Reavivados por Sua Palavra


JEREMIAS 45 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
10 de dezembro de 2020, 0:45
Filed under: Sem categoria

“E procuras tu grandezas? Não as procures; porque eis que trarei mal sobre toda carne, diz o Senhor; a ti, porém, Eu te darei a tua vida como despojo, em todo lugar para onde fores” (v.5).

Como cristãos, nem sempre é fácil encarar as provações conforme está escrito: “Meus irmãos, tende por motivo de toda alegria o passardes por várias provações, sabendo que a provação da vossa fé, uma vez confirmada, produz perseverança” (Tg.1:2-3). Os sofrimentos geralmente causam dor, tristeza e decepção. Para encará-los como degraus da fé e da perseverança necessitamos de um elemento imprescindível: o poder do Espírito Santo.

Em poucas palavras, o profeta Jeremias revelou a Baruque a mensagem do Senhor que, se lida de forma superficial, pode parecer uma dura repreensão. Tratava-se, porém, do amor revelado de Deus àquele que havia escrito o que Ele revelava a Jeremias e que, muito provavelmente, tivesse sido a única companhia confiável que o profeta teve em seus anos de ministério. Talvez Baruque tivesse pensado que seu serviço a Deus o livraria dos sofrimentos e que sua dedicação seria de alguma forma recompensada. Por algum motivo, que não sabemos ao certo, sua mente estava perturbada e havia perdido por completo a paz de espírito.

Não foi apenas Baruque o único a sentir tamanho desalento. Os filhos de Corá manifestaram o mesmo sentimento ao declarar: “Pois a nossa alma está abatida até ao pó, e o nosso corpo, como que pegado no chão” (Sl.44:25). Davi também expressou a sua profunda tristeza: “Compadece-te de mim, Senhor, porque me sinto atribulado; de tristeza os meus olhos se consomem, e a minha alma e o meu corpo” (Sl.31:9). Vivemos em um tempo onde é praticamente impossível encontrar quem não tenha passado ou quem não esteja passando por momentos conflitantes em que nos sentimos fracos e debilitados. Não podemos, porém, atribuir a Deus algo que não provém dEle.

Disse Baruque: “Ai de mim agora! Porque me acrescentou o Senhor tristeza ao meu sofrimento” (v.3). Ele mesmo já havia escrito as seguintes palavras de Deus dadas a Jeremias: “Eu é que sei que pensamentos tenho a vosso respeito, diz o Senhor; pensamentos de paz e não de mal, para vos dar o fim que desejais” (Jr.29:11). As dificuldades da vida podem até frustrar os nossos planos nesta Terra, mas não podemos permitir jamais que destruam a nossa confiança em Deus e conexão com Ele.

Foi olhando “para o prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus” (Fp.3:14), que Paulo e Silas, após uma severa sessão de açoites e presos em cadeias, encheram aquela escura prisão de louvores e orações (At.16:25). Também açoitados, os apóstolos “se retiraram do Sinédrio regozijando-se por terem sido considerados dignos de sofrer afrontas por esse Nome” (At.5:41). Eles receberam o elemento imprescindível. Eles receberam o poder do Espírito Santo.

Há um inimigo “cheio de grande cólera, sabendo que pouco tempo lhe resta” (Ap.12:12), açoitando os filhos de Deus com toda sorte de sofrimentos e aflições. De todas as formas, ele tem tentado arruinar a nossa fé. Mas, semelhante ao que disse a Pedro, o nosso Sumo Sacerdote nos diz, hoje: “eis que Satanás vos reclamou para vos peneirar como trigo! Eu, porém, roguei por ti, para que a tua fé não desfaleça” (Lc.22:31-32). Olhe para Jesus e, pela fé, entre no Santíssimo com Ele! Clame pelo poder do Espírito Santo! Não procure as grandezas de um mundo que logo perecerá! Mas confie de que, dentro em breve, Jesus Se levantará do Seu lugar para nos fazer justiça. Em nosso sofrimento e tristeza, olhemos para a cruz e para a sepultura vazia e confiemos na firme e certa palavra: “porque Eu vivo, vós também vivereis” (Jo.14:19). Vigiemos e oremos!

Bom dia, vencedores com Cristo!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Jeremias45 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: