Reavivados por Sua Palavra


SALMO 102 – ACESSE AQUI O POST DESEJADO by Jeferson Quimelli
14 de maio de 2020, 7:30
Filed under: Sem categoria

TEXTO BÍBLICO SALMO 102 – Leia a Bíblia antes

SALMO 102– COMENTÁRIO BLOG MUNDIAL (Associação Geral)

COMENTÁRIOS SELECIONADOS

COM. TEXTO ROSANA GARCIA BARROS

COM. TEXTO PR. HEBER TOTH ARMÍ

COM. VÍDEO PR ADOLFO SUAREZ (link externo)

COM. VÍDEO PR EVANDRO FÁVERO (link externo)

VÍDEO PR WEVERTON CASTRO E EQUIPE (link externo)

COM. VÍDEO PR RONALDO DE OLIVEIRA(link externo)

COM. VÍDEO PR MICHELSON BORGES (link externo)

COM. VÍDEO PR VALDECI JÚNIOR (link externo)



SALMO 102 by Jeferson Quimelli
14 de maio de 2020, 0:55
Filed under: Sem categoria

Texto bíblico: https://pesquisa.biblia.com.br/pt-BR/NVI/sl/102

Este é um Salmo de oração de alguém que está passando por grandes aflições. Suas queixas são seguidas por palavras de consolo.

Quando criança, frequentemente eu ouvia meus pais dizerem: “Pare de reclamar!”. Talvez por isso, eu não gostava da ideia de levar reclamações a Deus. Eu pensava que era desrespeitoso. Mas nos Salmos muitas reclamações são apresentadas a Deus. Não apenas relatando os problemas que vêm sobre nós, mas reclamando com Deus acerca de coisas que Ele havia feito ou deixado de fazer. Agora, sou grata pelas “reclamações” encontradas nos Salmos.

Quando estamos sobrecarregados, Deus prefere que levemos nossas queixas a Ele ao invés de guardarmos nossos sentimentos apenas para nós mesmos. Quando reclamamos de algo a Deus, reconhecemos que Ele existe. Mas não precisamos parar por aí. Podemos reconhecer o Seu poder, sabedoria, bondade, misericórdia, amor e cuidado por nós. Podemos encontrar alegria em louvá-Lo.

Neste Salmo, nós que estamos vivendo no século 21 podemos encontrar garantia de consolação celestial em tempos de angústia avassaladora.

Leia-o vez após vez e seja sensibilizado pelo sofrimento de Jesus. Lembre-se que Ele superou todos os obstáculos e venceu pelo carinho e amor sempre constantes que tem por você.

R. Lynn Sauls
Professora aposentado de inglês e jornalismo
Southern Adventist University,EUA

Texto original: https://www.revivalandreformation.org/?id=825/
Tradução: Jeferson Quimelli/Pr Jobson Santos/Gisele Quimelli



SALMO 102 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
14 de maio de 2020, 0:45
Filed under: Sem categoria

“Tu, porém, és sempre o mesmo, e os Teus anos jamais terão fim” (v.27).

Eu não sei se você sente a mesma coisa, mas não parece que o mundo está em clima de constante expectativa? Você pode me perguntar: Mas, expectativa do quê? Costumamos ficar ansiosos pela aprovação em um concurso, ou pela admissão em um emprego, ou pela chegada de um filho, ou até mesmo por uma viagem. Contudo, nada neste mundo pode superar a expectativa dos filhos do Reino em ver o seu Senhor “na Sua glória” (v.15).

O mundo está gemendo de dor! A natureza grita e se manifesta em desastres jamais registrados. A história revela que tudo tem se intensificado e a ciência comprova que esta terra está chegando ao seu limite. A economia mundial está em colapso e mais doenças surgem trazendo morte ou sequelas. Antes, o que era considerado imoral, tornou-se “aceitável”, formando uma geração tão corrompida quanto os antediluvianos ou como os sodomitas. A violência ganha proporções cada vez mais assustadoras. As famílias estão sendo destruídas e filhos sendo “deseducados”. O relógio simbólico do Apocalipse marca 100 segundos para meia-noite (https://glo.bo/2ArmbLu) e, diante deste caos, o que estamos fazendo?

Meus amados, o tempo que Deus tem nos concedido nestes últimos dias deve ser investido em oração. “Orai sem cessar” não é uma sugestão, é uma questão de vida ou morte. Não podemos encarar esta crise global como sendo mais uma, mas como uma oportunidade que o Senhor está nos dando de buscar o Seu poder como jamais o fizemos. Se aquele resumo da situação do planeta não move o seu coração a suplicar como o salmista, como pregar sobre o amor de Deus? Lembre-se que antes de pregar às multidões, os discípulos investiram tempo em oração.

O Deus eterno está ansioso por derramar torrentes da chuva serôdia sobre o Seu povo. Entretanto, estamos prontos para recebê-la? Temos aceitado receber as bênçãos diárias da chuva temporã? A aflição deste mundo redunda em depressão para a morte. O aflito de Deus transforma queixume em súplica, porque o seu coração está repleto de esperança no Senhor, que é “sempre o mesmo” (v.27). Sobre este fiel adorador, quão grande aguaceiro do Espírito será derramado!

É tempo, de como o salmista, clamarmos a Deus para que tenha pressa em nos acudir. De olhar para a situação da Terra, e por ela interceder:
– Senhor, “é tempo de Te compadeceres dela, e já é vinda a sua hora” (v.13). Deus jamais desdenhará a oração de um filho Seu (v.17). Jamais estará de ouvidos fechados aos oprimidos que mesmo em face da morte O buscam (v.20).

Irmãos queridos, ainda que sintamos nossas forças indo embora na jornada desta vida (v.23), que, como Paulo, tenhamos esta firme convicção: “Porque, quando sou fraco, então, é que sou forte” (2Co.12:10). Está chegando o tempo em que os céus e a terra passarão e em que o Senhor recriará esta Terra (v.26; Leia Ap.21:1). E para todos os que, mesmo em meio a grande aflição, confiaram na graça santificadora e salvadora de Cristo, o Senhor fará com que habitem em segurança na Terra de esplendor. Ele “estabelecerá a sua descendência” (v.28), ou seja, é uma promessa não somente para você, mas para a sua família.

Você pode ser considerado um desamparado neste mundo, mas se busca ter uma vida de oração, se apesar dos sofrimentos confia no Deus da tua salvação, diante dEle você é digno de servir de testemunho para a posteridade (v.18), de que o Senhor do Universo, lá dos céus, “baixou vistas à Terra” (v.19). Uma vida consagrada a Deus diariamente, através da oração e do estudo da Palavra, será naturalmente uma vida de serviço abnegado e submissa à vontade divina. E, certamente, você será um grande atalaia dos últimos dias, erguendo a voz tanto em súplicas quanto em favor da verdade. Portanto, vigiemos, oremos e, guiados pelo Espírito, preguemos!

Bom dia, atalaias do Senhor!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Salmo102 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100



SALMO 102 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by Jeferson Quimelli
14 de maio de 2020, 0:40
Filed under: Sem categoria

SALMO 102 – Esse Salmo é um estímulo para quem está com a vida em pedaços ou está vendo tudo ao seu lado se despedaçando.

Quando…
• o emprego dos sonhos se esvai, como agir?
• a empresa parece ruir, como agir?
• os filhos estão se desviando dos planos almejados, como agir?
• o casamento está se despedaçando, como reagir?
• tudo conspira contra nossa felicidade, o que fazer?

“No Salmo 102, o salmista derrama o coração ao Senhor e expressa seus problemas pessoais e as aflições de Israel como nação. Reafirma sua fé em Deus e antevê o reavivamento e a cura de seu povo” (Comentário Bíblico Africano).

• O sofredor precisa ter audiência com Deus, o único que provê alívio à alma aflita, consolo ao coração angustiado e enxuga nossas lágrimas (vs. 1-2).

• A doença física que resulta em sofrimento emocional promovendo sensação de abandono/desprezo deve levar ao aflito reconhecer que Deus deve ocupar o primeiro lugar na agenda de atividades diárias (vs. 3-11).

• A destruição, o desespero e a ansiedade visíveis na sociedade só encontra esperança no Deus que está acima de qualquer política humana, de qualquer entidade religiosa e de toda ação humanitária (vs. 12-22).

• A segurança neste mundo incerto (perigoso) em todos os aspectos existe somente na fé no Criador, o qual é eterno e poderoso. A fé vibrante eleva pecadores sofredores para além das circunstâncias terrestres e ultrapassa a lógica humana alcançando patamares inalcançáveis sem auxílio divino. Por isso, quem tem fé louva ao Criador apesar da situação adversa (vs. 24-28; Hebreus 1:10-12; 13:8).

Jesus é nossa esperança, sem Ele a vida não passa de um caminho rumo ao desespero. Em Cristo, os cristãos tem o bálsamo refrescante da esperança que cura, restaura, anima, fortalece, transforma e vivifica com resultados visíveis nas decisões e ações dos fieis neste mundo cruel.

Reflita: “As aflições iniciais são angústias particulares, sendo mais tarde transcendidas pela preocupação por Sião, cujo destino é glorioso, embora haja lentidão dolorosa em seu cumprimento. Uma passagem final tira o contraste entre a escala de tempo dos homens, e a eternidade do Senhor, levando o salmo a uma conclusão majestosa que é citada em louvor a Cristo no capítulo inicial de Hebreus” (Derek Kidner).

Jesus tomou nossas dores para oferecer-nos a cura. Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.



SALMO 102 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by Jeferson Quimelli
14 de maio de 2020, 0:40
Filed under: Sem categoria

696 palavras

O Salmo 102 é um dos mais tristes dentre os sete salmos penitenciais. Ele parece ser a oração do exílio, composta na terra de seu cativeiro. Em tom elegíaco [“”] conta sobre a dor, a tristeza, a perseguição e o desânimo. Além disso, mostra esperança no retorno do cativeiro e na restauração do espírito. … Nos últimos dias os cristãos expressarão suas provas e a certeza do consolo celestial em tempos de angústia, como nunca houve. Comentário Adventista, vol. 3, p. 964.

Trata-se de um lamento pessoal por uma catástrofe que assolou a nação. Pode se referir à destruição do templo e de Jerusalém em 586 a.C., quando o povo foi deportado para o exílio babilônico. O autor está desfalecido, principalmente por causa de um estresse emocional. Bíblia de Estudo Andrews.

Arrependimento e esperança [título]. Este título é incomum porque menciona não uma ocasião histórica específica, mas a situação (de aflição) em que o salmo encontra uso apropriado. Bíblia de Genebra.

O subtítulo “Oração do aflito que, desfalecido, derrama seu queixume perante o SENHOR” é único nos Salmos. Ele caracteriza o salmo e designa o propósito pelo qual foi composto. Comentário Adventista, vol. 3, p. 964.

Uma oração angustiosa apresentada a Deus em oração. Bíblia Shedd.

Não me ocultes o rosto. O salmista se admirava de Deus ter retirado a Sua amizade. Ele sabia que se tratava de um sinal da indignação de Deus, visto que Ele havia prometido estar com Seu obediente povo da aliança. Bíblia de Genebra

4 A erva carpida logo fenece por não receber mais a seiva da vida. Bíblia Shedd.

Os meus olhos já se apegam à pele. O sofrimento do salmista era não somente espiritual e psicológico, mas físico também. Bíblia de Genebra.

Sou como o pelicano no deserto. …o pelicano é um símbolo apropriado de absoluta solidão e melancolia. Comentário Adventista, vol. 3, p. 964.

8 Pior do que ficar sem amigos, é ser o alvo constante de inimigos ferozes. Bíblia Shedd.

Por pão tenho comido cinza. Na profunda angústia, a iguaria mais gostosa não tem paladar do que a cinza. Bíblia Shedd.

11 Como a sombra que declina. Uma impressionante imagem da aproximação da morte (ver Jó 14:2).Comentário Adventista, vol. 3, p. 964.

12 Tu, porém, SENHOR, permaneces para sempre. Deus não muda, por isso Suas promessas são certas, a despeito de Sua negligência aparente ao sofrimento do salmista. Comentário Adventista, vol. 3, p. 965.

14 Porque os Teus servos amam até as pedras de Sião. Os exilados amavam tão profundamente a Sião que apreciavam contemplar as pedras empilhadas e o pó do que um dia fora a gloriosa cidade de Jerusalém (ver Ne 4:2, 10; Sl 79:1). Há um toque de nostalgia na ideia deste verso. Até mesmo as ruínas do lar de infância eram valiosas para eles. Comentário Adventista, vol. 3, p. 965.

15 Todas as nações temerão o nome do SENHOR. De acordo com o plano de Deus, a Sião restaurada constituiria um povo, cumprindo assim o destino na escolha de Israel. Atividades missionárias converteriam muitos dos pagãos e a prosperidade do novo estado atrairia muitas nações. Infelizmente Israel falhou. Se tivessem sido fiéis, toda a Terra teria sido preparada para a primeira vinda de Cristo (PR, 703, 704; ver também vol. 4, p. 26-30). Comentário Adventista, vol. 3, p. 965.

19 Referência clara ao santuário celestial, onde o Senhor reina, pois naquela época, o primeiro templo (o de Salomão) estava em ruínas. Bíblia de Estudo Andrews.

20 prisioneiros … os condenados à morte. Podem ser os prisioneiros de guerra, mas mais provavelmente os exilados na Babilônia (v. 79.11 e nota). Bíblia de Estudo NVI Vida.

21 O povo de Deus é salvo para servir de missionário (1Pe 2.9; Ef 2.10). Bíblia Shedd.

24 Tu, cujos anos se estendem. Deus, que é isento das fraquezas da carne, tem compaixão das nossas angústias, como seres mortais. Bíblia Shedd.

25 Em tempos remotos, lançaste os fundamentos da Terra; e os Céus são obra das Tuas mãos. Ver Gn 1:1. Os v. 25 a 27 são citados em Hebreus 1:10 a 12 como direcionados a Cristo. O escritor da epístola [carta] aos Hebreus comprova que Cristo, como Filho de Deus, também ocupa um lugar de preeminência acima dos anjos. Eis a prova, também, da posição de Cristo como criador. Comentário Adventista, vol. 3, p. 965.

28 Porque o Senhor não muda (cf. v. 27), o futuro de Israel está seguro (ver Ml 3.6). Bíblia de Estudo NVI Vida.




%d blogueiros gostam disto: