Reavivados por Sua Palavra


ISAÍAS 23 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
13 de setembro de 2020, 0:45
Filed under: Sem categoria

“O Senhor dos Exércitos formou este desígnio para denegrir a soberba de toda beleza e envilecer os mais nobres da terra” (v.9).

Tiro e Sidom eram as principais cidades da Fenícia e ali se encontravam grandes portos marítimos de onde eram comercializados diversos produtos com outras nações. Os fenícios tinham muito orgulho de seu próspero comércio, ostentando muitas riquezas. Mas o seu império estava prestes a ruir e seus navios às vésperas de realizar a última viagem. Fazendo referência à “terra dos caldeus” (v.13), ou seja, Babilônia, o profeta relatou um dos juízos que sobreviria à Fenícia por meio desta nação. Sobre o período de setenta anos relatado pelo profeta, temos a seguinte citação: “Não é possível especificar quando os 70 anos começaram nem quando terminaram. Alguns creem que o período corresponda aos 70 anos do cativeiro judaico em Babilônia” (Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 4, p. 196). Uma coisa é certa: O juízo aconteceu e conforme o desígnio do Senhor, o soberbo império foi aviltado.

Quando, em maio de 1911, o famoso “Titanic” foi lançado ao mar como a mais inovadora, luxuosa e segura embarcação que já haviam construído, ninguém poderia imaginar que ao subir naquela grande e imponente construção estaria a bordo do navio que não encontraria “ancoradouro” (v.1). O supostamente “inafundável” não completaria nem a sua primeira viagem. Algumas curiosidades me chamaram atenção neste episódio:

1. O capitão da embarcação havia marcado um treinamento de emergência para os passageiros, mas este foi cancelado. Se tivesse acontecido, muitas vidas teriam sido poupadas;
2. A maioria dos botes salva-vidas não estavam com a sua capacidade total preenchida e o navio tinha capacidade de levar praticamente o triplo de botes, mas só levava 20. Ou seja, a maioria das pessoas ou mesmo todas poderiam ter sido salvas;
3. A embarcação manteve a sua velocidade máxima mesmo sabendo que estava numa região de icebergs;
4. Se houvesse recebido o sinal de que aquele iceberg estava à frente 30 segundos antes, o navio não teria afundado;

Amados, na embarcação de nossa vida só existe espaço para um capitão: Jesus Cristo, ou Satanás. Assim como o “Titanic”, o inimigo das almas promete fazer de nossa vida uma embarcação luxuosa, supostamente segura e repleta de atrativos. Entretanto, como passageiros de uma viagem fatal, seus adeptos navegam para no fim perceber que não há um porto os esperando. Não há “ancoradouro” (v.1).

Porém, sendo Cristo o Capitão de nossa vida, podemos nos valer de todos os procedimentos de segurança que Ele nos deixou em Sua Palavra para que não venhamos a naufragar. Não há possibilidade de superlotação quando Cristo está no comando. Os Seus desígnios são perfeitos e Ele não permite que Seus filhos sejam colocados em situação de perigo que não possam suportar. Ele nos deixou escrito todas as advertências que precisamos saber para que alcancemos o único porto seguro. Continue estudando a Bíblia, ela é o seu guia de instruções para que você faça uma viagem segura, mesmo em meio aos “icebergs” do mar da vida. Permita que Jesus lhe conduza e certamente encontrarás o “ancoradouro” da eternidade! Vigiemos e oremos!

Feliz semana, viajantes a caminho do Lar!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Isaías23 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: