Reavivados por Sua Palavra


Apocalipse 4 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
24 de setembro de 2018, 0:30
Filed under: Sem categoria


“Santo, Santo, Santo é o Senhor Deus, o Todo-Poderoso, Aquele que era, que é e que há de vir” (v.8).


João foi chamado por Jesus a subir, entrar por “uma porta no céu” (v.1) e contemplar uma outra visão. O que João viu tornou-se para ele difícil de descrever. Ele tem a visão do trono de Deus. E a palavra trono aparece 14 vezes somente neste capítulo, deixando claro o objetivo de exaltar a Majestade dos Céus, o Rei dos reis, que de Seu trono governa todo o universo. João não encontrou palavras humanas para descrever o aspecto do Senhor e O descreveu como semelhante a pedras preciosas (v.3). O apóstolo entrou no Santuário Celeste e, ali, lhe foi revelado as coisas que deveriam acontecer. A partir dali, o discípulo começaria a contemplar de forma mais clara o destino da humanidade, o que aconteceria com relação aos períodos históricos que vimos no estudo das sete igrejas.

Além de não ter conseguido descrever com precisão a aparência do Pai, João também contemplou um arco-íris “ao redor do trono” (v.3). O primeiro arco-íris a aparecer no céu foi um sinal entre Deus os homens, um acordo de paz (Gn 9:13). É interessante observar que o arco-íris possui sete cores, o que aponta para a perfeição das promessas divinas. João também viu vinte e quatro tronos com vinte e quatro anciãos. Esses seres celestes podem indicar alguns pecadores salvos pela graça e contemplados a representar os salvos de todo o mundo. Suas coroas representam a vitória sobre o pecado, assim como os salvos, na volta de Cristo, receberão coroas e se assentarão em tronos (Ap.3:21). Estes vinte e quatro anciãos também representam os vinte e quatro turnos que existiam entre os sacerdotes no santuário terrestre, o que, mais uma vez, confirma que João estava diante de uma visão do Santuário não feito por mãos humanas (Hb.8:2).

Mais à frente, lemos sobre a visão de “sete tochas de fogo” (v.5) que ardem. No santuário terrestre havia um candelabro com sete lâmpadas que deveriam estar sempre acesas (Êx.25:31-39). Mais uma alusão à figura do santuário, que além de simbolizar a igreja de Deus, também representa o Espírito Santo (v.5). Então, conseguimos obter a presença da Trindade: a voz que é Cristo, o Pai em Seu santo trono e o Espírito Santo. Aparecem, portanto, quatro seres viventes com aparência um tanto incomum. O profeta Ezequiel teve semelhante visão desses seres com o mesmo aspecto (Ez.1:4-10): um semelhante a leão, que enfatiza o caráter real de Cristo, o Leão da tribo de Judá; outro semelhante a novilho, simbolizando a Jesus como Aquele que veio servir; ainda outro semelhante a homem, nisto confirmando Jesus como o Filho do homem; e, por fim, um semelhante à águia voando, o que nos leva ao texto de Isaías 40:31, que diz: “mas os que esperam no SENHOR renovam as suas forças, sobem com asas como águias, correm e não se cansam, caminham e não se fatigam”. A águia representa, pois, a divindade de Cristo, como o único capaz de nos dar a vida eterna. Estes seres declaram a todo o tempo que Santo é o SENHOR, de eternidade a eternidade (v.8)! E, logo depois, erguem louvor ao Deus Criador de todas as coisas (v.11).

Meus irmãos, precisamos ter a certeza de uma coisa: não estamos sozinhos neste planeta caído. Há um Deus, que do Seu trono nos promete a vida eterna. Basta apenas aceitar. Os desígnios de Deus deixados para nós são planos de amor de um Pai amoroso que em todas as coisas declara ter o desejo de muito em breve nos conceder um lugar que nos está preparado desde a fundação do mundo. Antes mesmo que Ele, como Criador, proferisse a primeira palavra para criar qualquer coisa nesta terra, como Salvador já havia traçado o plano da redenção. Ele sabia que erraríamos, que cairíamos, e ainda assim escolheu nos criar, escolheu nos amar! Ouçamos, pois, a voz dAquele que nos remiu e que nos chama, hoje, a abrirmos a porta de nossa vida para que Ele se assente no trono de nosso coração e reine soberano!

Bom dia, santos do Altíssimo!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Apocalipse4 #RPSP

*Participe deixando um comentário:


1 Comentário so far
Deixe um comentário

denia dinis OBRIGADO Ó DEUS PAI SANTO PELO SEU AMOR QUE POR NÓS SEM MERECERMOS TAMANHO AMOR. PEÇO SUAS BÊNÇÃOS PARA TODOS OS TEUS FILHOS QUE COM ESPERANÇA E FÉ ESPERAM EM TI ESPECIALMENTE ESTES FILHOS QUE DEDICAM SEU TRABALHO ENVIANDO ESTAS MENSAGENS BIBLICAS PARA MIM E PARA TODO O MUNDO. AMEM

Comentário por deniadinis1941




Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: