Reavivados por Sua Palavra


SALMO 114 – ACESSE AQUI O POST DESEJADO by Jeferson Quimelli
26 de maio de 2020, 1:10
Filed under: Sem categoria

TEXTO BÍBLICO SALMO 114 – Leia a Bíblia antes

SALMO 114 – COMENTÁRIO BLOG MUNDIAL (Associação Geral)

SALMO 114 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS

COM. TEXTO ROSANA GARCIA BARROS

COM. TEXTO PR. HEBER TOTH ARMÍ

COM. VÍDEO PR ADOLFO SUAREZ (link externo)

COM. VÍDEO PR EVANDRO FÁVERO (link externo)

VÍDEO PR WEVERTON CASTRO E EQUIPE (link externo)

COM. VÍDEO PR RONALDO DE OLIVEIRA(link externo)

COM. VÍDEO PR MICHELSON BORGES (link externo)

COM. VÍDEO PR VALDECI JÚNIOR (link externo)



SALMO 114 by Jeferson Quimelli
26 de maio de 2020, 0:55
Filed under: Sem categoria

Texto bíblico: https://pesquisa.biblia.com.br/pt-BR/NVI/sl/114

A mensagem deste Salmo é vital, e jamais devemos permitir que o seu significado se perca. “Nada temos a temer quanto ao futuro, a menos que esqueçamos a maneira em que o Senhor nos tem guiado, e Seu ensino em nossa história passada” (Mensagens Escolhidas, vol 3, p. 162).

Está você vacilando em sua fé e caminhada com Deus? Relembre, então, aqueles momentos especiais em que Ele se revelou a você, em que Ele o libertou, em que Ele revelou a você o Seu caráter e você nunca mais foi o mesmo. Relembre aqueles momentos com gratidão! E peça a Deus, em oração, que lhe conceda, hoje, a experiência transformadora do reavivamento e da reforma!

Se você assim proceder, o Deus que converteu a rocha em uma fonte a jorrar (verso 8, NVI), proporcionará rios de água viva para você. E se você continuar a beber dessa água, você nunca mais terá sede do que os “poços deste mundo” tem a oferecer, porque essa água se tornará em você uma fonte para refrescar você e aqueles que estiverem cansados e com sede ao seu redor.

Jan Harry Cabungcal
Neurocientista
Europe for Jesus, Suiça

Texto original: https://www.revivalandreformation.org/?id=838
Tradução: Jeferson Quimelli/Pr Jobson Santos/Gisele Quimelli



SALMO 114 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by Jeferson Quimelli
26 de maio de 2020, 0:50
Filed under: Sem categoria

401 palavras

Introdução. O Salmo 114 é notável por sua perfeição na forma e vivacidade dramática. Este poema consiste em quatro estrofes com dois versos. Em cada estrofe [de dois versos] o tom dominante é apresentado em linguagem concisa. CBASD – Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 3, p. 992.

É uma das canções mais primorosamente redigidas do Saltério inteiro. Bíblia de Estudo NVI Vida.

2 Judá. Neste verso, a referência é à terra de Judá, como demonstrado pela forma feminina do verbo hebraico. … Não há intenção de contraste entre as palavras “Judá”e “Israel”. CBASD, vol. 3, p. 992.

3 O mar viu isso. Neste verso, o Mar Vermelho é personificado e representado como apressado para preparar o caminho para que os filhos de Israel marchassem por terra seca. CBASD, vol. 3, p. 992.

O Jordão tornou atrás. As providências miraculosas foram vistas no início e no fim da jornada de Israel no Egito a Canaã. Pode-se encorajar no fato de que o mesmo Deus que tira o cativeiro egípcio do pecado conduzirá em segurança através das tempestuosas ondas do Jordão para a terra da promessa, na outra margem. CBASD, vol. 3, p. 992, 993.

4 Os montes saltaram. Evidentemente uma descrição poética do terremoto que acompanhou a entrega da lei no Sinai (ver Êx 19:18). Entre as duas maravilhas (o êxodo do Egito e a entrada na terra santa) está a grande revelação de Deus quando, com grande solenidade, Ele entrega Sua santa lei no Sinai. CBASD, vol. 3, p. 992.

5 que tens … ? O poeta pede que a natureza esclareça seu estranho comportamento, para explicar o fato de que ela parece ter saído de seu curso natural. CBASD, vol. 3, p. 993.

7 Estremece. Esta é a resposta às perguntas feitas nos versos anteriores. A presença de Deus mudou o curso das leis da natureza. CBASD, vol. 3, p. 993.

Ao observar o poder de uma onda oceânica ou a majestade de um pico de montanha, pense na grandeza e glória de Deus, que são muito mais impressionantes do que as maravilhas naturais que você pode ver. Tremer diante da presença de Deus significa reconhecer o poder e a autoridade completos de Deus e nossa fragilidade em comparação. Life Application Study Bivle Kingsway.

8 Converteu a rocha. O Deus que fez a água fluir da rocha em Refidim e em Cades (ver Êx 17:6; Nm 20:8-11) fornece correntes de água viva aos Seus servos fiéis (ver Jo 4:14). Quem continua a beber desta água se tornará nele uma fonte inesgotável tanto para si quanto para o exausto companheiro de viagem ao longo do caminho para o lar celestial. CBASD, vol. 3, p. 993.



SALMO 114 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
26 de maio de 2020, 0:45
Filed under: Sem categoria

“Estremece, ó Terra, na presença do Senhor, na presença do Deus de Jacó” (v.7).

Através de extraordinários feitos, o Senhor libertou o Seu povo do Egito e o fez passar “pelo meio do mar em seco” (Êx.14:16). Sob a liderança de Moisés, os filhos de Israel iniciaram uma santa peregrinação. Ainda que no deserto, o Senhor lhes proveu pão do Céu e água da rocha; deu-lhes o frescor de Sua sombra de dia, e os aqueceu à noite. Diante dos inimigos pelo caminho, fez de simples escravos guerreiros poderosos, erguendo no meio do Seu povo a Bandeira da vitória (Êx.17:15). Desceu sobre o monte Sinai, de modo que “todo o monte tremia grandemente” (Êx.19:18), e deu a Israel os mandamentos da aliança do Senhor com o Seu povo.

Olhemos, agora, para o relato de tão sublime livramento e cuidado como uma ilustração da providência divina nos últimos dias. Bem à nossa frente está o tempo determinado por Deus para o derramamento das sete últimas pragas; tempo em que Ele livrará “a todos quantos amam a Sua vinda” (2Tm.4:8). Desde 1844, não há mais profecia de períodos ou tempos específicos, senão aquele que Cristo afirmou que “a respeito daquele dia e hora ninguém sabe” (Mt.24:36). E diante do risco de Seus discípulos perderem o foco no que realmente importa que busquemos, Ele também nos deixou a áurea advertência: “Não vos compete conhecer tempos ou épocas que o Pai reservou pela Sua exclusiva autoridade; mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e sereis Minhas testemunhas… até aos confins da Terra” (At.1:7-8).

A preparação para que estejamos prontos para receber o nosso Senhor e Salvador deve ser diária e constante. Foi por sua rebeldia e falta de consagração que os filhos de Israel acrescentaram quarenta anos à sua jornada no deserto. Não era propósito de Deus que fosse assim. Canaã estava às portas daquela geração, mas não souberam aproveitar o “tempo da oportunidade” (2Co.6:2). E tudo o que puderam ver da terra prometida foram alguns frutos como prova da promessa divina (Nm.13:23). Oxalá não façamos parte de uma geração de cristãos incrédulos que adiam a vinda do Senhor. Mas que, “guiados pelo Espírito de Deus” (Rm.8:14), como Josué e Calebe, lideremos a geração que está pronta para a concretização da gloriosa promessa.

É tempo, amados, de abandonarmos a síndrome de um Pedro não convertido olhando para a agitação do mar deste mundo (Mt.14:30), e declararmos e vivermos como um Pedro convertido: “Ora, o fim de todas as coisas está próximo; sede, portanto, criteriosos e sóbrios a bem das vossas orações” (1Pe.4:7). É tempo de perguntarmos a nós mesmos: “Estou eu suficientemente ativo, testificando de Cristo, de modo que Deus me possa usar em breve durante as maravilhosas manifestações dos milagres pentecostais dos dias finais, e na iluminação da Terra inteira com a última e gloriosa mensagem de admoestação?” (Fernando Chaij, A Vitória da Igreja na Crise Final, p.17).

Estremece, ó Terra, na presença do Senhor, na presença do Deus de Jacó” (v.7). “Tocai a trombeta em Sião e dai voz de rebate no Meu santo monte; perturbem-se todos os moradores da Terra, porque o Dia do Senhor vem, já está próximo” (Jl.2:1). Vigiemos e oremos!

Bom dia, atalaias do Senhor!

Desafio da semana: Como anda a sua comunhão diária? O Senhor nos chama para encontrá-Lo no silêncio das primeiras horas da manhã. Aceitaremos o Seu convite de graça?

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Salmo114 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100



SALMO 114 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by Jeferson Quimelli
26 de maio de 2020, 0:40
Filed under: Sem categoria

SALMO 114 – O Salmo em foco é arte antiga para revelar verdades eternas. “O salmista usa metáforas poéticas intensas para ensinar história e teologia, uma abordagem que estimula a imaginação e que toca o coração” comenta Warren W. Wiersbe; o qual divide o texto inspirado em quatro tópicos:
• Deus é por nós (v. 1);
• Deus está conosco (v. 2a);
• Deus está acima de nós (v. 2b);
• Deus está adiante de nós (vs. 3-8).

Se Deus é por nós precisamos decidir ficar ao lado dEle para que coisas grandiosas aconteçam em nosso favor. Se Deus está conosco precisamos ter sensibilidade para sentir Sua presença operando em nossa vida. Se Deus está acima de nós, temos um Ser superior a tudo em quem podemos confiar e nos aconselhar. Se Deus está adiante de nós, temos um guia para nos guiar daqui para o reino dos Céus…

Maior que o êxodo israelita é o êxodo do reino das trevas para o reino da luz; mais impactante que a libertação da escravidão babilônica é a libertação da escravidão do pecado. Embora o êxodo israelita liderado por Moisés seja real, serve como ilustração de um Libertador bem maior liderando os cristãos ao reino dos Céus…

Jesus é o caminho, a verdade e a vida; sem Ele ninguém chega a lugar algum que tenha real sentido. Ele é o Emanuel, Deus conosco; enviado do Pai para nos libertar do pecado e nos levar à Pátria Celestial. Ele é maior que Moisés, e mais poderoso que Josué. Seu reino é maior que o de Davi; e, Sua sabedoria ultrapassa a de Salomão.

Jesus é a verdade que nos liberta. Albert Einstein disse algo interessante sobre a importância da libertação: “Meço o valor de um homem pela medida em que ele se liberta de seu próprio eu”. Jesus morreu para que isso seja possível, para que tenhamos valor. Atualmente o povo de Deus é Sua igreja!

Deus pode…
• …mudar qualquer situação;
• …libertar-nos de qualquer escravidão;
• …outorgar-nos recursos humanamente impensáveis para nosso bem;
• …fazer qualquer coisa por aqueles que fazem Sua vontade.

Aceitar a graça divina implica ser livre de nossa desgraça! A presença de Deus em nossa vida faz uma diferença radical. Nossa busca por Sua vontade nos trará total felicidade.

Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.




%d blogueiros gostam disto: