Reavivados por Sua Palavra


SALMO 119 – ACESSE AQUI O POST DESEJADO by Jeferson Quimelli
31 de maio de 2020, 6:30
Filed under: Sem categoria

TEXTO BÍBLICO SALMO 119 – Leia a Bíblia antes

SALMO 119 – COMENTÁRIO BLOG MUNDIAL (Associação Geral)

SALMO 119 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS

COM. TEXTO ROSANA GARCIA BARROS

COM. TEXTO PR. HEBER TOTH ARMÍ

COM. VÍDEO PR ADOLFO SUAREZ (link externo)

COM. VÍDEO PR EVANDRO FÁVERO (link externo)

VÍDEO PR WEVERTON CASTRO E EQUIPE (link externo)

COM. VÍDEO PR VALDECI JÚNIOR (link externo)

COM. VÍDEO PR MICHELSON BORGES (link externo)

COM. VÍDEO PR RONALDO DE OLIVEIRA(link externo)



SALMO 119 by Jeferson Quimelli
31 de maio de 2020, 0:55
Filed under: Sem categoria

Texto bíblico: https://pesquisa.biblia.com.br/pt-BR/NVI/sl/119

Este é o capítulo mais longo da Bíblia e é dividido em 22 segmentos, cada um deles iniciado, no original, pelas palavras do alfabeto hebraico. Cada segmento ou estrofe é uma meditação sobre as excelências da Palavra de Deus e da importância dela em nossas vidas. É uma canção de amor apaixonado de Davi pela Palavra de Deus.

É incrível como Deus preservou a Bíblia ao longo da história. Ela é publicada em mais de 400 línguas e milhares de exemplares são distribuídos todas as semanas. Mais livros foram escritos sobre a Bíblia do que sobre qualquer outro assunto e mais escritores citaram a Bíblia do que qualquer outra fonte. Existem mais manuscritos antigos da Bíblia do que documentos de qualquer outro escrito antigo popular. Então, quando Davi canta a Palavra de Deus como uma luz que brilha na escuridão (v. 105), a evidência é esmagadora.

Muitas bênçãos nos chegam a partir do estudo da Palavra de Deus, mentalmente, fisicamente , e, acima de tudo, espiritualmente. Quando Jesus foi tentado no deserto pelo maligno, Ele dependeu unicamente das Escrituras (Mateus 4:1-11). Isso é o que precisamos fazer cada vez mais à medida que avançamos em direção ao fim dos tempos.

Passemos tempo com a Palavra de Deus. Não somente para aprender intelectualmente o que a Bíblia diz, mas para colocar em prática os seus ensinos em nossas vidas. Deus fala amorosamente ao nosso coração através da Bíblia.

Dwight Nelson
Andrews University, Estados Unidos

 

Texto adicional da última rodada de leitura:

Passemos tempo com a Palavra de Deus. Não somente para aprender intelectualmente o que a Bíblia diz, mas para colocar em prática os seus ensinos em nossas vidas. Deus fala amorosamente ao nosso coração através da Bíblia.

 

Texto original: https://www.revivalandreformation.org/?id=843
Tradução: Jeferson Quimelli/Pr Jobson Santos/Gisele Quimelli



SALMO 119 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by Jeferson Quimelli
31 de maio de 2020, 0:50
Filed under: Sem categoria

1317 palavras

Introdução. O Salmo 119 apresenta a alegria e felicidade que vem à pessoa que toma a lei de Deus como conselheira e guia. O salmo é acróstico e consiste em 22 seções que representam as 22 letras do alfabeto hebraico; cada seção contém oito versos (ver p. xxi). No hebraico, todos os versos da primeira seção começam com ‘alef, a primeira letra do alfabeto hebraico; todos os versos da segunda seção começam com beth, a segunda letra do alfabeto hebraico, e assim por diante. CBASD – Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 3, p. 1005.

9 Tua palavra. A vitória sobre a tentação ocorre para aqueles que efetivamente empregam a “espada do Espírito, que é a Palavra de Deus”(Ef 6″17). “Está escrito”, foi a maneira pela qual o Mestre refutou as sutis tentações de Satanás (ver Mr 4:4, 7, 10). a juventude hoje deve empregar a mesma arma espiritual. A mente deve se alimentar constantemente da Palavra, senão as defesas cairão e Satanás obterá vantagem. A negligência da meditação e do estudo da Palavra  resulta em séria perda. CBASD, vol. 3, p. 1006.

11 Guardo no coração. Este verso contém o segredo da verdadeira vida cristã. Um mero conhecimento da Palavra não nos guardará do pecado. No entanto, quando a Palavra é entesourada no coração, temos as armas com as quais enfrentar o astuto inimigo (ver Jó 23:12; Pv 2:1, 9; Jr 31:33). CBASD, vol. 3, p. 1006.

14 Com todas as riquezas. Aquele que crê na Palavra encontra mais satisfação em seus tesouros do que o rico em suas riquezas. A Palavra de Deus é muito mais desejável que ouro e pedras preciosas. Os tesouros celestes duram para toda a eternidade (ver Mt 6:19-21). CBASD, vol. 3, p. 1006.

15 Meditarei. Quando a alma medita nas verdades da Palavra de Deus, estas verdades se tornam parte da vida. Uma leitura apressada, sem reflexão, realiza pouco bem. A meditação silenciosa permite que o Espírito santo aplique devidamente as declarações gerais de princípio à experiência individual. … A meditação auxilia na proteção contra a tentação. CBASD, vol. 3, p. 1006, 1007.

25 Apegada ao pó. Uma imagem que denota angústia profunda (ver Sl 22:29; 44:25). CBASD, vol. 3, p. 1007.

39 Opróbrio. Possivelmente uma referência ao desprezo que o salmista pensava que as pessoas manifestariam contra ele caso não conseguisse fazer jus à sua profissão de fé, ou uma referência ao desprazer de Deus por causa de sua desobediência. CBASD, vol. 3, p. 1008.

42, 43 Saberei responder … Não tire jamais … a palavra. Comparar com 1Pe 3:15. Um cristão vitorioso é, em si mesmo, o maior argumento em favor da verdadeira piedade (ver OR, 122). … o salmista ora para que, quando falar em defesa de sua fé, que seja com liberdade e de um modo digno de sua alta profissão. CBASD, vol. 3, p. 1009.

50 A Tua palavra me vivifica. A Palavra de Deus é um conforto em todo o tempo de aflição. Todos que necessitam de conforto encontrarão provisão infalível na Palavra de Deus. Mesmo que o consolo divino não remova a aflição, erguerá o aflito acima dela. CBASD, vol. 3, p. 1009.

53 Indignação. Ele [o salmista] se assombra com o fato de que as pessoas sejam tão insensíveis e descuidadas. O fato de os ímpios zombarem não parece causar grande preocupação ou alarme quanto ao fato de que eles estavam abandonando a lei. Ele sabia que, no final, os ímpios seriam destruídos por causa disso. CBASD, vol. 3, p. 1009.

55 Durante a noite. As insone horas noturnas podem ser proveitosamente despendidas em meditação sobre Deus e Sua lei (sobre a importância da meditação, ver com. do v. 15). CBASD, vol. 3, p. 1010.

62 Meia-noite. Enquanto outros dormiam e tudo estava silencioso e calmo, as escuras horas da meia-noite eram passadas em louvor e devoção (ver com. do v. 55). CBASD, vol. 3, p. 1010.

63 Companheiro. Aqueles que amam a Deus buscam seus amigos mais queridos dentre o povo de Deus. Os semelhantes se atraem, e uma pessoa é conhecida pelos companheiros que escolhe. CBASD, vol. 3, p. 1010.

71 Foi-me bem. Embora geralmente a aflição venha de pessoas más, Deus a reverte em bem (ver com. de Sl 38:3). Ainda que a tristeza e o sofrimento pareçam difíceis de suportar, as lições aprendidas dessas experiências são inestimáveis para o desenvolvimento do caráter cristão. CBASD, vol. 3, p. 1011.

83 Odre. Antigamento, alguns recipientes de água eram feitos de pele. Davi se compara a um recipiente de pele ressecada ou enrugada e esfumaçada. CBASD, vol. 3, p. 1011.

87 Quase deram cabo de mim. O salmista decidiu que nada que as pessoas fizessem o afastaria de seu propósito de obedecer aos santos preceitos de Deus. Deus honra a pessoa que prefere morrer a se desviar do caminho correto. CBASD, vol. 3, p. 1011.

90 E ela permanece. Deus é fiel a Suas promessas em todas as épocas e em todos os lugares. CBASD, vol. 3, p. 1012.

96 Perfeição. Aparentemente, o salmista viu uma limitação em todo ser humano e, em contraste, a revelação de Deus lhe pareceu insondável. CBASD, vol. 3, p. 1012.

Ilimitado. Não há fim para os tesouros que serão descobertos ao contemplarmos as grandes verdades contidas na lei de Deus. Este tema nunca será exaurido. … É uma perfeita representação da santidade divina, e somos levados a compreender quão imperfeitos somos quando julgamos nossa vida por esses elevados padrões. CBASD, vol. 3, p. 1012.

97 Quanto amo a Tua lei! Pode-se ler, ouvir, falar e pregar sobre a lei de Deus; no entanto, a menos que se ame Seus preceitos, essas ações não resultarão em proveito. A lei de Deus só pode ser verdadeiramente reverenciada e obedecida no coração em que habita o amor. CBASD, vol. 3, p. 1012.

98 Mais sábio. Quem orienta sua vida pelos preceitos de Deus é verdadeiramente sábio. Quem é ensinado por Deus desenvolve uma sabedoria prática com a  qual nenhum inimigo da verdade consegue concorrer (ver Ed, 124; OP, 115). CBASD, vol. 3, p. 1012.

100 Os idosos. Aqueles que se aplicam diligentemente ao estudo da Palavra de Deus possuem mais conhecimento real que o idoso filósofo que não parou para beber da fonte de toda verdadeira sabedoria (ver com. do v. 98). CBASD, vol. 3, p. 1012.

105 Lâmpada. A Palavra de Deus ilumina o caminho para que as pessoas andem com segurança nas trevas espirituais deste mundo. Aquele que conta com esta luz para guiá-lo não precisa tropeçar, mesmo que seu caminho esteja cercado pelo mal (2Pe 1:19). CBASD, vol. 3, p. 1012.1013.

115 Apartai-vos de mim. Ver 1Co 5:9; 2Ts 3:14. Davi evita a companhia dos ímpios, porque eles impedem seu cresimento espiritual. É melhor cultivar a amizade daqueles cuja influência nos elevam a um alto nível de espiritualidade. CBASD, vol. 3, p. 1013.

122 Sê fiador. Ver Gn 43:9. CBASD, vol. 3, p. 1013.

126 Para intervires. Os ímpios caíram em um nível de desobediência tão baixo que Davi sente a necessidade de uma intervenção divina e que o Senhor deveria trazer rápido julgamento sobre eles. No entanto, Deus é longânimo e tardio para destruir qualquer pessoa. Ele anseia que todos se arrependam e abandonem seus maus caminhos. CBASD, vol. 3, p. 1013, 1014.

127 Mais do que o ouro refinado. Os melhores bens terrenos não são comparáveis aos tesouros da Palavra de Deus. CBASD, vol. 3, p. 1014.

134 Opressão. Davi sabia por experiência o que era opressão. Ele passou por muitas provações e dificuldades. Orou para ser liberto de qualquer coisa que pudesse impedi-lo de guardar os preceitos de Deus. CBASD, vol. 3, p. 1014.

139 O meu zelo me consome. Ver com. de Sl 69:9; ver também com. de Jo 2:17. CBASD, vol. 3, p. 1014.

141 Pequeno sou e desprezado. Davi tinha um conceito humilde sobre si mesmo. Grandes pessoas nunca se consideram grandes. CBASD, vol. 3, p. 1014.

148 Antecipam-se. A noite era frequentemente dividida em três vigílias (Lm 2:19; ver com. de Jz 7:19; 1Sm 11:11). O salmista se compara a alguém que está escalado para o trabalho durante essas vigílias noturnas. Antes da hora do compromisso ele está desperto, meditando na Palavra de Deus. CBASD, vol. 3, p. 1014, 1015.

161 Príncipes. Ver v. 23. As pessoas que deveriam simpatizar com Davi estavam entre seus adversários mais ferrenhos. Estes líderes da realeza foram eleitos para vingar os oprimidos e proteger os desamparados. Em vez de realizar sua tarefa, gastavam o tempo perseguindo o justo. CBASD, vol. 3, p. 1015.

165 Grande paz. Embora haja perturbação e conflitos externos, há paz no coração daquele que ama a lei de Deus. CBASD, vol. 3, p. 1015.

 



SALMO 119 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
31 de maio de 2020, 0:45
Filed under: Sem categoria

“Lâmpada para os meus pés é a Tua Palavra e, luz para os meus caminhos” (v.105).

Porque devo obedecer à Lei de Deus? Os dez mandamentos dados por Deus a Moisés no Sinai ainda são válidos? Só os judeus devem guardar os mandamentos? Jesus substituiu o decálogo por mandamentos novos? Ele aboliu os mandamentos de Seu Pai na cruz? O Senhor não ignora tais perguntas, pelo contrário, Ele deseja responder a cada uma e aponta para a Sua Palavra como a fonte das descobertas para o indagador. Na verdade, o Criador é o maior especialista quando se trata de abordagem interrogativa. O supremo Professor sabe bem como instigar Seus alunos a tomar decisões de forma racional.

Escrito em acróstico e separado por parágrafos iniciados com as letras sucessivas do alfabeto hebraico, o maior Salmo e maior capítulo da Bíblia, poderia, por si só, responder a todas aquelas perguntas. A sua extensão, ordem e excelência linguística indica o grau de importância de seu conteúdo. A Palavra, a Lei, os preceitos, os estatutos, os juízos, os mandamentos, são apresentados como uma salvaguarda, e não como uma arbitrária imposição. Cheio de amor, intrepidez e certeza, o salmista expôs uma sequência de características empregadas à Lei do Senhor como um manancial inesgotável de bênçãos e de regozijo.

Em cada versículo há a beleza de quem descobriu a verdadeira felicidade; de quem percebeu que a vida não faz sentido se não for vivida nos moldes dAquele que o criou. Que o pecado, que “é a transgressão da Lei” (1Jo.3:4), era justamente o motivo pelo qual o Messias desceria à Terra para morrer em nosso lugar. Em cada sentença, seu coração clamava pelo auxílio e ensino do Único capaz de ordenar a sua vida e torná-la um testemunho das benesses da obediência. Reconhecendo a sua dependência de Deus, foi um instrumento inspirado na revelação do caráter divino, na obra de indicar “a vereda dos… mandamentos” (v.35) em que Cristo andaria com perfeição.

A Lei dada a Israel no Sinai não fazia dela uma lei restrita da nação, mas fazia da nação responsável por anunciá-la ao mundo. Em seu escopo está contido o desejo de Deus de preparar um povo para o Céu, fundamentado na “palavra da verdade” (v.43). Um povo que não se envergonhe de falar o que é direito e justo, ainda que sua conduta seja o único “discurso” que possa manifestar. Que não tenha orgulho de si mesmo, mas em conhecer ao Senhor pela poderosa influência de uma vida perfeitamente habilitada “para toda boa obra” (2Tm.3:17). Em Jesus, podemos obter o necessário preparo para a vida futura. Em Sua obediência e fidelidade, a lição primordial de que devemos guardar os preceitos do Senhor “de todo o coração” (v.69): “Se guardardes os Meus mandamentos, permanecereis no Meu amor; assim como também Eu tenho guardado os mandamentos de Meu Pai e no Seu amor permaneço” (Jo.15:10).

Em Sua infinita graça e bondade, o Senhor prometeu bênçãos incontáveis aos “filhos da obediência” (1Pe.1:14). Suas promessas são mais valiosas “do que milhares de ouro ou de prata” (v.72) e a fidelidade delas “estende-se de geração em geração”, desde a fundação da Terra (v.90). Com propriedade, o sábio Salomão chegou à seguinte conclusão: “Teme a Deus e guarda os Seus mandamentos; pois este é o dever de todo homem” (Ec.12:13). Mas o Senhor transforma o dever em prazer (v.47), e nos oferece generosamente as dádivas celestiais. E até mesmo na aflição, instrui e aperfeiçoa os que O temem.

Amados, ainda vivemos neste mundo de injustiça e aflição, vulneráveis à maldade predominante. Quando Jesus esteve aqui, também viveu esta realidade, mas, apegado e confiante no poder do alto, em Sua humanidade provou ser possível viver “a boa, agradável e perfeita vontade de Deus” (Rm.12:2). Dando ênfase a todos os mandamentos através de uma síntese inteligente do que seja o cumprimento da Lei (Mt.22:36-40), foi o único Homem a deixar registro de uma vida sem pecado. Por meio dEle, porém, somos motivados a experimentar o “legado perpétuo” dos testemunhos divinos que “constituem o prazer do coração” (v.111), e sermos fiéis “até ao fim” (v.112), por Seus méritos eternos.

Já é tempo, Senhor, para intervires, pois a Tua lei está sendo violada” (v.126). Não há outro meio, senão a desobediência, em que Satanás atue com fremente esforço a fim de “roubar, matar e destruir” (Jo.10:10). É em lançar por terra a Lei de Deus, que o inimigo das almas avança em seu plano de ação contra a humanidade. Foi para refutar o enganador e proteger os Seus santos, que Cristo aclarou a verdade que os ministros do maligno tentam deturpar: “Porque em verdade vos digo: até que o céu e a terra passem, nem um i ou um til jamais passará da Lei, até que tudo se cumpra” (Mt.5:18). Mediante os últimos sonidos da terceira mensagem angélica, que façamos parte daqueles que, pela obediência, serão “o fruto do penoso trabalho” de Cristo Jesus (Is.53:11): “os que guardam os mandamentos de Deus e têm a fé em Jesus” (Ap.14:12). Vigiemos e oremos!

Feliz semana, os que amam a Lei do Senhor!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Salmo119 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100



COMENTÁRIO SALMO 119 – PR. HEBER TOTH ARMÍ by Jeferson Quimelli
31 de maio de 2020, 0:40
Filed under: Sem categoria

SALMO 119 – Bebidas alcoólicas, cigarros, drogas, sexo sem compromisso, jogos de azar, e todo tipo de prazer que é contra os princípios divinos apenas iludem, pois são apenas paliativos que apenas arruínam a alma humana.

Estudar a Bíblia de verdade, com oração e dedicação intensa, resulta em alegria e prazeres que superam aos prazeres mundanos mesmo concentrados. O Salmo 119 é o maior dos Salmos, o maior capítulo bíblico, com 176 versículos. Por que alguém escreveria tanto sobre a Palavra de Deus senão por prazer?

Uma síntese do Salmo realizada por E. W. Grand revela o apreço do salmista pela Palavra divina:
1. A bem-aventurança de obedecer a Palavra (vs. 1-8);
2. Purificação pela Palavra (vs. 9-16);
3. Discernimento pela Palavra (vs. 17-24);
4. Insuficiência pessoal percebida por meio da Palavra (vs. 25-32);
5. O poder da Palavra (vs. 33-40);
6. Vitória por meio da Palavra (vs. 41-48);
7. Descanso e consolo por meio da Palavra (vs. 49-56);
8. A perseverança na Palavra (vs. 57-64);
9. A preciosidade da Palavra em bons e maus momentos (vs. 65-72);
10. Discernimento por meio da Palavra (vs. 73-80);
11. O aflito é fortalecido pela Palavra (vs. 81-88);
12. O caráter eterno da Palavra (vs. 89-96);
13. Sabedoria por meio da Palavra (vs. 97-104);
14. A Palavra é lâmpada e luz para todas as ocasiões (vs. 105-112);
15. Os perversos e a Palavra (vs. 113-120);
16. Separação e livramento por meio da Palavra (vs. 121-128);
17. Alegria e comunhão por meio da Palavra (vs. 129-136);
18. Zelo pela Palavra (vs. 137-144);
19. Experiência por meio da Palavra (vs. 145-152);
20. Salvação por meio da Palavra (vs. 153-160);
21. A perfeição da Palavra (vs. 161-168);
22. Oração e louvou por meio da Palavra (vs. 169-176).

Cada estrofe contém oito versículos, iniciando com cada uma das 22 letras do alfabeto hebraico – um magnífico poema artístico exaltando a Palavra de Deus revelada à humanidade.

Um ponto relevante deste Salmo é que não existe reavivamento espiritual genuíno, sólido e duradouro fora da Palavra de Deus (vs. 25, 37, 40, 50, 88, 107, 149, 154, 156, 159). “A Palavra de Deus tem um poder vivo, porque a Palavra escrita não pode ser separada de Sua pessoa” (Neil T. Anderson).

Sejamos reavivados pela Palavra – Heber Toth Armí.




%d blogueiros gostam disto: