Reavivados por Sua Palavra


SALMO 54 – BUSQUE AQUI O POST DESEJADO by jefersonquimelli
27 de março de 2020, 1:00
Filed under: Sem categoria

TEXTO BÍBLICO SALMO 54 – Leia a Bíblia antes

SALMO 54 – COMENTÁRIO BLOG MUNDIAL (Conferência Geral)

COMENTÁRIOS SELECIONADOS

COM. TEXTO ROSANA GARCIA BARROS

COM. TEXTO PR. HEBER TOTH ARMÍ

COM. TEXTO MARIA CAROLINA FERREIRA (link externo)

COM. VÍDEO PR ADOLFO SUAREZ (link externo)

COM. VÍDEO PR WEVERTON E EQUIPE (link externo)

COM. VÍDEO PR RONALDO DE OLIVEIRA (link externo)

COM. VÍDEO PR MICHELSON BORGES (link externo)

COM. VÍDEO PR VALDECI JÚNIOR (link externo)



SALMO 54 by jefersonquimelli
27 de março de 2020, 0:55
Filed under: Sem categoria

Texto bíblico: https://pesquisa.biblia.com.br/pt-BR/NVI/sl/53

A idéia central do salmo está no versículo 4: “Certamente Deus é o meu auxílio; é o Senhor que me sustém” (NVI). É por isso que Davi em sua angústia volta-se para Deus. Os dois primeiros versos são um clamor a Deus. Em hebraico, os dois primeiros versos começam com a mesma expressão de súplica: “Oh, Deus!”: “Oh, Deus, salva-me!”; “Oh, Deus, escuta-me!” A oração de Davi é simples e direta.

Quando você está em apuros, suas orações se tornam mais simples e diretas. Muitas vezes um mero “Ajuda-me, Senhor!”. Deus não vai desprezar a simplicidade e a espontaneidade de tal oração.

Davi visualiza antecipadamente a chegada do seu socorro, dizendo: “Eu te oferecerei um sacrifício voluntário; louvarei o teu nome, ó Senhor, porque Tu és bom.” (v. 6, NVI). A oferta voluntária não é exigida, nem forçada – é uma oferta “extra” dada voluntariamente como um sinal de gratidão a Deus, nosso Salvador. Devemos reconhecer que nossas vitórias só acontecem porque Deus age poderosamente em nosso benefício, ou corremos o risco de esquecer as vezes em que imploramos a Ele que nossa situação mudasse e ela mudou.

Garth Bainbridge
Sydney, Austrália

Fonte: https://www.revivalandreformation.org/?id=777
Tradução: Jobson Santos, Jeferson e Gisele Quimelli



SALMO 54 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
27 de março de 2020, 0:45
Filed under: Sem categoria

“Ó Deus, salva-me, pelo Teu nome, e faze-me justiça pelo Teu poder” (v.1).

O código universal de socorro, SOS, surgiu da necessidade de alertar uma situação de perigo ou necessidade urgente que ponha a vida em risco. Apesar das suposições, esta sigla não tem um significado específico. Foi criada pelo simples fato de não ser confundida com outra e porque eram as letras mais fáceis de reproduzir e mais difíceis de serem confundidas no famoso código morse. Desde então, o SOS tem sido usado como padrão de socorro em todo o mundo.

Há, porém, um meio de pedir socorro bem mais antigo e que, mesmo conhecido de muitos, tem sido negligenciado: a oração. O apelo do salmista pelo socorro divino expressa a sua necessidade de livramento e proteção. Em sua rota de fuga, por vezes Davi se deparava com falsos aliados, que tão logo tivessem a oportunidade, delatavam a sua localização a Saul. Mas em meio ao perigo, Davi sabia a Quem recorrer. Sua fé estava alicerçada em Deus e com confiança declarava: “o Senhor é quem me sustenta a vida” (v.4).

Em momentos de fragilidade e quando nos encontramos em situação de risco, a quem recorremos? Como Davi, você pode afirmar: “Deus é o meu ajudador” (v.4)? É na crise que somos confrontados com as nossas debilidades e do Céu nos é oferecido o perfeito livramento. Entretanto, costumamos canalizar as nossas orações em nossos problemas, e não em nossa real necessidade de buscar a Deus. A oração é o “SOS” do cristão. Mas o seu principal objetivo deve ser o de nos conectar ao divino Socorrista.

Com base na experiência da angústia de Jacó, Ellen White declarou: “Ao rodearem-nos os perigos, e ao apoderar-se da alma o desespero, devem confiar unicamente nos méritos da obra expiatória. Nada podemos fazer de nós mesmos. Em toda a nossa desajudada indignidade, devemos confiar nos méritos do Salvador crucificado e ressuscitado. Ninguém jamais perecerá enquanto fizer isto” (Patriarcas e Profetas, 203). Semelhante a Jacó, pela graça de Cristo, que nossa noite de angústia redunde em uma manhã gloriosa. Vigiemos e oremos!

Bom dia, homens e mulheres de oração!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Salmo54 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100



SALMO 54 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by jefersonquimelli
27 de março de 2020, 0:45
Filed under: Sem categoria

394 palavras

Neste Salmo encontramos um pedido urgente de socorro quando os zifeus revelaram para Saul onde ficava o esconderijo de Davi e se ofereceram para ajudá-lo a encontrar e matar a Davi (1Sm 23:19-24). Os zifeus eram da tribo de Judá, a tribo de Davi, e, no entanto, o traíram delatando-o a Saul. Se você já foi traído por alguém em quem confiava, este salmo é para você! Na verdade, este é um Salmo para todos nós que vivemos neste mundo terrível, onde a cada dia temos que cair de joelhos e pedir a Deus para nos salvar, proteger e sustentar.

Davi neste salmo apela para três qualidades divinas: Seu nome, Seu poder e Sua fidelidade: “Salva-me, ó Deus, pelo Teu nome; defende-me pelo Teu poder”, v.1, NVI. “Extermina-os por Tua fidelidade!”, v.5, NVI. 1) O próprio nome de Deus, “Jeová”, acha-se presente no nome do nosso Salvador Jesus (Yeshua – Jeová salva). Pedro declarou: “Não há salvação em nenhum outro, pois, debaixo do céu não há nenhum outro nome dado aos homens pelo qual devamos ser salvos” (Atos 4:12, NVI). 2) Deus é capaz de salvar por causa do seu poder: “O Senhor, o seu Deus, está em seu meio, poderoso para salvar” (Sofonias 3:17, NVI). 3) Ele nos salva do que nos ameaça porque Ele é sempre fiel e verdadeiro com o pacto que fez com o Seu povo. Garth Bainbridge em http://revivedbyhisword.org/en/bible/Psa/54/.

homiziado (ARA, subtítulo). NVI e NKJA: se escondendo”.

pelo Teu nome. Comparar com Atos 4:12. Nome quer dizer caráter (ver com. do Sl 7:17). CBASD, vol. 3, p. 857.

não tem a Deus diante de si. Não agiram como se estivessem na presença de Deus. Eles não consideram a autoridade divina. CBASD, vol. 3, p. 857.

Deus é o meu ajudador. De forma repentina e dramática, o salmista expressa absoluta confiança no livramento divino. Ele sabe que, embora os homens estejam contra ele, Deus está ao seu lado. CBASD, vol. 3, p. 857.

por Tua fidelidade. A oração transcende uma atitude de vingança particular. Davi ora para que a vontade de Deus prevaleça na destruição do mal. CBASD, vol. 3, p. 857.

Davi disse que Deus retribui o mal de seus inimigos. Provérbios 26:27 adverte que aqueles que causam problemas colherão problemas. O que desejamos para os outros pode explodir em nossos próprios rostos. Ser honesto e direto diante de Deus e dos outros é mais simples, fácil e seguro a longo prazo. Life Application Study Bivle Kigsway.



SALMO 54 – COMENTÁRIO PR. HEBER TOTH ARMÍ by jefersonquimelli
27 de março de 2020, 0:40
Filed under: Sem categoria

SALMO 54 – Este Salmo apresenta-nos dois tipos de indivíduos: os que vivem na presença de Deus em oposição aos que vivem distantes dEle.

Leia o salmo e reflita:

· Os que buscam a Deus anseiam pela salvação, mas os que O ignoram vivem no caminho da perdição.
· Os que recorrem a Deus anseiam por Sua justiça neste mundo injusto, os que O desprezam são responsáveis por propagar injustiças.
· Os que exaltam a Deus e O adoram de coração esperam que Ele faça justiça aos perversos, mas quem não quer compromisso com Deus, fará o mal liberalmente.
· Os amigos de Deus devem saber que terão inimigos, não por fazerem algo para prejudicar ou provocar alguém, mas porque inimigos de Deus não gostam dos amigos de Deus.
· Os que oram, adoram e louvam a Deus são pessoas do bem, não fazem justiças contra os injustos com as próprias mãos; em contrapartida, os ímpios apreciam as imoralidades praticadas, eles mesmos fazem “justiça” contra quem eles alegam que os prejudicou, pagando mal com mal.
· Os que têm familiaridade com Deus clamam por ajuda através da oração, os que têm familiaridade com o pecado são causadores de confusão.
· Os amigos do mal são a razão do sofrimento dos amigos do bem; a única solução é esperar que Deus livre de todas as tribulações e faça alguma coisa aos que amam viver distantes dEle; somente assim haverá harmonia e felicidade na sociedade, no mundo e no Universo inteiro.

Este lamento de Davi foi proferido quando ele fugia de Saul (I Samuel 23:19-23; 26:1-25). E pode ser dividido em três partes:

1. Prece dirigida a Deus em meio à perseguição (vs. 1-3);
2. Convicção de que Deus age em prol dos que O buscam sinceramente (vs. 4-5);
3. Expressão de gratidão pela bondade do Deus que age para nossa salvação (vs. 6-7).

Saul e Davi pertenciam ao povo de Deus; porém, a diferença entre eles estava na intimidade com Deus. Portanto, reflita:

· Você anda com Deus?
· Você reflete o caráter divino?
· Tua vida revela o quê?

Diga-me que andas com Deus que te direi quem és! Em outras palavras, se você diz que anda com Deus e tuas atitudes não condizem com a transformação resultante de tal intimidade, duvidarei de você.

“Senhor, reviva-nos!” – Heber Toth Armí.




%d blogueiros gostam disto: