Reavivados por Sua Palavra


SALMO 104 – ACESSE AQUI O POST DESEJADO by Jeferson Quimelli
16 de maio de 2020, 1:10
Filed under: Sem categoria

TEXTO BÍBLICO SALMO 104 – Leia a Bíblia antes

SALMO 104 – COMENTÁRIO BLOG MUNDIAL (Associação Geral)

COMENTÁRIOS SELECIONADOS

COM. TEXTO ROSANA GARCIA BARROS

COM. TEXTO PR. HEBER TOTH ARMÍ

COM. VÍDEO PR ADOLFO SUAREZ (link externo)

COM. VÍDEO PR EVANDRO FÁVERO (link externo)

VÍDEO PR WEVERTON CASTRO E EQUIPE (link externo)

COM. VÍDEO PR RONALDO DE OLIVEIRA(link externo)

COM. VÍDEO PR VALDECI JÚNIOR (link externo)



SALMO 104 by Jeferson Quimelli
16 de maio de 2020, 0:55
Filed under: Sem categoria

Texto bíblico: https://pesquisa.biblia.com.br/pt-BR/NVI/sl/104

O 104º Salmo é belo em retratar habilmente a criação e a natureza em palavras poéticas. Podemos imaginar Davi com sua harpa, olhando para as colinas, lembrando-se de seus dias como pastor. Ele derrama neste salmo louvor em versos deliciosos e metáforas incomparáveis. Ele exalta a Deus porque conhece profundamente e pessoalmente Seu caráter, majestade e gênio criativo.

Davi também menciona as provisões materiais que Deus fez para seu povo – comida da terra, vinho para alegrar seus corações, óleo para fazer seus rostos brilharem e pão para dar força, tudo ainda no fluxo poético de louvor ao Criador. Seu coração transborda de gratidão e reconhecimento das bênçãos que Deus concedeu.

Davi promete cantar louvores ao Senhor enquanto ele viver. Suas canções de louvor têm sido uma inspiração para o povo de Deus ao longo de milhares de anos e podem inspirá-lo ainda hoje. Há evidências abundantes de que louvar a Deus traz como consequência muitas bênçãos. Nós também podemos louvar a Deus através de sublimes poesias, incorporando esses Salmos em nossas orações.

Eileen VanTassel
Igreja Adventista do Sétimo Dia em Riverside
Washougal, Washington EUA

Texto original: https://www.revivalandreformation.org/?id=828
Tradução: Jeferson Quimelli/Pr Jobson Santos/Gisele Quimelli



SALMO 104 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by Jeferson Quimelli
16 de maio de 2020, 0:50
Filed under: Sem categoria

709 palavras

Alguns tem dito que valeria a pena estudar o hebraico por dez anos se assim, como resultado do estudo, fosse possível ler este salmo no original. CBASD – Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 3, p. 969.

O poeta, depois de sua introdução num só versículo, projetou de modo concêntrico [quiástica/simétrica e torno de um centro] o corpo principal do seu poema, com estrofes que consistem em três-cinco-nove-cinco-três versículos. Bíblia de Estudo NVI Vida.

2 Coberto. Deus é representado como Se envolvendo em um grande manto de luz. CBASD, vol. 3, p. 969.

luz. Cf. o primeiro dia da criação em Gn 1. Bíblia de Estudo NVI Vida.

céus. Cf. o segundo dia da criação em Gn 1. Bíblia de Estudo NVI Vida.

Os v. 2 a 4 podem ser comparados com a obra dos primeiros dias da criação, quando a luz e o firmamento foram criados para substituir as trevas e o caos. CBASD, vol. 3, p. 969.

3 Pões nas águas o vigamento. Uma representação poética (ver Sl 18.11, Am 9:6). CBASD, vol. 3, p. 969.

4 Anjo pode significar “servo”ou “mensageiro”. Bíblia Shedd.

Fazes a Teus anjos ventos. Ver Hb 1:7. A tradução “faz dos ventos Seus mensageiros” (ARC) de algumas versões, é gramatical e lexicamente possível. CBASD, vol. 3, p. 969.

5-9 Uma descrição da obra de Deus na criação do mundo. Bíblia Shedd.

5 Fundamentos. O salmista descreve a terra poeticamente como descansando sobre um firme fundamento (ver Jó 38:4-6; cf. Jó 26:7), possivelmente para enfatizar a estabilidade da criação de Deus (comparar a obra da primeira parte do terceiro dia da criação, em Gn 1:9, 10, com os v. 5-9). CBASD, vol. 3, p. 969.

A terra é construída nos fundamentos de Deus Ele garante a sua permanência. … Mesmo que apesar de que um dia os céus e a terra serão destruídos (2Pe 3:10), Ele criará um novo céu e uma nova terra que existirão para sempre (Is 65:17; Ap 21:1). O mesmo poder que sustenta o mundo também provê um firme fundamento para os que crerem. Life Application Study Bible Kingsway.

7 águas fugiram. Cf. o terceiro dia da criação em Gn 1. Bíblia de Estudo NVI Vida.

15 Vinho … azeite … pão. A videira, a oliveira e o trigo na cultura de Israel eram considerados básicos para o sustento da vida e representavam a agricultura em geral. Bíblia Shedd.

16-18 O Líbano bem irrigado, com suas árvores gigantes, com suas revoadas de aves e com seus animais alpinos, o epítome [o que resume, simboliza, serve como modelo ideal] do parque terrestre de Deus (v. 72.16; 2Rs 14:9; 19.23; Is 10:34; 35.2; 40.16; 60.13; Jr 22.6; Os 14.7). Bíblia de Estudo NVI Vida.

18 Arganazes. Do heb. shefannim, possivelmente texugos das rochas (ver com. de Pv 30:26). CBASD, vol. 3, p. 970.

19-23 Os tempos e as épocas estão nas mãos de Deus (Ec 3.1-8, Gn 1.14). Bíblia Shedd.

Os ciclos ordeiros da vida na terra, governados pela lua e pelo sol. Cf. o quarto dia da criação em Gn 1. Bíblia de Estudo NVI Vida.

24-26 O reino marinho. Cf. o quinto dia da criação em Gn 1. O âmbito marinho forma um equilíbrio, na estrutura literária, com o âmbito celestial (v. 2-4) que é o outro limite ao âmbito da terra. Bíblia de Estudo NVI Vida.

24-30 Meditação sobre o significado desses fatos naturais que o salmista descreve. Bíblia Shedd.

26 Leviatã (NVI; ARA: “monstro marinho)”. Aqui, “leviatã”simplesmente significa uma grande e ativa criatura do mar. Life Application Study Bible Kingsway.

Aquele temível monstro mitológico das profundezas (v. Jó 3.8 e nota) é meramente o bicho de estimação inofensivo de Deus, que brinca no oceano. Bíblia de Estudo NVI Vida.

27-30 Mediante os cuidados benevolentes de Deus, esse jardim zoológico medra [cresce, se desenvolve]. Cf. o sexto dia da criação em Gn 1. Bíblia de Estudo NVI Vida.

29 Hoje, muitas pessoas são arrogantes o suficiente para pensar que elas não precisam de Deus. Mas cada respirar [breath] nosso depende do espírito que Ele soprou [breathed] em nós (Gn 2:7; 3:19; Jó 33:4; 34:14, 15; Dn 5:23). Não apenas nós dependemos de Deus para nossas vidas, mas Ele quer o melhor para nós. Devemos também desejar apreender mais de Seus planos para nós a cada dia. Life Application Study Bible Kingsway.

35 Sejam os pecadores eliminados da terra. Que a terra seja purificada do único elemento que a macula (cf. Ap 21.27). Bíblia de Estudo NVI Vida.

Bendize … ao SENHOR. Do heb. halelu-Yah. Esta é a primeira vez que esta expressão ocorre neste salmo. O termo se tornou parte da linguagem de oração e louvor (ver Sl 105:45; 106:1, 48; etc.). CBASD, vol. 3, p. 970.



SALMO 104 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
16 de maio de 2020, 0:45
Filed under: Sem categoria

“Que variedade, Senhor, nas Tuas obras! Todas com sabedoria as fizeste; cheia está a Terra das Tuas riquezas” (v.24).

No princípio, criou Deus os céus e a terra” (Gn.1:1). Moisés, divinamente inspirado, escreveu o relato da criação, a maravilhosa revelação da primeira semana da Terra. A expressão “Houve tarde e manhã” (Gn.1:5, 8, 13, 19, 23, 31) deixa clara a verdade de que Deus criou o mundo em seis dias literais. Na narrativa de cada dia, o servo de Deus teve o privilégio de compor a história de nossa origem e a arrebatadora forma com que o Criador tudo fez por Sua Palavra, “de maneira que o visível veio a existir das coisas que não aparecem” (Hb.11:3).

Toda a Bíblia aponta para o fato de que o Senhor é o nosso Criador. Toda a natureza aponta para o design inteligente de Deus. “Porque os atributos invisíveis de Deus, assim o Seu eterno poder, como também a Sua própria divindade, claramente se reconhecem, desde o princípio do mundo, sendo percebidos por meio das coisas que foram criadas” (Rm.1:20). Apontando para as obras do Senhor: “Tu estendes o céu” (v.2), “Lançaste os fundamentos da terra” (v.5), “Eis o mar vasto” (v.25), o salmista O exaltou como Aquele que fez “os céus e a terra, o mar e tudo o que neles há” (Êx.20:11).

Mediante a irremediável corrupção humana, Noé ouviu a triste sentença do Criador para a sua geração: “Farei desaparecer da face da Terra o homem que criei, o homem e o animal” (Gn.6:7). Em sua tristeza e sofrimento, Jó foi confrontado com as irrefutáveis palavras do Criador: “Onde estavas tu, quando Eu lançava os fundamentos da terra?” “Ou quem encerrou o mar com portas”? (Jó 38:4 e 8). A Israel, foi declarada a origem de toda vida em forma de mandamento irrevogável: “Lembra-te do dia de sábado para o santificar… porque, em seis dias, fez o Senhor os céus e a terra, o mar e tudo o que neles há” (Êx.20:8 e 11). Frente à insanidade de sua fuga, o profeta Jonas confessou: “Sou hebreu e temo ao Senhor, o Deus do céu, que fez o mar e a terra” (Jn.1:9).

Encerrando os evangelhos, João declarou a respeito de Cristo: “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por intermédio dEle, e, sem Ele, nada do que foi feito se fez” (Jo.1:1-3). Confinado em uma ilha, destituído de liberdade e longe dos irmãos foi que o mesmo apóstolo viu e escreveu a revelação que declara: “Vi novo céu e nova terra, pois o primeiro céu e a primeira terra passaram, e o mar já não existe” (Ap.21:1). A Bíblia inicia com o relato da criação e encerra com a promessa da recriação.

O salmista louva ao Deus Criador que cuida, sustenta, protege, redime e salva. Toda a criação declara ser regida pelas leis do Maestro celestial. A cada sábado, temos o privilégio de participar das bênçãos conferidas a este dia. Como memorial da criação, o sábado vem até nós como uma fragrância do Éden que aponta seguramente para o futuro dos salvos: “E será que… de um sábado a outro, virá toda a carne a adorar perante Mim, diz o Senhor” (Is.66:23). Todos são convidados à eterna celebração, como está escrito: “em qualquer nação, aquele que O teme e faz o que é justo Lhe é aceitável” (At.10:35).

Deleite-se neste dia na certeza de que Aquele que estava no princípio com Deus e que nos comprou com o Seu sangue, em breve voltará e nos levará de volta para Casa. Aceite o Seu dom gratuito e logo Ele te recriará para a eternidade. Vigiemos e oremos!

Feliz sábado, santos em construção!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Salmo104 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100



SALMO 104 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by Jeferson Quimelli
16 de maio de 2020, 0:40
Filed under: Sem categoria

SALMO 104 – Faz muito bem aos seres pensantes erguerem seus olhos para além dos problemas desta vida e das angústias da alma humana para contemplar a beleza de um Deus que nos ama.

Uma análise do renomado teólogo Paul R. House reza:

“O salmo 104 comemora a criação de Yahweh e o cuidado que Ele tem com a terra. É difícil imaginar uma declaração mais completa acerca de quão longe vai o interesse divino pela ordem criada. Toda a história começa com o Senhor, que num momento específico começou todos os acontecimentos. Louvor é a resposta natural de todos os que compreendem a importância de reconhecer Yahweh como o único criador e sustentador”.

O salmo em análise oferece grandes verdades. Derek Kidner não exagera quando declara que “parece que o salmo [104] foi escrito para ser companheiro [do salmo 103] (a julgar pela abertura e encerramento, que se equiparam nos dois salmos). Juntos, os dois louvam a Deus como Salvador e Criador, Pai e Sustentador, ‘misericordioso e poderoso’. Na galáxia do Saltério, estas são estrelas gêmeas da primeira grandeza”.

Após estas preciosas informações, observe estes tópicos teológicos extraídos do texto inspirado:

• Deus é glorioso e magnífico (vs. 1-4);
• Deus é o idealizador, criador e organizador do Planeta Terra (vs. 5-6);
• Deus é o sustentador e o provedor da vida no mundo vegetal, animal e humano (vs. 10-23);
• Deus é dono da plenitude da sabedoria evidentes em suas múltiplas obras criativas (vs. 24-26);
• Deus é o mantenedor e o zelador de Suas criaturas (vs. 27-30);
• Deus é merecedor do louvor de toda a criação, entretanto somente o ser humano foi criado com capacidade de reconhecer isso. Contudo, somos ingratos quando não O louvamos (vs. 31-35).

Há muitos eruditos que percebem uma lógica sequencial deste Salmo em comparação com o relato da criação em Gênesis. Porém, vamos além: “A fluência do salmo segue livremente a ordem da criação, como relatada em Gênesis 1.1-31, mas conclui (v. 35) com uma alusão aos fatos do final dos tempos, registrados em Ap 20-22” (John MacArthur).

O Deus que criou o que o diabo estragou restaurará tudo à sua forma original. Hoje podemos ser novas criaturas (II Coríntios 5:17) aguardando novos céus e nova terra! (II Pedro 3:13) – Heber Toth Armí.




%d blogueiros gostam disto: