Reavivados por Sua Palavra


I JOÃO 5 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by Jeferson Quimelli
19 de dezembro de 2021, 0:50
Filed under: Sem categoria

1131 palavras

1-5 Resumo dos cap 1-4. Mostra que o amor uns pelos outros, o amor a Deus e a guarda dos mandamentos são elementos inseparavelmente ligados na vida daqueles que creem em Jesus (sobre o cumprimento da LEI de Deus, ver Mt 22:36-40; Jo 14:15; Rm 13:8-10; Gl 5:14). Bíblia de Estudo Andrews.

1 crê. Uma fé ativa e constante, não um pensamento ou sentimento ocasional. Bíblia de Estudo Andrews.

2 todo aquele que ama o Pai ama também o que dele foi gerado. João escreveu numa época em que os membros da família eram estreitamente ligados entre si, numa unidade sob o comando do pai. O apóstolo podia, portanto, citar a família como ilustração para demonstrar que quem amar a Deus, o Pai, amará naturalmente os filhos de Deus. Bíblia de Estudo NVI Vida.

3 não são penosos. Os nascidos de Deus naturalmente passam a amar e a se parecer com o Pai (3:9; 4:7,8; 5:1; Mt 11:28-30). Bíblia de Estudo Andrews.

Não porque os próprios mandamentos sejam leves ou fáceis de se obedecidos, mas, como explica João no v. 4, por causa do novo nascimento. Quem nasceu de Deus pela fé é capacitado a obedecer pelo Espírito santo. Bíblia de Estudo NVI Vida.

Em contraste com as minuciosas obrigações do legalismo judaico (Mt 23.4), o jugo de Cristo é suave (Mt 11.30; cf Rm 12.2). Bíblia Shedd.

4 vence o mundo. Isto é, vive de acordo com o amor e os mandamentos do Pai, não segundo os caminhos do mundo (2:15, 16). Trata-se de uma promessa reclamada pela fé. Bíblia de Estudo Andrews.

Vencer o mundo é conquistar a vitória sobre seu padrão pecaminoso de vida – outra maneira de se referir à obediência a Deus (v. 3). Bíblia de Estudo NVI Vida.

6-13 O testemunho convicto de que quem crê no Filho de Deus tem a vida eterna. Bíblia de Estudo Andrews.

6 água e sangue. Provável representação do batismo de Jesus, que deu início a seu ministério terrestre, e de sua morte na cruz, a qual marcou seu término (Jo 15:26). Bíblia de Estudo Andrews.

Ensinamento contrário aos dos heréticos gnósticos que diziam que cristo se encarnou no homem Jesus por ocasião do Seu batismo, mas que o deixou antes da Sua morte. Bíblia Shedd.

João insiste em que Jesus Cristo é Deus, além de homem (1.1-4; 4.2; 5.5). Agora assevera que foi esse Deus-homem Jesus Cristo quem entrou em nosso mundo, foi batizado e morreu. Jesus era o Filho de Deus, não somente no batismo, mas também em sua morte (v. 6b). Essa verdade é extremamente importante porque, se Jesus morreu somente como homem, sua expiação sacrificial (2.2; 4.10) não teria sido suficiente para eliminar a culpa da humanidade. Bíblia de Estudo NVI Vida.

Tanto a morte como a ressurreição de Cristo eram negadas pelos [gnósticos] docéticos, os quais negavam a natureza humana de Cristo (4.2). Bíblia de Genebra.

7 três. A lei [do] AT exigia “duas ou três testemunhas”(Dt 17.6; 19.15; v. 1Tm 5.19). Bíblia de Estudo NVI Vida.

No Céu. Evidências textuais apoiam (cf. p. xvi [do CBASD]) a omissão da variante “no céu: o Pai, a Palavra, e o Espírito Santo; e estes três são um. E três são os que testificam na terra.”… O texto como se apresenta na [versão] ARA não se encontra em nenhum manuscrito grego anterior aos séculos 15 e 16. CBASD – Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 7, p. 746. [Obs: O CBASD apresenta interessante exposição adicional sobre esta adição, por Erasmo, ao texto grego da Vulgata, adição esta chamada de Comma Joanina.]

8 O Espírito, a água e o sangue. São aspectos do único batismo de Jesus por nós (Ef 4.4n). O batismo do Espírito (1Co 12.13) e na água (At 2.38) são para todos os que crêem. Bíblia Shedd.

testificam. Sobre quem é Jesus (1:1-3; 5:11). Bíblia de Estudo Andrews.

10-13 O testemunho de que quem crê no Filho de Deus tem a vida eterna. Jesus habita naqueles que creem nele e, por meio de sua presença, os cristãos têm segurança e experimentam a vida eterna hoje (sobre a SEGURANÇA cristã de salvação, ver Jo 3:14; 5:22; Rm 8:31-39). Bíblia de Estudo Andrews.

10 O testemunho (cf Rm 8.16). Refere-se à segurança e paz internas providas pelo Espírito (Fp 4.7). Bíblia Shedd.

11 a vida eterna … está no Seu Filho. Essa é a verdade central da mensagem cristã. Bíblia de Genebra.

13 O Evangelho de João [Jo] foi escrito para despertar a fé (20.31). A primeira epístola [1Jo] foi escrita para dar certeza da fé. Bíblia Shedd.

14-21 Uma síntese das certezas que os cristãos têm em Jesus. Bíblia de Estudo Andrews.

14 se pedirmos alguma coisa de acordo com a sua vontade. Quanto a outra condição prévia para a oração, v. 3.21, 22. Bíblia de Estudo NVI Vida.

16 seu irmão. A passagem deixa claro o valor da oração intercessora em favor dos que estão presos no pecado. Bíblia de Estudo Andrews.

Não para a morte. Parece inegável que João identifica classes de pecado, pois, um pouco mais adiante, neste mesmo versículo, fala de “pecado para a morte”. Porém, o contexto deve ser mantido em mente. Nos v. 14 e 15, ele deu a segurança de que as orações dos crentes serão respondidas. Aqui ele aplica a promessa a um tipo específico de oração (a que se faz em favor de alguém) e explica em que circunstância ela pode ser eficaz. Ao fazê-lo, ele discute duas classes de pecados: aqueles em que há ou não esperança para o pecados. Na primeira classe, a oração pode ser uma ajuda eficaz para a redenção; no segundo, como João explica mais tarde, não há garantia de que a oração será eficaz. Geralmente se entende que o pecado para a morte é o pecado imperdoável ([o pecado para o qual não se pediu perdão e anestesia a consciência, anulando a ação do Espírito] ver com. de Mt 12:31, 32). Portanto, o pecado que não é para a morte é qualquer outra forma de pecado em que um irmão pode cair. CBASD – Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 7, p. 746.

pecado para morte. A rejeição do testemunho do Espírito, como os oponentes de João faziam, só pode levar à morte (4:1-3; Mt 12:31; Jo 16:7,8; sobre as consequências do PECADO, ver Rm 6:23; Gn 3:1-6). Bíblia de Estudo Andrews.

19 O mundo inteiro jaz no maligno. Isto no sentido que a humanidade é passivamente controlada pelo diabo e seus anjos (Ef 2.2; 6.12). Bíblia Shedd.

Ninguém pode escapar à rede de tentação, pecado e condenação do maligno sem o socorro divino. Mas as pessoas também não podem fugir de sua responsabilidade tentando culpar outro agente, a saber, o diabo, por sua própria situação (Gn 3.12-13). Paradoxalmente, a escravização ao pecado é voluntária (Tg 1.13-15). Somente o Filho de Deus pode destruir a servidão e substituí-la por uma vida de perdão, gratidão e obediência (3.8). Bíblia de Genebra.

21 guardai-vos dos ídolos. Ou seja, de dar preferência a alguém (2:22; 4:1) ou a algo (2:15, 16) em lugar de Deus. Bíblia de Estudo Andrews.

Todo substituto de Deus é um ídolo. João provavelmente refere-se aos erros doutrinários, morais e éticos que, na prática, são idolatria (cf 1 Co 10.12). Bíblia Shedd.


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: