Reavivados por Sua Palavra


SALMO 28 by jquimelli
1 de março de 2020, 1:00
Filed under: Sem categoria

Texto bíblico: https://pesquisa.biblia.com.br/pt-BR/NVI/sl/28

Deus chamou Davi para o seu papel e sabia que ele se tornaria um líder extraordinário. Os dois comungavam de uma maneira tão poderosa que as palavras de suas conversas ainda nos inspiram ao lermos os Salmos hoje.

Davi sempre orou sinceramente a Deus, sem nenhuma pretensão. Ele não idealizava suas orações, mas via a sua vida como um livro aberto para Deus.

Este Salmo é outro grande exemplo de franqueza e honestidade de Davi. Ele pede a Deus – “Não fiques indiferente para comigo! Se permaneceres calado, serei como os que descem à cova” (v. 1 NVI). “Eu preciso que Tu ouças os meus pedidos quando eu clamo a Ti e quando eu levanto as minhas mãos a Ti ”.

Durante a oração, somos livres na presença de Deus para lidar com verdades difíceis sem o medo de sermos mal interpretados.

Vinita Sauder
Diretora, Union College, EUA

Fonte: https://www.revivalandreformation.org/?id=752
Tradução: Jobson Santos, Jeferson e Gisele Quimelli



SALMO 28 – COMENTÁRIO PR. ADOLFO SUÁREZ by Maria Eduarda
1 de março de 2020, 0:55
Filed under: Sem categoria



SALMO 28 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by jquimelli
1 de março de 2020, 0:45
Filed under: Sem categoria

SALMO 28 – O ato de orar é muito importante para cada ser humano suplicante. Contudo, a oração confiante pode não mudar tudo; mas, certamente, fará a diferença para aquele que de desmancha diante do Deus Onipotente.

Neste salmo em análise, Davi, inspirado pelo Espírito Santo, nos desperta para uma mudança radical passando de lamentos e súplicas para ações de graças no mesmo salmo. Neste texto sagrado encontramos dois ciclos que se destacam aos nossos olhos:

Ciclo número 1: Uma análise individual da situação caótica e deplorável em que se encontra o ser humano. A partir dessa observação analítica, a pessoa fragilizada pode recorrer a Deus em busca de justiça e vingança contra inimigos do bem e da verdade, assim como Davi fez:

• Abriu seu coração e revelou sua crise pessoal ao Senhor que ouve orações (vs. 1-5);
• Confiou de todo coração a sua terrível situação louvando ao Senhor que responde orações (vs. 6-7).

Ciclo número 2: Uma observação de um Deus pessoal que age também no coletivo. O ser humano que experimenta em sua vida pessoa o efeito da religião individual anseia que todo o povo obtenha essa mesma alegria e bênção da atuação divina, assim como fez Davi:

• O povo de Deus é ungido, protegido e abençoado por Deus onipotente (v. 8);
• O povo de Deus sempre precisará de um reavivamento espiritual que resulte em bênçãos sobre as pessoas e honras para Deus (v. 9).

A oração pode não mudar a situação, mas certamente mudará nosso coração quando nos entregarmos completamente a um relacionamento intenso com o Todo-Poderoso. Quando enfrentamos inimigos maliciosos e insolentes com oração, perceberemos que Aquele que nos protege é mais poderoso do que aqueles que nos ameaçam.

A oração significa reconectar com nosso Criador através de nosso Salvador Jesus Cristo. Nele encontramos a fonte da vida, do poder e do amor; desta forma, somos elevados para a preservação da vida, do poder e da habilidade, a fim de oferecer ao Soberano Senhor o mais elevado serviço de louvor e adoração!

Podemos começar no fundo do poço, mas em Cristo seremos elevados para junto do Pai Celestial, onde encontraremos verdadeiro refúgio.

Então, se alguma coisa te perturba, rouba teu sono e promove ansiedade, invista tempo com Deus através da oração! – Heber Toth Armí.



SALMO 28 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
1 de março de 2020, 0:30
Filed under: Sem categoria

“Bendito seja o Senhor, porque me ouviu as vozes súplices” (v.6).

Este Salmo davídico apresenta uma súplica resultante em ações de graças. “Não sejas surdo para comigo” (v.1), é praticamente um grito de socorro. O corajoso guerreiro, herói de guerra e rei de Israel, também tinha seus temores. Porém, por mais que Davi pedisse livramento acerca de seus inimigos, os seus maiores medos eram o de perder o seu contato direto com o Senhor (v.1) e o de ser visto aos olhos de Deus como um ímpio (v.3).

A sua vida de oração e de adoração ao Eterno nos deixou um legado de fé e de comunhão com o Céu. Davi era um homem “sujeito aos mesmos sentimentos” que você e eu (Tg.5:17), e sabia que somente mediante uma vida na presença de Deus não seria arrastado para o mal e nem confundido com os maus (v.3). Davi sabia a Quem devia recorrer em todos os momentos, principalmente naqueles que mais ameaçavam a sua vida.

A oração que é iniciada com um grito de socorro da alma, sempre terminará com um brado de vitória. A oração que se inicia com genuíno clamor, sempre terminará com um “Bendito seja o Senhor” (v.6). As mãos que se erguem para os Céus em oração (v.2), jamais encontrarão as mãos do Senhor recolhidas. Não podemos subestimar o poder da oração. Assim como precisamos respirar, precisamos encher os nossos “pulmões da fé” por meio da oração e esperar no Deus da nossa salvação.

Meus amados, se tem uma coisa que Deus espera de nós é que nos acheguemos a Ele por meio de nossas súplicas. As Escrituras nos dizem que as orações dos santos, ou seja, daqueles que buscam a santificação a cada dia, sobem à presença de Deus como um aroma suave (Ap.8:3-4). Oh, meus irmãos, precisamos orar! Segundo Ellen G. White, “A oração é a respiração da alma. É o segredo do poder espiritual.” (Mensagens aos Jovens, 249). Se quisermos permanecer em pé até o retorno do nosso Senhor e Salvador, precisamos perseverar em oração, afinal de contas, quem não respira, não vive. Portanto, seguindo a orientação do próprio Jesus: Vigiemos e oremos!

Feliz semana, homens e mulheres de oração!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Salmo28 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100



SALMO 28 – COMENTÁRIO PR. RONALDO DE OLIVEIRA by Maria Eduarda
1 de março de 2020, 0:10
Filed under: Sem categoria



SALMO 28 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by jquimelli
1 de março de 2020, 0:05
Filed under: Sem categoria

289 palavras

O salmo tem duas divisões contrastantes. A mudança do clamor por libertação dos problemas (v. 1-5) para a expressão de gratidão por alívio (v. 6-9) é dramaticamente abrupta. CBASD – Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol 3, p. 786

1 para que não suceda, seja eu semelhante aos que descem à cova (ARA); NVI: “Se permaneceres calado, serei como os que descem à cova”.

2 Erguer as mãos. Costume oriental na oração (Êx 9.20; 1Rs 8.22). Bíblia Shedd.

Teu Santuário (ARA; NVI: “teu Lugar Santíssimo”). Do heb debir, “o santo dos santos”. CBASD, vol 3, p. 786.

3-5Oração para o Senhor, entronizado no templo, livrar o seu servo e castigar os que nutrem ódio contra o rei e o povo de Deus, e desafiam o próprio Deus. Bíblia de Estudo NVI Vida.

Davi deseja ser preservado da sorte dos ímpios, reclama contra sua maldade e pede que sejam devidamente punidos. Jesus nos ensinou uma oração diferente, em prol dos nossos inimigos: “Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem”(Lc 23.34). Bíblia Shedd.

3 Não me arrastes com os ímpios (ARA). NVI: “Não me dê o castigo reservado para os ímpios”.

6-7 Davi, louvando ao Senhor, dá seu testemunho a respeito de sua confiança em Deus. Confiou em Deus, e Deus o socorreu, por isso seu coração se encheu de alegria. Bíblia Shedd.

6 Bendito seja o SENHOR. O salmista já recebeu no coração a resposta à sua súplica e, de forma muito repentina , irrompe num alegre hino de louvor. CBASD, vol 3, p. 786.

8 Seu ungido. Principalmente o rei, escolhido por Deus. Todo o povo de Deus, consagrado a Seu serviço, é, de certo modo, Seu ungido (ver 1Pe 2:5, 9). CBASD, vol 3, p. 786.

povo ungido. Constituem numa unidade. Bíblia de Estudo NVI Vida.

9 A Tua herança. A nação de Israel (ver Dt 4:20; 9:26, 29). CBASD, vol 3, p. 786.




%d blogueiros gostam disto: