Reavivados por Sua Palavra


Josué 19 by jquimelli
2 de fevereiro de 2016, 1:00
Filed under: Sem categoria

Comentário devocional:

Josué finalmente recebe sua herança

Josué era um homem de Deus, um forte líder militar e um sábio governador do povo. Esta grandeza também se manifestava em ser ele um homem humilde, disposto a solicitar a sua porção de terra depois de todos os outros. Ele poderia ter reivindicado a sua terra antes de qualquer um e ninguém faria objeções. Mas ele era um líder servidor e deixou um exemplo digno de ser seguido pelos demais.

Como vimos no capítulo anterior, a divisão da terra foi feita por Josué e Eleazar, o sumo sacerdote, na presença do Senhor, na entrada do Santuário que havia sido estabelecido em Siló. Isto mostra que o proprietário original e legítimo do povo e da terra de Israel era o próprio Senhor.

Se rastrearmos quem possuía a nossa terra nos tempos passados, chegaremos aos proprietários europeus, e os que possivelmente estavam aqui antes deles e, então, chegaremos a Deus. Nós não somos os verdadeiros donos: somos inquilinos, e o Senhor vai nos perguntar como temos usado a sua propriedade e para qual finalidade.

Ralph Neall
Professor aposentado e missionário

Também disponível em: http://www.revivalandreformation.org/bhp/pt/biblia/js/19 e https://www.facebook.com/ReavivadosPorSuaPalavra
Texto original: http://www.revivalandreformation.org/bhp/en/bible/jos/19 e http://revivedbyhisword.org/en/bible/jsh/19/
Texto original expandido em: https://reavivadosporsuapalavra.org/2012/11/07/
Tradução: Jeferson Quimelli/Pr Jobson Santos/Gisele Quimelli
Texto bíblico: Josué 19
Comentário em áudio
Leituras da semana programa Crede em Seus Profetas: Patriarcas e Profetas, cap. 6



Josué 19 – Comentário Pr Heber Toth Armí by pastorheber
2 de fevereiro de 2016, 0:45
Filed under: Sem categoria

JOSUÉ 19 – Que se pode aprender de um capítulo como este, contendo 51 versículos empapuçados de nomes, aparentemente enfadonho? Deixou a Bíblia de ser a Palavra eterna de Deus que se aplica a nós em pleno século XXI? Se não, qual é sua mensagem para nós?

Considere este esboço:

• Herança da tribo de Simeão (vs. 1-9);
• Herança da tribo de Zebulom (vs. 10-16);
• Herança da tribo de Issacar (vs. 17-22);
• Herança da tribo de Aser (vs. 24-31);
• Herança da tribo de Naftali (vs. 32-39);
• Herança da tribo de Dã (vs. 40-48);
• Herança de Josué (vs. 49-50);
• Fim da distribuição da Terra Prometida (v. 51).

Por que o Espírito Santo inspirou e incluiu estas heranças antigas de um povo distante num livro sagrado que deveria servir de inspiração e orientação para todos?

Observe:

• Josué foi o último a receber herança, embora fosse o líder. Ele ensina-nos a humildade e abnegação; investir primeiro no povo de Deus, depois em si mesmo.

• Josué liderou a distribuição da terra na presença de Deus, sem procurar dar preferência a uns em detrimento de outros. O líder espiritual não promove conflitos, não provoca confusão, nem é arbitrário.

• Josué recebeu herança dos israelitas; sua amabilidade e generosidade geraram cortesia, respeito e consideração do povo para com ele. Carecemos de líderes como Josué e de atitudes semelhantes a dos israelitas.

• A palavra família ocorre 13 vezes neste capítulo, a herança foi segundo as famílias. Família é dádiva de Deus para a sociedade, a qual deve ser preservada, cuidada e respeitada.

• A palavra herança aparece 18 vezes no texto. Herança é um patrimônio de alguém deixado a outro(s). Como Pai amoroso, Deus, que é dono do mundo, passou a escritura das terras de Canaã como patrimônio de Israel. Ele quer fazer o mesmo conosco, com a diferença que a herança agora é o Céu (Salmo 135:12; Mateus 25:34; Atos 13:19; I Pedro 1:4).

• Quando Deus promete uma coisa, não espere outra; Ele sempre cumprirá. Ele prometeu a terra à descendência de Abraão (Gênesis 12) e cumpriu ao pé da letra. Prometeu o Céu como herança para nós…

• Nomes são importantes, assim como o teu. Deus conhece-nos individualmente, precisamos conhecê-lO pessoalmente…

• A terra, os nomes, a promessa, Deus – tudo é real. Creia!

“Senhor, reaviva-nos!” – Heber Toth Armí.



Josué 19 – Comentários selecionados by jquimelli
2 de fevereiro de 2016, 0:30
Filed under: Sem categoria

Saiu a segunda sorte … à tribo dos filhos de Simeão. Cidades dentro das fronteiras de Judá (15.21) no Neguebe junto com a fronteira sul de Judá. Bíblia de Estudo NVI Vida.

É provável que os contornos da terra não fossem adequados para uma repartição em sete porções. Já que Judá havia recebido um território muito grande, é provável que tenham feito à tribo a sugestão de repartir sua herança com uma das outras. Quando a sorte foi lançada, essa parte saiu para Simeão. Talvez, a princípio, os israelitas tenham suposto que a terra fosse grande o suficiente para dar uma grande porção a Judá. Na verdade, se o povo tivesse ocupado todo o território que Deus originalmente desejara dar-lhes, “desde o rio do Egito até o grande rio Eufrates” (Gn 15:18;ver Dt 11:24), Judá poderia ter permanecido com toda a porção que lhe fora destinada. No entanto, Israel se tornara conformado e negligente. Agora era preciso ajustar os limites de acordo com sua fé. Isso tende a se repetir. As pessoas também poderiam receber mais da parte do Senhor se exercessem fé em buscar grandes coisas dEle. Estas coisas “foram escritas para advertência nossa, de nós outros sobre quem os fins dos séculos têm chegado” (1Co 10:11). CBASD – Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 2, p. 271-272.

no meio dos filhos de Judá. O território conferido a Simeão era dentro do território que coube a Judá (Gn 49.7). Judá e Simeão agiram juntos em Jz 1.3, 17. Em algum estágio, a tribo de Simeão parece ter perdido sua identidade distinta. Bíblia de Genebra.

A herança de Simeão permite ver como foi explícita a orientação de Deus na escolha das porções das tribos. Por causa do massacre do povo de Siquém realizado por Simeão e Levi (Gn 34), Jacó profetizou, antes de morrer, que dividiria essas duas tribos de Jacó e as espalharia em Israel (Gn 49:7). Como já se viu, Levi não receberia herança própria, teria apenas cidades entre as diversas tribos. nesse momento, Simeão recebeu sua parte dentro da herança de Judá. Simeão ficou ainda mais isolado; por isso, quando houve a divisão dos reinos de Judá e Israel durante o reinado de Roboão (1Rs 12), a tribo de Simeão, embora tenha aderido ao reino das dez tribos, foi separada do território desse reino pelo território de Judá. Dessa maneira, eles foram divididos em Jacó [Israel]. As Escrituras não dizem muito a respeito da tribo de Simeão. Dela não saiu nem juiz, nem profeta, nem qualquer outra pessoa ilustre. CBASD, vol. 2, p. 272.

demadiadamente grande para eles. Naquela ocasião era grande demais. Mas se tivessem olhado com fé para o futuro , não teriam mais do que o necessário, com a bênção de Deus. No entanto, a esse ponto, os israelitas haviam começado a perder a visão do plano que o Senhor tinha para eles e se conformaram em receber apenas o suficiente  para satisfazer as necessidades do momento. Deus permitiu o reajuste temporário; mesmo, porém, dentro desse programa adaptado, Israel tinha o privilégio de crescer e expandir seus territórios até que chegasse a precisar de todos. Quão estreita e egoísta se torna a visão das pessoas se perdem de vista o plano do Senhor! Realiza-se pouco porque se busca pouco, e isso ocorre porque há a tendência humana de calcular a força segundo os limites da carne, em vez de contar com o braço poderoso de DeusCBASD, vol. 2, p. 273.

10 terceira vez, a sorte saiu para Zebulom. Essa tribo recebeu uma porção da Galiléia inferior, a oeste do mar da Galiléia e na vizinhança da cidade de Nazará (no NT). Bíblia de Estudo NVI Vida.

13 Gate-Hefer. “Lagar de Hefer”, a cidade natal de Jonas (2Rs 14:25). CBASD, vol. 2, p. 273.

15 Belém. “Casa de pão”. Esta cidade se encontrava no norte (herança de Zebulom) e não “Belém Efrata” (Mq 5.2), onde Jesus nasceu. Bíblia Shedd.

17  quarta vez… Issacar. A sudoeste do mar da Galiléia, estendendo-se até Bete-Seã no sul e ao vale de Jezreel a oeste. O monte Tabor marcava sua fronteira norte. Bíblia de Estudo NVI Vida.

22 Bete-Semes. “Casa do sol”, que não deve ser confundida com acidade de mesmo nome de Judá (Js 15:10), nem com a localizada no território de Naftali (Js 19:38). … A existência de várias cidades com este nome revela a prevalência da adoração ao sol. CBASD, vol. 2, p. 275.

24 quinta vez… Aser. Aser recebeu a planície litorânea até Sidom, na Fenícia, ao norte, e até o monte Carmelo, no sul. Bíblia de Estudo NVI Vida.

A reião fértil ao longo da costa do Mediterrâneo, a oeste e ao norte de Zebulom. CBASD, vol. 2, p. 275.

26 Carmelo. “Terra de jardim” ou “terra frutífera”. Josué conquistou o rei Jocneão que dominava esta região montanhosa. (12.22). Foi aqui que Elias ganhou sua retumbante vitória no nome do Senhor sobre o deus de Jezabel (cd 1 Rs 18 e 19.12). Bíblia Shedd.

32 sexta vez… Naftali. Área que ficava, na maior parte, ao norte do mar da Galiléia, abrangendo o atual vale de Hulé e as montanhas que faziam fronteira com Aser a oeste. Sua extremidade sul ficava na margem inferior do mar da Galiléia. Bíblia de Estudo NVI Vida.

35 Quinerete. Significa”uma lira” ou “uma harpa”. Era uma cidade fortificada na costa noroeste do mar de Quinerete (Galileia). Deu seu nome ao lago em formato de harpa, que, posterioremente, passou a se chamar de mar de genesaré ou da Galileia. CBASD, vol. 2, p. 277.

40 sétima vez… Dã. Cotovelo de terra, espremido entre Efraim e Judá, a oeste de Benjamim. O porto de Jope marcava o canto noroeste de Dã. Bíblia de Estudo NVI Vida.

Depois de Judá, era a mais numeros de todas as tribos, nos censos realizados durante o êxodo (ver Nm 1 e 26). CBASD, vol. 2, p. 277.

42 Aijalom. Cidade provavelmente localizada no vale de Aijalom, da qual os amorreus se recusaram a abrir mão. O vale vai de Jerusalém ao Mediterrâneo, cortando as colinas da Sefelá em direção a Lida. CBASD, vol. 2, p. 277.

43 Timna. Esta cidade foi primeiramente dada a Judá (Js 15:57). Com certeza, é a mesma Timna de Juízes 14:1-5, onde Sansão encontrou sua esposa. Pelo menos durante algum tempo esteve sob o controle dos filisteus, e há dúvidas de que os danitas a tenham conquistado em algum momento. CBASD, vol. 2, p. 277-278.

Ecrom. Era a mais setentrional [mais ao norte] das cidades importantes dos filisteus. CBASD, vol. 2, p. 278.

46 Jope. Significa “beleza”. Era a principal cidade portuária de toda a Judeia. Seu nome moderno é Jaffa, e é contígua à cidade judaica também portuária de Tel-Aviv. Não se afirma com certeza que Jope fazia parte do território de Dã. A declaração [“defronte de”] parece sugerir que o limite chegava até perto da cidade, mas não a incluía. CBASD, vol. 2, p. 278.

47 Saiu, porém, pequeno o limite aos filhos de Dã (ARA; NVI: “Mas a tribo de Dã teve dificuldade para tomar posse do seu território”). Literalmente, “o território dos filhos de Dã saiu deles”. Isto é, não o conseguiram reter porque seus poderosos vizinhos amorreus os forçaram a se retirar para as montanhas, não permitindo que habitassem no vale (Jz 1:34). Essa situação os colocou em tamanha dificuldade que precisaram procurar outro território, onde não houvesse oposição tão ferrenha. CBASD, vol. 2, p. 278.

Os amorreus dessa área “confinaram a tribo de Dã à serra central” (Jz 1.34), de modo que a maior parte da tribo migrou para a região superior do vale do Jordão, onde tomou posse da cidade de Lasém (ou Laís, Jz 18.2-10, 27-29) e lhe deu o novo nome de Dã. Bíblia de Estudo NVI Vida.

Desse modo, os filhos de Dã se recusaram a ocupar o território que lhes fora atribuído por Deus, que lhes teria dado a vitória completa sobre seus inimigos se estivessem dispostos a cooperar com o plano divino. Em vez disso, ocuparam o território de sua escolha. Alguns têm sugerido que essa atitude de Dã seria a causa de sua omissão na lista das tribos em Apocalipse 7CBASD, vol. 2, p. 278.

Lesém. Esta cidade ficava próxima à nascente do Jordão, ao pé do monte Líbano [extremo norte da Palestina]. É chamada de Laís em Juízes, antes de ser tomada pelos danitas. Ela foi descoberta por cinco espias enviados pelos danitas para reconhecer a região norte. Eles informaram que e terra era muito boa e a cidade, calma e segura, sem acordos com outras cidades e bem distante de Sidom. Imediatamente 600 homens armados se puseram a caminho, tomaram a cidade e lhe mudaram o nome para Dã (ver Jz 18). CBASD, vol. 2, p. 278. [O que eles não sabiam que aquela região era o caminho por onde viriam, no futuro, os exércitos invasores dos terríveis assírios e babilônios, legando um terrivel futuro aos seus descendentes.]

49 deram a Josué… uma herança. No relato da distribuição da terra prometida (o território a oeste do Jordão), Calebe é tratado em primeiro lugar (14.6-15), e Josué, por último. … De modo apropriado, o que tocou para Josué veio em último lugar; ele não era nenhum rei nem conquistador militar, mas o servo de Deus comissionado para introduzir o povo do Senhor na terra prometida. Bíblia de Estudo NVI Vida.

50 o mandado do SENHOR. Esse mandamento divino não ficou registrado em qualquer outro lugar (cf 14.9, nota). ver Nm 14.30. Bíblia de Genebra.

Timnate-Sera. “Porção extra” ou “porção frutífera”. Essa cidade situava-se dentro dos limites da tribo de Efraim, da qual José fazia parte (1 Cr 7.27). Com uma pequena mudança de letras em Juízes 2.9, o nome passa a ser Timnate-Heres, “Porção do sol”; aqui Josué foi sepultado. Segundo o rabi Salomão Jarchi, o nome desta cidade foi mudado depois da morte de Josué, por haverem colocado um distintivo ou figura do Sol sobre o túmulo daquele que mandou parar o Sol. Bíblia Shedd.

Localizada no canto sudoeste de Efraim, defronte ao mar [Mediterrâneo]. Bíblia de Estudo NVI Vida.

Josué não escolheu um território grande ou proeminente, mas um pequeno local isolado nas rústicas montanhas de Efraim. Isso era coerente com o espírito altruísta e caráter nobre de Josué, que o relato bíblico deixa transparecer. Também dá testemunho de liderança de servo para os oficiais da igreja e servidores públicos de hoje. Josué, que colocou o centro de seu ministério no serviço do santuário (ver nota sobre 18.1), afastou-se para o interior, a um dia de distância do tabernáculo do Senhor. Bíblia de Estudo Andrews.

Não lutava para conseguir para si benefícios por causa de seu cargo, algo que poderia ter feito com facilidade. Afastou a tentação à qual estã oexpostos constantemente os líderes, a saber, a de aumentar os próprios bens sem ter consideração pelos que se encontram em posições menos favoráveis. ebora fosse o mais velho e o homem mais importante em Israel, Josué foi o último a ser servido. Buscou o bem de sua gente acima de qualquer interesse particular. É um grande exemplo para todos aqueles que desempenham cargos públicos, seja na liderança civil ou eclesiástica. Além disso, é importante notar que não tomou a herança para si sem o consentimento do povo. O registro diz que os filhos de Israel lhe deram a terra. Eles amavam o líder. Não é de se estranhar que o povo tenha servido ao Senhor todos os dias de Josué e dos anciãos que viveram mais do que ele  (Js 24:31; Jz 2:7). O serviço abnegado gera amor, o que, por sua vez, leva à obediência. Ninguém tem direito à liderança até que tenha aprendido a servir com altruísmo. Cristo, que não agradou a Si mesmo (Rm 15:3), é o grande exemplo de serviço abnegadoCBASD, vol. 2, p. 278-279.

51 à porta da tenda da congregação. O trabalho da divisão fora realizado na presença de Deus e sob Sua direção. Foi feito em público, para que todos oubessem que a distribuição nã oera resultado de caprichos humanos. Tal conhecimento exerceria influência para refrear murmurações. No entanto, ainda assim alguns ficaram descontentes (Js 17:14-18). CBASD, vol. 2, p. 279.




%d blogueiros gostam disto: