Reavivados por Sua Palavra


I PEDRO 2 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by Ivan Barros
6 de setembro de 2018, 0:45
Filed under: Sem categoria

I Pedro 2 – Os crentes que inicialmente receberam esta carta de Pedro estavam espalhados nas províncias do Ponto, Galácia, Capadócia, Ásia e Bitínia (1:1). Cerca de 2000 anos depois, serve para orientar e motivar o coração dos crentes espalhados pelo mundo – inclusive você!

Diferentemente dos ignorantes e superficiais no estudo da Bíblia, a mensagem de Pedro é para quem sofrera perseguição por causa da Palavra de Deus, continuava sofrendo por estarem espalhados pelas províncias romanas, e ainda experimentariam desafios ainda maiores por causa de sua fé em Jesus.

• Quando olhamos para a revelação do fim no Apocalipse, podemos reconhecer o quanto precisamos mais da mensagem de Pedro do que seus primeiro leitores.

Então, observe bem os pontos do segundo capítulo de sua carta:

Ao refugiarmo-nos em Cristo, somos desafiados a abdicar de cinco pecados repugnantes para Deus (v. 1):

• Malícia/maldade;

• Mentira/falsidade;

• Fingimento/hipocrisia;

• Inveja/cobiça;

• Maledicências/críticas/calúnias/boatos/fofocas.

Para lidarmos com os desafios impostos pelos inimigos de Cristo, é necessário (vs. 2-3):

• Alimentar-se da Palavra de Deus;

• Alimentar-se diariamente de alimentos espirituais, assim como do alimento físico;

• Não substituir o leite integral da Palavra de Deus por leite desnatado, muito menos por fast-foo espiritual ou procurar lixo religioso nas fábricas do inferno.

Para fortalecermo-nos na fé, precisamos refletir a Cristo (vs. 4-10):

• Ele é a Pedra viva, a Pedra Angular;

• Precisamos ser pedrinhas na construção de Sua igreja;

• As pedrinhas formam o corpo de Cristo, que é o cabeça, ou seja, precisamos estar ligados à igreja verdadeira para anunciar ao mundo o que Cristo fez.

Para resistir às provas da vida, é necessária a união entre os irmãos (vs. 11-25). Para isso,

• Cada cristão não deve esperar o próximo agir corretamente, mas agir corretamente para com o próximo;

• O cristão reconhece ser peregrino neste mundo indo para o lar celestial, mas sem agir incorretamente com os governadores deste mundo;

• Cristãos não promovem ou apontam problemas políticos do mundo, mas solução bíblica.

O evangelho que não transforma é falso. Pois, “uma vida semelhante à de Cristo é o mais poderoso argumento que pode ser apresentado em favor do cristianismo, e que o cristão que não é fiel à sua profissão causa mais dano ao mundo do que um mundano” (Ellen G. White).

Reavalie teus conceitos… valorize o reino celestial! – Heber Toth Armí


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: