Reavivados por Sua Palavra


ISAÍAS 14 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
4 de setembro de 2020, 0:45
Filed under: Sem categoria

“Que se responderá, pois aos mensageiros dos gentios? Que o Senhor fundou a Sião, e nela encontram refúgio os aflitos do Seu povo” (v.32).

O prenúncio da queda de Babilônia proclamado pela segunda voz angélica resume bem este capítulo: “Caiu, caiu a grande Babilônia que tem dado a beber a todas as nações do vinho da fúria da sua prostituição” (Ap.14:8). De igual forma, o profeta Isaías declarou a queda do opressor: “Como cessou o opressor! Como acabou a tirania!” (v.4).

Mas, de repente, o contexto se volta para alguém que prefigurou a maldade e que deu origem à servidão do pecado: “Como caíste do céu, ó estrela da manhã, filho da alva! Como foste lançado por terra, tu que debilitavas as nações!” (v.12). De “filho da alva” a príncipe das trevas, Satanás tem tecido seu engano, desde que despovoou terça parte dos anjos do Céu, até os confins deste mundo. Contudo, o seu reinado maligno está chegando ao fim! Os cativos que o inimigo não deixa ir para casa (v.17), estão prestes a contemplar a justiça que o Senhor dos Exércitos determinou (v.27).

A realidade de que existe um conflito cósmico que teve início no Céu e se instalou na Terra tem sido ignorada, enquanto Satanás tece a sua teia de engano e entretece cada vez mais os corações que não temem a Deus. Porém, o tempo de sua destruição está determinado (v.24), assim como do pecado e de todos aqueles que se recusarem a abandoná-lo (Mt.25:41). E é por saber “que pouco tempo lhe resta” (Ap.12:12), que ele está irado contra um pequeno povo que insiste em permanecer fiel aos mandamentos de Deus e ao testemunho de Jesus (Ap.12:17). A Bíblia é muito clara, amados. Resta um remanescente que, pela graça de Cristo, manterá uma fé firme e atuante nas Escrituras e na Sua eterna validade, que fugirá de Babilônia e de tudo o que se assemelhe às suas práticas e que jamais trocará a verdade pelo erro.

O nosso preparo precisa ser diário. Nossas orações, constantes. Nossa comunhão, íntima. O conhecimento de Deus, progressivo. Sigamos as orientações deixadas por Pedro: “Sede sóbrios e vigilantes. O diabo, vosso adversário, anda em derredor, como leão que ruge procurando alguém para devorar” (1Pe.5:8). O grande conflito é real. Satanás é real. Precisamos ter isso em consideração a cada instante de nossa vida. Só consegue escapar do perigo quem está atento aos sinais e toma as devidas precauções. Vigiemos, pois, mediante uma vida de oração fervorosa e de minucioso estudo da Bíblia, sendo, pelo poder do Espírito Santo, testemunhas verdadeiras de Jesus Cristo.

Seja a nossa oração neste dia: Santo Deus, que façamos parte do povo que erguerá no Teu grande Dia, o triunfante hino da vitória! Que, em breve, encontrem “refúgio os aflitos do Seu povo” (v.32)! Vigiemos e oremos!

Bom dia, remanescente fiel!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Isaías14 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: