Reavivados por Sua Palavra


Apocalipse 3 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
23 de setembro de 2018, 0:30
Filed under: Sem categoria


“Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas” (v.6).


Além de se tratar de mensagens proféticas, sem dúvida as cartas às sete igrejas da Ásia são claros recados de Deus ao Seu povo. Somos chamados a ouvir “o que o Espírito diz às igrejas” (v.6, 13 e 22).

A igreja de Sardes representa o período profético de 1517-1798 d.C. A respeito dela, Jesus declarou: “Conheço as tuas obras, que tens nome de que vives mas estás morto” (v.1). A igreja permanecia em pé, mas permitiu que a apostasia entrasse pelas portas. A sua fé estava morta e os princípios bíblicos lançados por terra. Porém, a Bíblia continua dizendo: “Tens, contudo, em Sardes, umas poucas pessoas que não contaminaram as suas vestiduras e andarão de branco junto comigo, pois são dignas” (v.4). Nesse mesmo período, homens como Lutero, Knox, Calvino, dentre outros, foram precursores do movimento de reforma que mudaria a história do cristianismo. Encontrando forte resistência por parte da igreja romana, milhares de cristãos fiéis foram perseguidos e muitos foram mortos (Dn.7:21). A promessa feita à igreja de Sardes é a garantia das vestes de justiça de Cristo e de um nome digno de ser confessado diante do Pai: “O vencedor será assim vestido de vestiduras brancas, e de modo nenhum apagarei o seu nome do Livro da Vida; pelo contrário, confessarei o seu nome diante de Meu Pai e diante dos anjos” (v.5).

O período inicial da igreja de Filadélfia marca o fim da supremacia papal, em 1798, quando terminaram os 1260 anos proféticos (Dn.7:25; Ap.12:6; 13:5), até o ano de 1844, dando fim às 2300 tardes e manhãs da profecia de Daniel 8:14. Esse período ficou assinalado pelo empenho missionário e pela divulgação e distribuição da Bíblia. “Conheço as tuas obras – eis que tenho posto diante de ti uma porta aberta, a qual ninguém pode fechar – que tens pouca força, entretanto, guardaste a Minha palavra e não negaste o Meu nome” (v.8). O movimento de Reforma ainda era tímido, mas levava avante a obra de proclamar a Palavra de Deus. Foram fundadas neste período a Sociedade Bíblica Britânica (1804) e a Sociedade Bíblica Americana (1816). Em Mateus 24:19, Jesus relatou alguns sinais que precederiam a Sua volta, sinais que foram evidenciados e registrados na História: o escurecimento do sol e a lua vermelha como sangue (19/5/1780); a queda de estrelas (13/11/1833). A palavra Filadélfia significa “amor fraternal”, o que nos leva à conclusão de que o amor era o que impulsionava os cristãos a levantarem a bandeira da verdade. Eles guardaram a Palavra de Deus e Deus também os preservaria (v.10). Logo, o amor faz toda a diferença! Quando andamos em amor, o caráter de Deus é impresso em nós e é-nos feita a promessa de que seremos colunas no Santuário de Deus, e o SENHOR mesmo gravará em nós o Seu nome e o nome da Santa Cidade, a Nova Jerusalém (v.12).

Finalmente, chegamos à última igreja, Laodiceia, que compreende o período de 1844 até a volta de Cristo. Conforme a profecia dos 2300 anos, em 1844 Jesus passou do lugar Santo para o lugar Santíssimo do Santuário Celestial, atuando como o nosso Sumo Sacerdote e dando início à fase do juízo investigativo. Jesus descreveu Laodiceia como uma igreja morna, a ponto de Lhe causar náuseas. Trata-se de um povo que se considera “rico e abastado” (v.17), como se de nada precisasse, um povo presunçoso e acomodado, porém, não sabe que é “infeliz, sim, miserável, pobre, cego e nu” (v.17). Jesus disse, contudo, que chama a atenção daqueles a quem Ele ama (v.19) e faz um convite ao arrependimento. Nós fazemos parte desta igreja profética, portanto, Jesus nos fala agora: “Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a Minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa e cearei com ele, e ele, Comigo” (v.20). Eis que Cristo está à porta de nosso coração e bate, e bate, e bate… Você consegue ouvir? É lindo ouvir as batidas de um coração em seu ritmo constante e bombeando sangue para todo o corpo. Isto é vida! Cada batida representa um chamado de Jesus, pois Ele deseja bombear o Seu sangue purificador em todos nós. Isto é vida eterna!

E a promessa que o Senhor nos faz nestes últimos dias é esta: “Ao vencedor, dar-lhe-ei sentar-se Comigo no Meu trono, assim como também Eu venci e Me sentei com Meu Pai no Seu trono” (v.21). Permita que Jesus faça morada em seu coração! Ele te diz, hoje: “Venho sem demora. Conserva o que tens, para que ninguém tome a tua coroa” (v.11).

Feliz semana, salvos pela graça de Jesus!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Apocalipse3 #RPSP

*Participe deixando um comentário:


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: