Reavivados por Sua Palavra


TIAGO 3 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
4 de dezembro de 2021, 0:45
Filed under: Sem categoria

“A sabedoria, porém, lá do alto é, primeiramente, pura; depois, pacífica, indulgente, tratável, plena de misericórdia e de bons frutos, imparcial, sem fingimento” (v.17).

Este é um dos capítulos mais difíceis da Bíblia. Não no sentido de compreender, mas de praticar. Os pecados relacionados à língua podem alcançar maiores proporções do que os pecados cometidos pelo corpo, ou pode nos levar a cometê-los também. Tiago chama de “perfeito varão” todo aquele que consegue refrear a língua, porque, assim fazendo, será “capaz de refrear também todo o corpo” (v.2). Ao ilustrar tal situação com o “freio na boca dos cavalos” (v.3), a ideia central é de que nós também precisamos de um “freio”, de um aio que nos indique o caminho e nos livre de tropeçar. Este Aio especial chama-Se Espírito Santo. Como está escrito: “Quando te desviares para a direita e quando te desviares para a esquerda, os teus ouvidos ouvirão atrás de ti uma palavra, dizendo: Este é o caminho, andai por ele” (Is.30:21).

Por outro lado, a comparação da língua com o leme de um navio, indica que, apesar de pequena, se ela não for governada pelo Timoneiro celestial, mas pelo “impulso do timoneiro” (v.4) do próprio “eu”, trágicas serão as consequências. Pois assim “como uma fagulha põe em brasas tão grande selva” (v.5), “a língua é fogo; é mundo de iniquidade […] e contamina o corpo inteiro” (v.6). E o pior: “nenhum dos homens é capaz de domar; é mal incontido, carregado de veneno mortífero” (v.8). O perfeito varão, portanto, a que Tiago se refere, não é aquele que consegue, por sua força de vontade, refrear a língua, mas aquele que, pelo poder do Espírito Santo é capacitado a fazê-lo; que, por conhecer a sua própria natureza caída, reconhece que depende da ajuda do alto.

É totalmente incoerente (para não dizer detestável) diante de Deus, os lábios que O louvam e ao mesmo tempo amaldiçoam aqueles que criou à Sua semelhança (v.9). Sobre estes, disse Jesus: “Este povo honra-Me com os lábios, mas o seu coração está longe de Mim” (Mt.15:8). “Meus irmãos, não é conveniente que as coisas sejam assim” (v.10). Precisamos clamar ao Senhor, todos os dias, para que de nossa boca só proceda bênção; para que o Espírito Santo governe nossas intenções, palavras e ações. Jesus foi bem claro ao afirmar: “porque, pelas tuas palavras, serás justificado e, pelas tuas palavras, serás condenado” (Mt.12:37). Ou uma coisa, ou outra, amados. Não há meio termo. Da fonte que jorra água salgada não pode jorrar água doce (v.12). Como o profeta, precisamos confessar com humildade: “ai de mim! Estou perdido! Porque sou homem de lábios impuros, habito no meio de um povo de impuros lábios” (Is.6:5). E o Senhor tocará nossa boca com a brasa viva e purificadora de Seu altar (Is.6:7).

Precisamos clamar pela sabedoria do alto para que nossas palavras sejam um reflexo do Espírito Santo em nosso coração. “Pois, onde há inveja e sentimento faccioso, aí há confusão e toda espécie de coisas ruins” (v.16). Quem permite ser governado por tais sentimentos jamais passará no crivo do Céu com aqueles que amam a Deus e buscam viver piedosamente. Ao permitir que a natureza “terrena, animal e demoníaca” (v.5) endureça o coração, a voz do Espírito Santo vai perdendo a eficácia e o pecado imperdoável é cometido (Mt.12:31), pondo “em chamas toda a carreira da existência humana” (v.6). Não seja assim conosco, meus irmãos! Que o Espírito Santo nos revista da sabedoria “lá do alto”, que é pura, que promove a paz, que perdoa, que é benevolente, que é “plena de misericórdia e de bons frutos”, que não toma partido ao julgar e que não dissimula (v.17). Sejamos, portanto, pelo poder de Deus, promotores da paz! Vigiemos e oremos!

Feliz sábado, perfeitos varões!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Tiago3 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: