Reavivados por Sua Palavra


I CRÔNICAS 14 – ACESSE AQUI O POST DESEJADO by Jeferson Quimelli
31 de dezembro de 2022, 1:00
Filed under: Sem categoria

TEXTO BÍBLICO I CRÔNICAS 14 – Primeiro leia a Bíblia

I CRÔNICAS 14 – COMENTÁRIO BLOG MUNDIAL

I CRÔNICAS 14 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS

COM. TEXTO – ROSANA GARCIA BARROS

COM. TEXTO – PR HEBER TOTH ARMÍ

Acesse os comentários em vídeo em nosso canal no Youtube (pastores Adolfo, Valdeci, Weverton, Ronaldo e Michelson)



I CRÔNICAS 14 by Luís Uehara
31 de dezembro de 2022, 0:55
Filed under: Sem categoria

Texto bíblico: https://www.bibliaonline.com.br/nvi/1cr/14

Finalmente, Davi tornou-se rei sobre todo o Israel. Os filisteus ouviram e provavelmente se lembraram de quando Davi procurou refúgio junto à eles para se proteger contra Saul. Eles tinham que capturá-lo. Então eles chegaram e começaram a invadir o vale de Refaim. Davi ouviu que eles estavam vindo e marchou para encontrá-los. Ele perguntou a Deus: “Devo sair para entrar em combate com os filisteus? Você os entregará em minhas mãos?” Deus garantiu a Davi que o ajudaria, e quando obtiveram a vitória na batalha, eles chamaram o lugar de “O Senhor que irrompe em nosso socorro!” Davi também conquistou os “deuses” dos filisteus e os queimou, porque eles tinham sido abandonados no vale.

Logo os filisteus estavam de volta a Refaim. Mais uma vez Davi perguntou a Deus o que fazer. Deus o instruiu a não atacar diretamente, mas a circular e esperar junto às árvores [ou álamo/bálsamo/amoreira]. Quando ele ouvisse o som de um “rufar” – ou tropas em marcha – nas copas das árvores, era a hora de lançar um ataque surpresa, o sinal de que Deus estava ali para conduzi-lo à vitória. Davi seguiu as instruções e foi vitorioso.

E se nós orássemos como Davi, verdadeiramente aberto às instruções de Deus? A mesma bênção que Deus derramou sobre Davi ele derramará sobre cada um de nós se pedirmos por seu auxílio!

Virginia Davidson
Artista de vitrais
Igreja Adventista do Sétimo Dia de Spokane Valley
Washington EUA

Texto original: https://www.revivalandreformation.org/bhp/en/bible/1ch/14
Tradução: Pr. Jobson Santos/Jeferson Quimelli/Gisele Quimelli/Luis Uehara



I CRÔNICAS 14 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by Jeferson Quimelli
31 de dezembro de 2022, 0:50
Filed under: Sem categoria

599 Palavras

Para mais detalhes sobre os acontecimentos registrados neste capítulo, ver com. de 2Sm 5:11-25. … Em Samuel, o relato da bondade de Hirão para com avi vem imediatamente depois da narrativa da conquista de Jesus e precede o registro do transporte da arca a partir de Quiriate-Jearim. … a sequência na qual os acontecimentos ocorrem no registro bíblico não é sempre estritamente cronológica. CBASD – Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 3, p. 163.

1 Hirão. Posteriormente forneceu materiais e mão de obra para a construção do templo (2Cr 2). A menção dele aqui subentende reconhecimento internacional de Davi como rei de Israel, e um tratado entre Davi e Hirão. Bíblia de Estudo NVI Vida.

Reconheceu Davi que o SENHOR o confirmara rei sobre Israel. Davi reconheceu que o estabelecimento de seu reino era uma bênção para o povo. Bíblia de Genebra.

Devemos nos lembrar que Deus nos colocou onde estamos e nos deu tudo o que temos para que encorajemos outros e dar àqueles em necessidade. Life Application Study Bible Kingsway.

3 Mais mulheres. Algo proibido pela lei (Dt 17.17). Bíblia Shedd.

Acumular esposas e concubinas em um harem era o costume daqueles dias entre a realeza o oriente Médio, mas não era o ideal de Deus (Gn 2:24). Os casamentos de Davi trouxeram a ele grande poder e influência, mas também conflito, ciúme e mesmo assassinato dentro de sua família. Life Application Study Bible Kingsway.

Natã, Salomão. A ascendência de Jesus é traçada por meio destes dois filhos de Davi (Mt 1:6-16; Lc 3:23-31). CBASD, vol. 3, p. 163.

10 Antes de Davi ir à batalha, ele foi a Deus pedir Sua presença e orientação. Muitas vezes esperamos até estar em dificuldades antes de nos buscarmos a Deus. Então, as consequências de nossas ações já estão se desdobrando. Você busca a ajuda de Deus.como um desesperado último recurso? Em vez disso, vá a ele primeiro! Como Davi, você receberá incrível auxílio e evitará sérios problemas. Life Application Study Bible Kingsway.

11 Baal-Perazim. O nome significa “mestre das rupturas” e comemora a vitória decisiva de Davi sobre os filisteus. Bíblia de Estudo Andrews.

O Vale dos Refains fica a sudoeste de Jerusalém. CBASD, vol. 3, p. 163.

12 Deixaram os seus deuses. Ídolos foram levados para o campo de batalha na esperança de que assegurassem a vitória. Bíblia de Estudo Andrews.

A lei exigia que as imagens fossem queimadas (Dt 7.5, 25). Bíblia Shedd.

Muitos dos sucessores de Davi falharam em destruir ídolos e isso levou a inacreditável corrupção moral em Israel. … Muitos dos soldados queriam levar consigo souvenires da batalha (e 2Sm 5:21 registra que alguns homens levaram consigo alguns desses ídolos), mas Davi ordenou a eles que queimassem os ídolos. Você não pode ser um seguidor de Deus enquanto continua a se agarrar a partes de sua vida anterior que retiram Deus do centro de seus pensamentos e ações. Elimine qualquer coisa que retire Deus do correto lugar de sua vida, e siga-O com completa devoção. Life Application Study Bible Kingsway.

15 Deus saiu adiante. Com as hostes celestiais. Bíblia de Estudo Andrews.

16 Desde Gibeão. Gibeão estava a cerca de 10 km a noroeste de Jerusalém, diretamente no caminho de retirada (ver com. de 2Sm 5:25). CBASD, vol. 3, p. 163.

17 Pois o Senhor o  fez temível. Aqui, e em outros textos, o cronista emprega uma expressão que se refere a um terror incapacitante provocado pela sensação de que o poder tremendo de Deus está presente a favor do seu povo (v. Êx 15.16). Bíblia de Estudo NVI Vida.

Outras nações viam o poder de Deus nas vitórias do rei de Israel e temiam (Js 2.11; 2Cr 17.10; 20.29). Bíblia de Genebra.

Davi era reconhecido pelas nações ao redor como um representante de Deus. Bíblia de Estudo Andrews.



1Crônicas 14 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
31 de dezembro de 2022, 0:45
Filed under: Sem categoria

“Fez Davi como Deus lhe ordenara […]” (v.16).

Um verdadeiro filho de Deus não é conhecido apenas pelas palavras que saem de sua boca, mas pela Palavra que é vista em sua vida. Existem quatro ações de Davi que merecem destaque neste capítulo:

Ele reconheceu que o Senhor o confirmou como rei de Israel (v.2);
Ele consultou a Deus antes de agir (v.10);
Ele perseverou em primeiro ouvir a voz de Deus (v.14);
Ele foi obediente à instrução divina (v.16).

Há uma sequência lógica nessas ações. Percebam:

RECONHECER o poder de Deus;
CONSULTAR a Deus por meio da oração e da Palavra;
PERSEVERAR na comunhão;
FAZER a vontade de Deus.

Eis o exemplo que Cristo nos deixou. Eis a sequência de verbos que nos transforma segundo o caráter do Verbo divino (Jo.1:1). Seguindo esses passos, nenhum inimigo subsistirá. Porque Deus sai adiante de todo aquele que entrega suas batalhas a Ele. Por vezes, o Senhor não nos livra das “guerras”, mas nos motiva e ensina a vencê-las com as armas corretas (Medite em Ef.6:10-18). E o maior desejo de Deus é de falar com Seus filhos e de ouvi-los. RECONHECER, CONSULTAR, PERSEVERAR e FAZER promove uma vida de comunhão plena com o Senhor e de constante santificação.

O nome de Davi não ficou conhecido porque era um grande herói de guerra, mas porque Deus o tornou conhecido (v.17). Davi foi instrumento do Senhor, e não o contrário. Muitos têm usado o nome de Deus como instrumento para conquistar suas próprias ambições. Obstinados, agem com aparência de piedade, sendo que o coração endurecido não permite que o Espírito Santo os transforme. Davi foi chamado de o homem segundo o coração de Deus não pelo que fez, mas pelo que permitiu que Deus fizesse nele e por meio dele. Estava sempre disposto a ouvir a Deus e a obedecê-lO. Sabemos que Davi não foi perfeito, mas ao sentir o peso do pecado e das consequências, todas as vezes que agiu conforme seus próprios impulsos, ele sabia a quem recorrer: “A Ti, Senhor, elevo a minha alma. Deus meu, em Ti confio” (Sl.25:1-2).

No Vale de Elá, Davi olhou para cima e foi vitorioso. Na sacada do palácio, olhou para baixo e foi derrotado. Estamos todos inseridos no mesmo contexto, e entre erros e acertos, Deus não desiste de lutar por nós. Ainda que sejam muitos os inimigos, o mal que carregam consigo jamais terá voz ativa diante do “estrondo de marcha” (v.15) que vem da parte do Senhor em defesa de Seus filhos. Ainda que tenhamos de enfrentar “fileiras inimigas” (v.11), ou o nosso próprio coração enganoso, se seguirmos os passos que vimos hoje, certamente, Deus sairá adiante de nós e nos livrará, porque “Todas as veredas do Senhor são misericórdia e verdade para os que guardam a Sua aliança e os Seus testemunhos” (Sl.25:10).

Eu bem sei, meus irmãos, que não tem sido fácil viver nestes últimos dias. Muitas vezes nos sentimos como que encurralados e o desânimo tenta nos abater. Estamos inseridos em um mundo “como foi nos dias de Noé” (Mt.24:37). Ou seguimos o que Deus, por Sua infinita bondade e sabedoria nos deixou escrito, ou o tempo da oportunidade passará sem que o percebamos (Mt.24:39). Há um apelo constante e cheio de compaixão sendo feito ao nosso coração. É o Espírito Santo derramando as Suas últimas lágrimas de amor. Mas Ele “não agirá para sempre no homem” (Gn.6:3). Até quando Sua obra durará? Não o sabemos. O que realmente importa é que o tempo que o Senhor nos concede se chama presente. Precisamos deixar e destruir os deuses deste mundo da nossa vida (v.12). Seja hoje, agora, o tempo de entregarmos por completo o nosso coração a Deus; “eis, agora, o tempo sobremodo oportuno, eis, agora, o dia da salvação” (2Co.6:2). Então, Jesus nos promete um futuro eterno com Ele.

Lembremos de Noé, que fez tudo “segundo o Senhor lhe ordenara” (Gn.7:5), e foi salvo ele e a sua casa. Lembremos de Abraão, que não negou o seu único filho e, pela fé, foi justificado. Lembremos de Daniel e de seus amigos, que não consideraram valiosa a própria vida, e seus nomes estão arrolados para a eternidade. “E que mais direi? Certamente, me faltará o tempo necessário para referir o que há a respeito de Gideão, de Baraque, de Sansão, de Jefté, de Davi, de Samuel e dos profetas” (Hb.11:32). Que, hoje, você e eu sejamos as derradeiras testemunhas de Jesus em meio às trevas morais e espirituais deste mundo. E que no fim deste grande conflito, sejamos reconhecidos como os perseverantes santos do Altíssimo (Ap.14:12). Vigiemos e oremos!

Feliz sábado e feliz ano novo, santos do Altíssimo!

Rosana Garcia Barros

#1Crônicas14 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100



I CRÔNICAS 14 – COMENTÁRIO PR. HEBER TOTH ARMÍ by Jeferson Quimelli
31 de dezembro de 2022, 0:40
Filed under: Sem categoria

I CRÔNICAS 14 – Quando Deus confirma nosso chamado através da resposta do povo, isso não quer dizer que Ele nos livrará dos desafios, problemas e oposições que enfrentaremos decorrente de ter aceitado seguir Seus planos. Porém, Ele nos dá meios e oportunidades para que, buscando a Ele, alcancemos sucesso e popularidade.

Este capítulo fala da…
Confirmação divina de Davi ao reino de Israel (vs. 1-2);
Família de Davi (vs. 3-7);
Oposição dos filisteus a Davi ao saberem que ele havia sido ungido rei (vs. 8-9);
Forma em que Davi criou suas estratégias de guerra: Consultando a Deus (vs. 10-12);
Insistência do inimigo na destruição do ungido do Senhor (vs. 12-13);
Perseverança de Davi em consultar novamente ao Senhor e buscar estratégias com Deus (vs. 14-16);
Fama, prosperidade e honra de Davi por ter Ele buscado a Deus (v. 17).

Alguém disse…
Seu passado influencia, mas não determina o seu futuro;
Sua família influencia, mas não determina o seu futuro;
Seus traumas influenciam, mas não determinam o seu futuro;
Sua decisão de vencer influencia e determina seu futuro.

Porém, não deve ficar apenas na decisão de vencer ou lutar para vencer. Sem orientação e capacitação de Deus até a vitória pode tornar-se em derrota. Os filisteus tinham conseguido muitas vitórias, mas desta vez, por duas vezes consecutivas, foram derrotados; o que aconteceu? Seu inimigo consultou ao Senhor.

Consultar ao Senhor é um ato importante, pois…
– Leva a pessoa a ter intimidade e dependência dAquele que é o Deus soberano do Universo.
– Oferece estratégias àquele que ora para alcançar vitórias sobre quaisquer obstáculos que a vida impõe na tentativa de impedir que seja feita a vontade de Deus aqui na Terra.
– A rotina da vida é quebrada e alterada; substitui o curso moldado pelo pecado pelo poder de Deus que muda o rumo da história.
– Deus agirá em prol de Seus servos, planos e propósitos ainda que hostes inimigas se levantem para impedi-los.

Deus conhece tudo, inclusive estratégias bélicas. Ele sabe o caminho para a vitória diante de qualquer oposição, obstáculo ou situação. A pessoa que verdadeiramente serve ao Deus onipotente não é escrava das circunstâncias. Nem os mais poderosos da Terra nem os ousados poderes do inferno poderão obter vantagem sobre quem depende inteiramente do Deus da vitória.

Portanto, reavivemo-nos! – HEBER TOTH ARMÍ



I CRÔNICAS 13 – ACESSE AQUI O POST DESEJADO by Jeferson Quimelli
30 de dezembro de 2022, 1:00
Filed under: Sem categoria

TEXTO BÍBLICO I CRÔNICAS 13 – Primeiro leia a Bíblia

I CRÔNICAS 13 – COMENTÁRIO BLOG MUNDIAL

I CRÔNICAS 13 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS

COM. TEXTO – ROSANA GARCIA BARROS

COM. TEXTO – PR HEBER TOTH ARMÍ

Acesse os comentários em vídeo em nosso canal no Youtube (pastores Adolfo, Valdeci, Weverton, Ronaldo e Michelson)



I CRÔNICAS 13 by Luís Uehara
30 de dezembro de 2022, 0:55
Filed under: Sem categoria

Texto bíblico: https://www.bibliaonline.com.br/nvi/1cr/13

Uzá e Aiô eram os responsáveis pelo transporte da Arca numa carroça nova. No entanto, quando os bois tropeçaram, Uzá estendeu a mão, tocou na Arca e morreu no mesmo instante. Davi ficou muito contrariado com Deus, por ter ferido de morte a Uzá. No entanto, esta experiência lhe ensinou que Deus não considera inocente aquele que desrespeita a Sua santidade. O transporte deveria ser feito de maneira especial, pelos levitas a pé.

Corremos o mesmo risco. Temos fácil acesso a Bíblia, estamos sempre na igreja, e muitas vezes nos aproximamos das coisas de Deus sem a devida reverência.

Davi ficou com medo de Deus e desistiu de levar a Arca para Jerusalém naquele momento. Algo surpreendente, no entanto, aconteceu. A família de Obede-Edom, que recebeu a Arca, foi grandemente abençoada pelo Senhor. A bênção foi tão notória que três meses depois Davi se dispôs a buscar a Arca e levá-la para Jerusalém.

Algumas vezes achamos que é preciso muito tempo para Deus nos abençoar. A experiência de Obede-Edom nos mostra o contrário. Em apenas três meses, as bênçãos de Deus sobre ele foram tantas que a notícia correu longe.

Quando damos a Deus o local de destaque que Ele merece, em pouco tempo, grandes bênçãos são vistas e sentidas em nossa vida.

Pr Jobson Santos
UNASP

Texto original: https://www.revivalandreformation.org/bhp/en/bible/1ch/13
Tradução: Pr. Jobson Santos/Jeferson Quimelli/Gisele Quimelli/Luis Uehara



I CRÔNICAS 13 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by Jeferson Quimelli
30 de dezembro de 2022, 0:50
Filed under: Sem categoria

1058 palavras

1-14 A primeira tentativa de Davi para transferir a arca da aliança a Jerusalém. Feita de modo precipitado, fracassou. Bíblia de Estudo Andrews.

2 Toda a congregação. Isto é, neste caso os representantes principais da congregação. Davi reconheceu os “capitães de mil, e os de cem, e todos os príncipes” (v. 1) como os representantes do povo, aos quais devia consultar acerca de assuntos públicos, e quem deviam opinar sobre a direção dos assuntos nacionais. CBASD – Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 3, p. 161.

Quando você está no comando é tentador tomar decisões unilaterais, baseadas nas suas próprias opiniões. Mas líderes eficazes escutam cuidadosamente as opiniões dos outros e eles encorajam outros a participar no processo de construir soluções. E, claro, devemos sempre consultar antes a Deus. Podemos incorrer em grandes problemas se não conversarmos com Ele antes. Life Application Study Bible Kingsway.

Se bem vos parece … do Senhor. A harmonia entre Davi e o seu povo, quando buscavam obedecer a Deus, é um modelo para os exilados que estavam retornando da Babilônia (2Cr 30.4-5). Bíblia de Genebra.

A todos os nossos outros irmãos. Isto é, aqueles que ainda ficaram nas suas casas e não compareceram à reunião. CBASD, vol. 3,p. 161.

3 não nos valemos dela. O cronista contrasta aqui Davi e Saul (11.2). Davi preocupara-se com a arca, ao passo que Saul a negligenciou. Bíblia de Genebra.

A arca de Deus tinha estado em Quiriate-Jearim por muitos anos. A negligência pela arca refletia a negligência de Israel por Deus. Trazer a arca de volta para o centro da vida de Israel refletiu o desejo de Davi de lembrar à nação qual era seu real fundamento – Deus. Negligenciar as coisas que nos lembram de Deus – a Bíblia, a igreja e o contato com cristãos – ocasionará em nós a tendência de negligenciar Deus. devemos manter Deus no centro de nossas vidas. Life Application Study Bible Kingsway.

5 Todo o Israel. Davi reuniu 30 mil homens escolhidos de todas as tribos de Israel (2Sm 6:1). CBASD, vol. 3,p. 161.

Sior. Outro nome para o rio Nilo. Segundo este versículo, a fronteira sul de Israel se estendia até o braço mais oriental [a leste] do Nilo. Bíblia de Estudo Andrews.

Sior (no original de Is 23.3) é o Nilo. Bíblia Shedd.

Acima dos querubins. Comparar com 1Sm 4:4; 2Sm 6:2; Sl 80:1; Is 37:16. CBASD, vol. 3,p. 161.

7 Num carro novo. Os israelitas não observaram a lei de Deus sobre o transporte da arca com varas, aos ombros dos sacerdotes (Êx 25.12-15). Ao invés disto, eles manusearam a arca desconsiderando a santidade de Deus e as regulamentações divinas de adoração (15.2, 11-15). Bíblia de Genebra.

As instruções sobre o transporte da arca se encontram em Êx 25.14; Nm 4.15; 7:9; 10.21. Davi não procurou conhecê-las e obedecer a elas. , e assim suas boas intenções não foram aceitas pelo Senhor. A obediência às ordens do Senhor é mais importante que os ritos religiosos. ele pode ver nossos corações e conhece nossas mentes, e não se deixa enganar pela aparência externa. Nossos corações precisam ser retos e obedientes para nosso serviço ser aceitável (1 Sm 15.22). Bíblia Shedd.

8 A adoração no Antigo Testamento era mais que um exercício sóbrio de religião. A exuberância de Davi ao louvar a Deus com dança e música é aprovada na Escritura. Nossa adoração deveria refletir um sério equilíbrio: por vezes devemos ser reflexivos e sério (ver Êx 19.14 e ss) e por vezes devemos demonstrar entusiasmo e grande alegria. Do que você precisa – de mais séria reflexão ou mais alegre celebração? Life Application Study Bible Kingsway.

9 Uzá. Sua morte frisou, a todas as gerações futuras, a necessidade de reverência e conformidade para com os objetos sagrados a Deus. A arca nunca deveria ter sido posta em um carro: nunca deveria ser tocada; haveria varas especiais para transportá-la (Êx 25.14). Bíblia Shedd.

Estendeu Uzá a mão. A arca era sagrada e simbolizava a presença de Deus. Instruções detalhadas foram dadas com respeito à arca a fim de que aqueles que lidassem com ela não morressem (Nm 1:51; 4:15, 19; 20:7, 9). CBASD, vol. 3, p. 161.

10 e o feriu. Uzá demonstrou desconsideração para com a santidade da adoração, tocando na arca (Nm 4.15). embora, aparentemente, tivesse sido um delito secundário, a violação de Uzá envolvia o descuido pela santidade de Deus, o que exigia um castigo que serviria como uma advertência para todos os filhos de Israel (v. 7 e nota). Bíblia de Genebra.

Morreu. O Senhor considerou todos os fatos. Ele sabia que Uzá era pecaminoso, ímpio, e tinha pecados não confessados e pouco senso da santidade de Deus bem como da seriedade da transgressão. A morte desse homem provaria ser uma advertência solene para muitos e, assim, um meio de impedir juízos divinos que, de outra forma, cairiam sobre milhares (ver PP, 706; ver mais em 2Sm 6:6). CBASD, vol. 3,p. 161.

Uzá morreu instantaneamente por tocar na arca, mas Deus abençoou a casa de Obede-Edom, onde a arca foi guardada. Isto demonstra os dois aspectos do poder de Deus: Ele é perfeitamente amoroso e perfeitamente justo. Grandes bênçãos vêm sobre aqueles que obedecem aos Seus mandamentos, mas severa punição vem sobre aqueles que O desobedecem. A punição pode vir num momento ou ao longo de muito tempo, mas ela virá. Às vezes mantemos nosso foco somente nas bênçãos que Deus nos dá, enquanto nos esquecemos que quando pecamos, “terrível coisa é cair nas mãos do Deus vivo”. Noutras vezes, contudo, nos concentramos tanto no julgamento que perdemos Suas bênçãos. Não caia em uma visão desequilibrada sobre Deus. Juntamente com as bênçãos de Deus, vem a responsabilidade de cumprir Suas exigências de justiça, honestidade e justiça. Life Application Study Bible Kingsway.

11 Desgostou-se Davi. Sem entender os propósitos divinos, Davi se desgostou com o modo como o Senhor havia procedido. Ele questionou a justiça divina (ver PP, 705, 706; ver com. de 2Sm 6:8). CBASD, vol. 3,p. 161.

Perez-Uzá. O nome significa “ataque (de fúria) contra Uzá”. Bíblia de Estudo Andrews. [NT: De acordo com a página https://www.nomesbiblicos.com/perez/, as traduções mais comuns/aceitas de Perez são: “brecha”, “rompimento”, “ruptura” e “aquele que surge”, com base, principalmente em Gn 38:29].

12 Temeu Davi. Davi teve medo de seus próprios pecados. Ao testemunhar o juízo de Deus sobre Uzá, ele temeu que algum erro seu pudesse trazer juízos sobre si também. CBASD, vol. 3,p. 161, 162.

13 Obede-Edom. Levita da família de Corá, do clã de Coate (26.1, 4), pelo que estava autorizado a cuidar da arca. Bíblia Shedd.

Era um levita (15.18, 21, 24), que foi abençoado ao ter muitos filhos (26.4-5), presumivelmente porque ele cuidava apropriadamente da arca. Bíblia de Genebra.



1Crônicas 13 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
30 de dezembro de 2022, 0:45
Filed under: Sem categoria

“Temeu Davi a Deus, naquele dia, e disse: Como trarei a mim a arca de Deus?” (v.12).

A liderança de Davi nos deixou registros de sabedoria e sensatez. Ele não decidia pelo povo, ele decidia com o povo. Não que sempre desse ouvidos à voz do povo, e sim que a opinião de seus liderados não era ignorada. O desejo de Davi era de governar um povo de um só Senhor, e para isso necessitava reaver tudo aquilo que o auxiliasse no cumprimento desse propósito. Mas até um líder assim também pode falhar.

A arca de Deus, ou arca da aliança, estava em outra cidade de Israel, Quiriate-Jearim; ali havia permanecido por muitos anos, até que Davi resolveu levá-la para Jerusalém. A arca ficava no lugar Santíssimo do santuário e era o único objeto daquele compartimento. Dentro dela estavam a vara de Arão que floresceu, uma urna de ouro com maná e as tábuas do Testemunho, ou seja, os dez mandamentos. Ali estava a confirmação da aliança de Deus com o Seu povo e a perfeita expressão de Seu caráter. Não se tratava, portanto, de um objeto qualquer, mas de uma obra de arte que carregava a assinatura do dedo de Deus (Êx.31:18).

Saul não se importou em buscar a arca do Senhor. Ele estava tão focado nas guerras e na inveja que sentia por Davi, que permitiu que a maior guerra surgisse em seu coração, aprisionando-o ao pecado. Apesar das boas intenções de Davi, ele também cometeu o grave erro de transportar a arca sem seguir as orientações de Deus. E por tocar no que não lhe era permitido, Uzá morreu, e sua morte entristeceu o coração de Davi de uma forma que toda a sua alegria desvaneceu, negando-se a prosseguir com o trajeto. “Assim, ficou a arca de Deus com a família de Obede-Edom” (v.14).

Depois de saber o que tinha acontecido com Uzá, você teria coragem de ter a arca da aliança em sua casa? O resultado desse depósito compulsório foi três meses de bênçãos sobre a casa de Obede-Edom e sobre tudo o que possuía. Era perante a arca, no lugar Santíssimo, que a glória de Deus era manifestada e somente o sumo sacerdote poderia entrar ali uma vez ao ano, no dia da expiação. Uzá ignorou isso, já Obede-Edom entendeu que ali era “invocado o nome do Senhor, que se assenta acima dos querubins” (v.6), e a sua obediência resultou em bênção.

Após o sacrifício de Cristo, o véu do santuário se rasgou de alto a baixo (Mt.27:51), nos dando livre acesso ao Santíssimo. Hoje, podemos falar com o Pai por intermédio do Filho. Mas assim como Jesus foi “obediente até à morte” (Fp.2:8), Deus capacita Seus filhos à obediência. A Lei do Senhor “é santa; e o mandamento, santo, e justo, e bom” (Rm.7:12). Ora, santidade, justiça e bondade são atributos almejados por todo aquele que muito em breve deseja estar diante da face de Deus. Levar a arca para Jerusalém “pareceu justo aos olhos de todo o povo” (v.4), mas assim como havia uma forma certa de transportá-la, Jesus nos deixou o perfeito exemplo de como devemos andar com Deus.

A pergunta é: “Como trarei para mim a arca de Deus?” (v.12). Precisamos conhecer a diferença entre o certo e o errado, entre o santo e o profano. Não é o que achamos que seja correto e santo, mas o que a Bíblia estabelece por princípios acerca disso. Entendem, amados? Notem que Davi e o povo estavam vivenciando um momento de muita alegria, com toda sorte de instrumentos, “com todo o seu empenho” (v.8). Mas este episódio deixa bem claro que se o nosso empenho em fazer a obra de Deus não estiver em comum acordo com as Escrituras, com a verdade presente, mais cedo ou mais tarde a nossa alegria se tornará em desgosto.

Assim diz o Senhor: “segundo a palavra da aliança que fiz convosco, quando saístes do Egito, o Meu Espírito habita no meio de vós; não temais” (Ag.2:5). O desejo de Deus é que aceitemos a Sua aliança e sejamos ricamente abençoados com o Espírito Santo em nossa vida e em nosso lar. Então, não teremos o que temer. Temos em nossas mãos a Palavra de Deus, e nela, muitos tesouros a serem explorados. Não negligenciemos o que Saul negligenciou e, como Uzá, não toquemos no que não nos convém, mas que o Espírito Santo nos desperte e reavive fazendo de nosso lar uma casa de bênção. Vigiemos e oremos!

Bom dia da preparação, famílias abençoadas!

Rosana Garcia Barros

#1Crônicas13 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100



I CRÔNICAS 13 – Comentário Pr. Heber Toth Armí by Jeferson Quimelli
30 de dezembro de 2022, 0:40
Filed under: Sem categoria

I CRÔNICAS 13 – Nunca despreze a Bíblia. Jamais rejeite sequer um versículo desse livro. “A Palavra de Deus, que, sob o Espírito Santo, gera novo nascimento, continua a ser o meio de desenvolver um caráter cristão em cada crente” (Frank B. Holbrook).

O texto trata da cruel morte de Uzá e da ira de Davi. Melhor dizendo, a mensagem revela o caráter de Deus e o valor que Ele dá a Sua Palavra. Reflita:

“A arca, mencionada 46 vezes em 1 e 2 Crônicas, deveria ser transportada aos ombros dos levitas (Nm 4.5,15), e não no modo filisteu, sobre um carro […]. Só os levitas podiam tocar a arca (cf. 2Sm 5.11-25)” (Merrill F. Unger).
· Consultar pessoas sábias, buscar conselho de bons conselheiros, solicitar auxílio aos líderes políticos e ter o apoio de todo o povo, de nada adianta se Deus não for consultado (vs. 1-3);
· Ter a companhia de todo povo de Deus para fazer o que é certo será um fracasso se for feito do jeito errado (vs. 4-7);

Os filisteus transportaram a arca de Deus em carros e deu certo. “Deus podia permitir que os filisteus usassem esse método, já que não eram o Seu povo da aliança, instruído pela Palavra” (W. W. Wiersbe).
· Fazer as coisas certas, do jeito certo, mas com tristeza, mal humor e carrancudo é errado tanto quanto estar alegre por criar estratégias para alcançar objetivos nobres pelos métodos errados (vs. 8-10). É errado copiar o método dos filisteus para fazer as coisas de Deus.

Uzá fez o que sabia ser errado e foi imediatamente fulminado.
· Sofrer as consequências dos próprios erros e ainda ficar furioso com Deus é evidência de loucura por não fazer as coisas conforme as Sagradas Escrituras. Quem erra, geralmente pensa ter razão, até mesmo quando Deus desaprova sua atitude (vs. 11-12).
· É mais fácil esquivar-se, fugir e abandonar o que se está fazendo do que avaliar onde está a raiz do problema e arrepender-se (vs. 13-14). Quem começa um ato errado cometerá erro atrás de erro, um cada vez pior que o anterior.

Deus quer nos abençoar – não se desvie do caminho da bênção: Sua Palavra! Reavivemo-nos!




%d blogueiros gostam disto: