Reavivados por Sua Palavra


JEREMIAS 26 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
21 de novembro de 2020, 0:45
Filed under: Sem categoria

“Assim diz o Senhor: Põe-te no átrio da Casa do Senhor e dize a todas as cidades de Judá, que vêm adorar à Casa do Senhor, todas as palavras que Eu te mando lhes diga; não omitas nem uma palavra sequer” (v.2).

O ministério profético dado a Jeremias não foi apenas desafiador, mas um risco de morte. Não, o profeta não foi mandado a pregar dentro de um presídio perante os piores assassinos. Ele foi enviado a pregar na igreja! E, ainda que a sua integridade física estivesse em jogo, a ordem de Deus era de que ele não omitisse “nem uma palavra sequer” (v.2). Enquanto sua voz ecoava pelas paredes do templo, chocava-se com os corações endurecidos do povo. Mas o Senhor não desistia deles, pois a Sua essência não permitia. O Seu amor para com aquela nação fazia com que colocasse na boca de Jeremias um apelo após o outro. Mas eles consideravam a sua situação muito confortável para dar ouvidos à mensagem de juízo.

O inimigo tem usado seus agentes na luta contra o povo de Deus e tem levantado dentre o próprio povo pessoas que, enfermas espiritualmente, vivem apenas um cristianismo superficial. Essa foi a realidade não somente nos dias de Jeremias, mas também nos tempos de Cristo e da igreja apostólica. Jesus foi condenado e morto pela dureza de coração de Seu próprio povo. Paulo e seus companheiros de missão foram duramente perseguidos, açoitados e muitos foram mortos por seus patrícios. E nem o fato do rosto de Estêvão ter brilhado como o rosto de um anjo (At.6:15) impediu os líderes judeus de apedrejá-lo até à morte (At.7:59).

A Bíblia está repleta de testemunhos de pessoas que deram a vida por amor ao evangelho, simplesmente porque aceitaram transmitir as palavras do Senhor. Alguns são mais conhecidos e notórios como no caso do profeta Jeremias. Outros, possuem um tímido registro nas Escrituras, como no caso do profeta Urias. Mas ambos profetizaram “em nome do Senhor” (v.20). Falando aos gálatas, Paulo escreveu: “Tornei-me, porventura, vosso inimigo, por vos dizer a verdade?” (Gl.4:16). Jeremias tornou-se um inimigo nacional porque declarava as palavras que de Deus recebia, e Urias perdeu a vida por exercer o ministério profético. A acusação contra Jeremias era de que ele falava o que não era agradável de se ouvir. Porque, aos olhos dos habitantes de Jerusalém, estava tudo bem, quando, na verdade, suas ações eram más continuamente.

Amados, Deus tem pressa em nos salvar e, “começando de madrugada” (v.5), tem nos falado a mesma mensagem com um tom ainda mais urgente do que o foi nos dias de Jeremias ou nos dias apostólicos. Precisamos depositar o nosso coração no cofre celeste e clamar pelo poder transformador do Espírito Santo. Lembremos que o homicídio não só acontece fisicamente, mas também ocorre dentro do coração rancoroso e vingativo (Mt.5:22), que derrama sangue inocente com palavras e sentimentos maliciosos. “E traríamos nós tão grande mal sobre a nossa alma?” (v.19). Odiaríamos aqueles que sabemos ser usados por Deus para nos alertar, só para podermos mascarar os pecados que precisamos abandonar? Que o Senhor nos livre de derramar “sangue inocente” (v.15) e nos faça influentes para o bem assim como foi Aicão, que “protegeu a Jeremias” (v.24). Disse Jesus: “Bem-aventurados os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia” (Mt.5:7). Vigiemos e oremos!

Feliz sábado, alvos da misericórdia divina!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Jeremias26 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: