Reavivados por Sua Palavra


JEREMIAS 48 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by Jeferson Quimelli
13 de dezembro de 2020, 0:40
Filed under: Sem categoria

JEREMIAS 48 – O livro de Jeremias é o segundo maior livro do Antigo Testamento. Suas profecias, acompanhadas de sua autobiografia, tornam o livro muito interessante. Por várias razões Jeremias é bem conhecido entre aqueles que apreciam a Bíblia. Contudo, suas mensagens são pouco conhecidas, talvez por não serem tão valorizadas como deveriam. Vamos estudar sua profecia contra Moabe?

C. Paul Gray observa que “entre os oráculos encontrados nos capítulo 46-49, essa profecia é singular em relação a sua extensão, seu grande número de lugares e suas semelhanças com outras passagens das Escrituras”. Abaixo segue a divisão que Gray faz do capítulo em questão:
1. As consequências da confiança inapropriada (vs. 1-10);
2. A desgraça da vida indisciplinada (vs. 11-17);
3. O desastre chega (vs. 18-28);
4. Um lamento pela orgulhosa nação de Moabe que caiu (29-39);
5. Não há escape de juízo (vs. 40-47).

Orgulho, arrogância, prepotência e soberba levam indivíduos e nações a um fim indesejado. Uma existência desregrada, indiferente aos princípios divinos e sem parâmetros bíblicos enfrentará situações em que a desgraça será sua melhor definição de vida.

Apesar Moabe ter Quemos como seu deus, ainda que os pecados de Moabe eram extravagantes, Deus começa com uma mensagem de juízo e destruição (vs. 1-2); mas, termina com uma mensagem de restauração e esperança (v. 47).A profecia declara que Moabe iria para o cativeiro. Contudo, depois da disciplina, o próprio Deus promete: “Chegará o dia em que vou restaurar a sorte de Moabe”. A misericórdia divina tem a última palavra, não o juízo!

Outras aplicações espirituais:
• Através da profecia a Moabe, observa-se que Deus ama, trata com um amor firme e disciplinador aos povos que adoram outros deuses, além de oferecer um futuro promissor a todas as nações e quer a restauração de todos os povos.
• Com Moabe, aprendemos que a vida desgraçada resulta de uma rejeição à graça de um Deus que deseja o melhor para os habitantes deste mundo imoral e decadente.
• A mensagem do servo de Deus pode parecer dura e pesada contra seus destinatários; todavia, ele termina com esperança, oferece consolo e promete a ação graciosa de Deus.
• O evangelho é destinado a todas as pessoas, Deus age para restaurar o caído e destruído pelo pecado.

Portanto, reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: