalandreformation.org/?id=859
Tradução: Jeferson Quimelli/Pr Jobson Santos/Gisele Quimelli



SALMO 135 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by Jeferson Quimelli
16 de junho de 2020, 0:50
Filed under: Sem categoria

264 palavras

Introdução. O Salmo 135 é um apelo para louvar ao Senhor por causa do que Ele fez por Seu povo e por causa do que Ele é para Seu povo. A primeira seção (v. 1-14)contém uma exortação para louvar ao Senhor por Sua bondade. A isto se segue uma denúncia aos ídolos e outra exortação para que o nome de Deus seja exaltado (v. 15-21). CBASD – Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 3, p. 1033.

2 Vós que assistis. Um chamado especialmente aos sacerdotes e ministros (ver com. dos v. 19, 20). CBASD, vol. 3, p. 1033.

4 Possessão. Do heb. segullah, “propriedade pessoal” (ver Dt 7:6, 7; 14:2; cf. 1Pe 2:9). CBASD, vol. 3, p. 1033.

5 Acima de todos os deuses. Os outros deuses não possuem existência real (ver v. 15-18). CBASD, vol. 3, p. 1033.

8 Feriu aos primogênitos. As pragas do Egito foram uma poderosa manifestação da soberania de Deus. A décima praga foi especialmente severa e impressionante (ver com. de Êx 12:29). CBASD, vol. 3, p. 1033.

11 Seom … Ogue. Seom e Ogue tentaram interromper a viagem dos israelitas para a Palestina (Nm 21:21-35; Dt 2:30-37; 3:1-13). CBASD, vol. 3, p. 1033.

12 Herança. Os territórios de Seom e Ogue foram ocupados pelos rubenitas, gaditas e a meia tribo de Manassés (Nm 32:33). CBASD, vol. 3, p. 1033.

14 Casa de Arão. Os sacerdotes (ver Êx 29:9). Aqueles que ocupam um alto posto espiritual devem ser os primeiros a receber as bênçãos de Deus.CBASD, vol. 3, p. 1034.

20 Casa de Levi. Quando Israel caiu em idolatria e Moisés fez um chamado para os que estavam do lado do Senhor, todos os filhos [descendentes] de Levi atenderam (ver com. de Êx 32:26) e foram separados para o santo serviço (ver com. de Nm 18:6). CBASD, vol. 3, p. 1034.



SALMO 135 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
16 de junho de 2020, 0:45
Filed under: Sem categoria

“Louvai ao Senhor, porque Ele é bom; cantai louvores ao Seu nome, porque é agradável” (v.3).

O Salmo de hoje é um convite ao louvor e adoração a Deus. Mas como é difícil dar graças a Deus na crise! Como é difícil acreditar que nas tempestades Jesus está conosco na embarcação! Foi em meio a uma terrível tempestade de ventos, onde as ondas batiam com violência no barco e tudo dava a entender que naufragariam e morreriam, que os discípulos viram uma das cenas mais estranhas: “Jesus dormia” (Mt.8:24). Como entender que seu Mestre dormia justamente no momento de tão grande necessidade?

Confusos e amedrontados, os discípulos despertaram Jesus, “clamando: Senhor, salva-nos! Perecemos!” (Mt.8:25). Então Jesus os censurou por sua tímida confiança e, “levantando-Se, repreendeu os ventos e o mar; e fez-se grande bonança” (Mt.8:26). O questionamento posterior dos discípulos explica a reação destes: “Quem é este que até os ventos e o mar Lhe obedecem?” (Mt.8:27). Aqueles homens aceitaram o convite de andar com Jesus, mas ainda não O conheciam. Contemplaram, porém, com admiração, Aquele que mais tarde reconheceriam como o Filho do Deus vivo.

Os filhos de Israel foram testemunhas oculares dos maravilhosos prodígios de Deus no Egito e como desbaratou reis e exércitos para dar-lhes a herança prometida. Contudo, como foi dura e penosa a sua jornada por causa de sua pequena fé. Quantos rejeitaram a obra de lapidação simplesmente porque seus caprichos e vontades ocuparam o lugar de Deus em seu coração. Como na embarcação os discípulos viram a manifestação do poder de Deus, a Israel foram dadas inúmeras provas do poder e do cuidado do Senhor. Contudo, enquanto os discípulos se admiraram, os filhos de Israel murmuraram.

Qual tem sido a nossa decisão diante dos reveses da vida? Clamar ou murmurar? Apesar da fé deficiente, os discípulos recorreram à Fonte correta e foram agraciados com grande bonança. Mas quão maior teria sido aquela experiência se, como Paulo e Silas mesmo com seus corpos dilacerados por açoites e presos de forma desumana foram libertos enquanto oravam e louvavam a Deus (At.16:25), quão diferente seria o relato daquela experiência. Porque “assim diz o Senhor, o Santo de Israel: Em vos converterdes e em sossegardes, está a vossa salvação; na tranquilidade e na confiança, a vossa força” (Is.30:15).

Jesus nos deixou claro recado: “No mundo, passais por aflições; mas tende bom ânimo; Eu venci o mundo” (Jo.16:33). Portanto, diante das provas e dificuldades, declare: “eu sei que o Senhor é grande” (v.5). “Louvai ao nome do Senhor; louvai-O, servos do Senhor” (v.1)! Perto como estamos do “tempo de angústia qual nunca houve” (Dn.12:1), “vós que temeis ao Senhor, bendizei ao Senhor” (v.20) e Ele nos concederá eterna bonança. Vigiemos e oremos!

Bom dia, vós que temeis ao Senhor!

Desafio da semana: Escolha um dia da semana para jejuar e orar por sua família.

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Salmo135 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100



SALMO 135 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by Jeferson Quimelli
16 de junho de 2020, 0:40
Filed under: Sem categoria

SALMO 135 – Sempre gostei muito de ler. Quando criança, no verão, sentava sob as folhas de uma planta de chuchu com um livro na mão, para refrescar o corpo e alimentar a mente.

No Ensino Médio, no IASP (Instituto Adventista de São Paulo), frequentava a biblioteca para ler biografias de grandes nomes da história: Galileu Galilei, Alexander Graham Bell, Isaac Newton, entre outros cientistas. Quando fiz um teste vocacional, o resultado foi surpreendente: Revelou-me uma inclinação para o campo de exatas – sendo que sempre fui muito mais da área de humanas.

Conclusão, somos o que contemplamos. Refletimos aquilo que mais dedicamos nosso tempo. Por isso, quanto mais passarmos tempo com Deus, mais parecido com Ele nos tornaremos.

Então, permita que este Salmo te leve para mais perto dEle hoje. Medite profundamente:

1. Deus merece louvores das grandes personalidades do mundo, e também das pessoas mais simples, porque Ele é bom e adorar-Lhe é agradável ao coração humano (vs. 1-3).

2. Apesar de que o pecado nos separa de Deus, Cristo rompeu com essa barreira para formou um povo de pecadores regenerados para ser Seu representante no mundo: A igreja (v. 4).

3. Deus é eterno, infinito e todo-poderoso, Ele é Rei de reis e Senhor dos senhores. Ele é superior a todos os deuses e ídolos existentes (v. 5);

4. Deus é Criador, Seus feitos são incomparáveis, sobrenaturais:
a) Na natureza, Deus revela Sua soberania em todo lugar e época (vs. 6-7);
b) Na história humana, Deus interfere com maestria revelando sua superioridade incomparável (vs. 8-12);

5. O nome de Deus nunca desaparecerá da mente da humanidade, Seu amor e cuidado sempre serão lembrados por alguém no mundo e na história (vs. 13-14).

6. Deus repreende deuses insignificantes e adoradores de divindades falsas: “Os deuses das nações pagãs são meras bugigangas, artigos em liquidação nos mercados […]. Os que os fabricam e confiam neles, como eles se tornam” (vs. 15-18):
a) Bocas esculpidas que não podem falar;
b) Olhos pintados que não podem ver;
c) Ouvidos entalhados que não podem ouvir – madeira morta, frio metal!

7. Pessoas de todos os níveis culturais e sociais precisam ser convocadas a testemunhar profusamente do terno e paterno caráter do Deus vivo e verdadeiro (vs. 19-21).

Vamos testemunhar mais? – Heber Toth Armí.




%d blogueiros gostam disto: