Reavivados por Sua Palavra


Josué 18 by jquimelli
1 de fevereiro de 2016, 1:00
Filed under: Sem categoria

Comentário devocional:

O Senhor Decide

Após Canaã ter sido conquistada, ainda havia sete tribos que não tinham recebido suas heranças. Josué, então, lançou sortes perante o Senhor em Siló e dividiu a terra respeitando os resultados do sorteio. O importante é que a decisão de como a terra deveria ser dividida não veio nem de Josué, nem de Eleazar ou de qualquer homem, mas eles dependeram inteiramente do Senhor para isto.

Lançar a sorte não é algo que deve ser feito em cada decisão importante que precisamos fazer, nem mesmo se isto tem a ver com a escolha de alguém para a liderança da igreja. O processo de decisão não deve ser feito por um homem ou dois. Mas precisamos orar sinceramente para que a vontade do Senhor seja feita e colocar nossa fé na Sua liderança. Deus irá orientar e direcionar a Sua igreja, assim como fez no passado.

Ralph Neall
Professor aposentado e missionário

Também disponível em: http://www.revivalandreformation.org/bhp/pt/biblia/js/18 e https://www.facebook.com/ReavivadosPorSuaPalavra
Texto original: http://www.revivalandreformation.org/bhp/en/bible/jos/18 e http://revivedbyhisword.org/en/bible/jsh/18/
Texto original expandido em: https://reavivadosporsuapalavra.org/2012/11/07/
Tradução: Jeferson Quimelli/Pr Jobson Santos/Gisele Quimelli
Texto bíblico: Josué 18
Comentário em áudio
Leituras da semana programa Crede em Seus Profetas: Patriarcas e Profetas, cap. 6



Josué 18 – Comentário Pr Heber Toth Armí by pastorheber
1 de fevereiro de 2016, 0:45
Filed under: Sem categoria

JOSUÉ 18 – O povo de Deus deve ser organizado. Planejamento é essencial para que haja organização. A desordem, o caos, a bagunça, o relaxo, não têm origem em Deus. Pelo contrário, Deus quer organizar nossa vida, família e sociedade.

O território da Terra Prometida não foi distribuído ao léu, de qualquer jeito. Este capítulo oferece:

1. Uma introdução em relação à distribuição da terra (vs. 1-10);
2. Detalhes da terra entregue a Benjamim (vs. 11-28).

Josué conclama uma reunião congregacional com todo o povo de Deus em Siló, ali armaram acampamento (v. 1). Sete tribos ainda estavam sem herança (v. 2). Richard Hess, comentando este capítulo declara:

“O segundo versículo prepara o leitor para o processo de distribuição que vem logo em seguida. Especifica que restam sete tribos para receberem suas terras. Isso prepara para as três secções que se seguem e que tratam dessa necessidade:

• A fala de Josué à assembleia (v. 4-7),
• A incumbência dada por Josué à equipe de reconhecimento (v. 8) e
• Uma descrição de como esses mapeadores executaram sua tarefa e o que aconteceu (v. 9-10).

Deve-se considerar três questões: A repetição das instruções, a natureza do mapeamento e a menção das tribos remanescentes”.

O território de Benjamim, embora pequeno, merece nossa atenção pelos seguintes pontos: Ali estava localizado…

• Gilgal: O lugar do primeiro acampamento de Israel na Terra Prometida.
• As ruínas de Jericó: A cidade destruída a grito pelo poder de Deus e o muro da casa de Raabe.
• Betel: Lugar onde foi chamado de Casa de Deus pelos patriarcas.
• Onde seria Jerusalém: Após a expulsão dos jebuseus seu território seria a capital de Israel.

Finalizarei este comentário convidando você a meditar no versículo 3: “Até quando vocês ficarão acomodados, sem disposição para conquistar a terra que o Eterno, o Deus de seus antepassados, deu a vocês?” (A Mensagem).

1. A indisposição em avançar na direção apontada por Deus nos impede de receber as bênçãos que já são nossas.
2. Às vezes precisamos de “uma descarga elétrica”, “uma bronca” de líderes religiosos, para tomarmos atitude e buscar aquilo que Deus já nos deu.
3. A acomodação é a razão de não termos mais das bênçãos de Deus registradas na Bíblia para enriquecer nossa vida espiritual e física.

Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.



Josué 18 – Comentários selecionados by jquimelli
1 de fevereiro de 2016, 0:30
Filed under: Sem categoria

Siló. Significa “lugar de descanso”. É provável que o nome tenha sido escolhido para o local porque, depois de peregrinar por mais de 40 anos, finalmente o tabernáculo do Senhor podia descansar. CBASD – Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 2, p. 266.

O nome moderno do lugar é Seilum. … Durante o tempo de Josué, Siló era uma cidade central e até ao tempo de Samuel ela era a sede do Tabernáculo judaico. … Parece que o Tabernáculo ficou ali cerca de 300 anos. O nome era significativo. Israel tinha conquistado a terra e poderia descansar da luta. Espiritualmente falando, este era o lugar para o povo encontrar-se com Jeová; nesse encontro houve descanso para suas almas. … Israel era mais do que uma nação, era uma congregação religiosa, tendo a Siló como o ponto central do culto. Bíblia Shedd.

Siló era um excelente lugar para o santuário, próximo ao centro geográfico da Palestina. Portanto, de fácil acesso a todas as tribos de Israel. Testes de campo demonstraram que a acústica e a capacidade visual em Siló tornaram o lugar ideal para uma grande assembleia ouvir e ver os procedimentos de culto. … Durante 300 anos, este foi o lugar no qual a glória do shekinah pairava sobre a arca da aliança e onde todo o Israel se reunia para adorar nas festas anuais. As escavações arqueológicas descobriram depósitos perto do terraço, com vários grandes vasos de armazenamento, contendo boa quantidade de trigo carbonizado e diversos objetos relativos ao santuário – todos queimados com fogo intenso, provavelmente quando os filisteus destruíram Siló por volta de 1050 a.C [nos tempos de Eli, 1Sm 4:1-11; PP, 514]. Bíblia de Estudo Andrews.

Siló nunca perdeu sua reputação de centro religioso de Israel. Referências posteriores na Bíblia apontam para impiedade e idolatria na cidade (Sl 78:56-60; Jr 7:12-15). Life Application Study Bible Kingsway.

Nos dias de Davi, esse papel foi transferido para Jerusalém. Bíblia de Genebra.

Até quando sereis remissos… ? Esta pergunta serve para despertar o povo de Deus em qualquer geração. Deus tem dado as promessas de vitória em nossas vidas espirituais; Ele, de Sua parte, tem feito tudo o que é necessário para a nossa vitória. Mas, como somos negligentes em possuir o que Deus nos quer dar! É necessário algum esforço espiritual da nossa parte para vencer as forças malignas em torno de nós. Bíblia Shedd.

Quantos de nós nos mostramos igualmente vagarosos para nos apropriar das bênçãos que o Salvador tem para nós! É muito bom que Deus, através dos tempos, tenha enviado pioneiros para dizer-nos em que estamos falhando e para estimular nosso zelo. Comentário Bíblico Devocional Velho Testamento. F. B. Meyer.

Por esse tempo, os cananeus estavam, na maioria dos lugares, tão enfraquecidos que não eram mais ameaça. Em vez de cumprir a ordem de Deus de destruir os cananeus remanescentes, contudo, estas sete tribos frequentemente tomavam o caminho mais fácil. Como povo nômade, eles provavelmente estavam relutantes em se estabelecer, preferindo depender economicamente do povo que deveriam eliminar. Outros teriam temido os altos custos da guerra contínua. Era mais fácil e mais rentável negociar com eles por mercadorias do que destrui-los e ter que providenciá-las por si mesmos. Life Application Study Bible Kingsway.

Haviam enriquecido com os espólios dos cananeus e tinham fartura. Pareciam estar mais preocupados com a comodidade e a complecência do momento do que com a obtenção de sua herança. Como ocorrera com os construtores de Babel, estavam contentes com sua maneira de viver em comunidade. Ao que parece, não tinham a intenção de se espalhar e abandonar a boa companhia dos irmãos. Desde o começo, Deus estabeleceu o plano de que a humanidade de espalhasse sobre a face da Terra, em vez de todos se reunirem num mesmo lugar. Assim que perderam sua visão espiritual, os seres humanos mostraram a tendência de se congregar e de procurar a proteção de outras pessoas, em vez de confiar no cuidado divino. Há uma implicação clara nisso. Após a conversão verdadeira e depois de se receber o direito à vida eterna, a grande preocupação deve ser a de trabalhar para entrar na posse da herança eerna. No entanto, por vezes, as pessoas se conformam com os despojos desta vida, assim como as sete tribos, e não sentem a urgência de prosseguir com as conquistas. É relevante a admoestação do apóstolo Paulo: “Combate o bom combate da fé. Toma posse da vida eterna” (1Tm 6:12). CBASD, vol. 2, p. 267.

possuir. Isso significa possuir a terra completamente, algo mais do que a conquista inicial (1.11, 15; 13:1, 21.43). Trata-se de um ato de fé obediente, porquanto estava baseado na promessa de Deus (1.11, nota), o que explica a nota de repreensão envolvida na pergunta feita por José. Bíblia de Genebra.

Deve ser feita, portanto, uma distinção entre as guerras nacionais de conquista (livro de Josué) e as guerras tribais de ocupação (Jz 1, 2). Bíblia de Estudo NVI Vida.

Josué perguntou porque algumas tribos estavam protelando o trabalho de possuir a terra. Frequentemente adiamos trabalhos que nos parecem grandes, tediosos ou desagradáveis. Mas o seu adiamento contínuo mostra falta de disciplina, fraca mordomia de tempo e, em alguns casos, desobediência a Deus. Trabalhos que não gostamos requerem concentração, espírito de equipe, muito mais tempo, encorajamento e prestação de contas. Lembre-se disto quando estiver tentado a procrastinar. Life Application Study Bible Kingsway.

corra a terra e façam dela um gráfico. Literalmente, “escrevam-na”. Ao que parece, os homens deveriam descrever a terra, o nome e o tamanho das cidades, a aptidão dos terenos para a agricultura, a pecuária, etc., a fim de que o valor das propriedades pudesse ser devidamente determinado. Depois de obter essa informação, a delegação deveria dividir todo o território em sete partes. CBASD, vol. 2, p. 267.

Em sete partes fareis o gráfico da terra. Os vinte e um homens iam olhar a terra e preparar uma descrição segundo certas divisões. depois, estas seriam divididas entre as sete tribos[Benjamim, Simeão, Zebulom, Issacar, Aser, Naftali, Dã, cf. Js 18:11-19:48], lançando as sortes. Judá, Rúben, Gade e as tribos de José [Efraim e Manassés] não estavam incluídas, tendo já ganho suas porções (5). Bíblia Shedd.

8,9 levantar. Literalmente, “escrever [a descrição de]”. Depois de armar o tabernáculo, Josué enviou homens para levantar o mapa (descrever por meio da escrita) do restante da terra ainda não separado em porções e dividi-lo em sete partes. Então Josué e o sumo sacerdote Eleazar ficaram à porta da tenda da congregação, repartindo a herança de Israel em porções (v. 10; 19:51). Bíblia de Estudo Andrews.

num livro. Além de fazer uma descrição escrita das principais características da terra, é provável que os homens tenham feito alguns desenhos do território em forma de mapa. A declaração sugere que um reconhecimento geográfico das cidades foi feito e registrado. É possível que se trate do primeiro exemplo de estudo topográfico de que se tem registro. Talvez os israelitas tenham aprendido a arte com os egípcios, que eram bons topógrafos. CBASD, vol. 2, p. 267-268.

11 a sorte… Benjamim… entre os filhos de Judá e os filhos de José [Efraim]. Zona tampão entre Judá e Efraim, as duas tribos dominantes. Bíblia de Estudo NVI Vida.

A importante cidade de Jerusalém ficava em seu território. Parece que, por algum tempo, essa cidade foi posse conjunta de Judá e Benjamim (ver Jz 1:8, 21; 1Cr 8:28, 32). Posteriormente, Jerusalém se tornou a cidade real da casa de Judá. CBASD, vol. 2, p. 268.

16 O vale do Filho de Hinom [ge-hinnon ao sul de Jerusalém] ficou associado à adoração de Moloque (o deus amonita), nos dias de Jeremias. Estes ritos terríveis envolviam o sacrifício de crianças. Mais tarde o vale foi usado para a queima de lixo e cadáveres de criminosos e animais. Portanto o nome [gehena] tornou-se um sinônimo para inferno. Life Application Study Bible Kingsway.

22 Betel. Esta cidade [da tribo de Benjamim] passou para as mãos dos efraimitas quando a tribo de Benjamim foi quase totalmente exterminada (Jz 20). Na divisão do reino [Norte/Samaria x Sul/Judá] sob o governo de Roboão, embora a tribo de Benjamim estivesse unida a Judá, Betel era considerada parte do reino do norte de Israel, na fronteira sul de Jeroboão. Foi ali que o monarca colocou um dos bezerros de ouro (1Rs 12:29-33). CBASD, vol. 2, p. 268.

28 esta era a herança dos filhos de Benjamim. Comparada com a herança das outras tribos, a de Benjamim era uma das menores em área. No entanto, segundo Josefo, seu solo era o mais rico. O território ocupava uma posição extremamente estratégica, e o nome de muitas de suas cidades indica, por seu significado, que estavam situadas nas alturas, facilitando, portanto, a defesa. Sem dúvida, foi por essa força defensiva que a tribo de Benjamim conseguiu, certa vez, resistir com sucesso [até certo ponto] aos exércitos combinados de Israel. CBASD, vol. 2, p. 270.

Para Luis, Yoko e filho e igreja Nipo Kibo no Niwa (Jardim da Esperança).




%d blogueiros gostam disto: