Reavivados por Sua Palavra


SALMO 46 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
19 de março de 2020, 0:30
Filed under: Sem categoria

“Aquietai-vos e sabei que Eu sou Deus; sou exaltado entre as nações, sou exaltado na Terra” (v.10).

Em meio a uma pandemia sem precedentes, crise econômica, aquecimento global e um crescente êxodo de refugiados decorrente dos conflitos infindáveis, o mundo está vivendo um período de grande transtorno. E até muitos que não são atingidos diretamente por tais situações têm entrado nas estatísticas da depressão e da ansiedade, provocadas pelo medo. A ascensão do Covid-19 só vem provar, apesar de toda a tecnologia e avanços na ciência, a fragilidade humana e a força comprobatória das profecias para o tempo do fim.

Muitos têm soado alarmes falsos, dando um enfoque exagerado no problema, e esquecem do Solucionador de problemas. Tudo o que está acontecendo tem sim o seu lugar no cumprimento das profecias bíblicas. Mas não devem ser um fim em si mesmos. A nossa posição como aqueles que aguardam a gloriosa aparição de Cristo deve ser a de dar o sonido certo ao mundo: “Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem-presente nas tribulações. Portanto, não temeremos ainda que a Terra se transtorne” (v.1-2).

O Salmo de hoje é um pedido do Senhor ao Seu povo em tempo de tribulação: “Aquietai-vos e sabei que Eu sou Deus” (v.10). Deus nos diz: “Permaneçam tranquilos nos momentos de dificuldade e confiem em Mim”. Foi inspirado nas palavras deste Salmo que o grande reformador protestante Martinho Lutero compôs o hino “Castelo Forte”. Enquanto atravessava o vale da sombra da morte da Idade sombria, o fiel servo de Deus e atalaia das Escrituras marchava sob a forte convicção do cuidado de Deus. Apesar do grande assédio do Maligno, Lutero avançava pelo poder do alto que de sua fraqueza extraía força.

O “Deus de Jacó” (v.7) e o Deus de Lutero é O mesmo Deus que nos diz: “Farei passar a terceira parte pelo fogo, e a purificarei como se purifica a prata, e a provarei como se prova o ouro; ela invocará o Meu nome, e Eu a ouvirei; direi: é Meu povo, e ela dirá: O Senhor é meu Deus” (Zc.13:9). “Há um rio”, amados, “cujas correntes alegram a cidade de Deus, o santuário das moradas do Altíssimo. Deus está no meio dela” (v.5), e é para lá que Ele deseja nos levar. Ó, bendita esperança!

Onde estão os “Luteros” atuais dispostos a declarar guerra contra as forças espirituais do mal através de uma vida de oração e obediência à Palavra de Deus? Onde estão os homens, mulheres, jovens e crianças que farão esta terra contemplar “as obras do Senhor” (v.8)? Onde estão aqueles que, pela luz da verdade em suas vidas, serão agarrados pelas vestes e ouvirão “de todas as línguas das nações…: Iremos convosco, porque temos ouvido que Deus está convosco” (Zc.8:23)? Que nossa vida seja uma sensata declaração das palavras finais do hino de Lutero:

“Sim, que a Palavra vencerá, sabemos com certeza;
E nada nos assustará, com Cristo por defesa.
Se temos de deixar parentes, bens e lar;
Embora a vida vá, por nós Jesus está e dar-nos-á Seu reino”
(“Castelo Forte”, HASD, n° 33).

Vem, Senhor Jesus! Vigiemos e oremos!

Bom dia, povo remanescente de Deus!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Salmo46 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: