Reavivados por Sua Palavra


JEREMIAS 20 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
15 de novembro de 2020, 0:45
Filed under: Sem categoria

“Mas o Senhor está comigo como um poderoso guerreiro…” (v.11).

Pela primeira vez, o livro de Jeremias relata uma violência física contra o profeta. Pasur, “presidente na Casa do Senhor” (v.1), feriu o homem de Deus “e o meteu no tronco” (v.2). Atentem bem para dois detalhes muito importantes: Pasur era líder religioso e feriu e prendeu o profeta “na Casa do Senhor” (v.2). Ou seja, a mensagem de advertência que deveria ser aceita em primeiro lugar pelos líderes da igreja, além de ter sido rejeitada, ainda foi motivo de uma violência contra Jeremias com o propósito de que em algum momento ele se deixasse persuadir (v.10). Só que existe uma coisa que ímpio algum consegue entender, e é esta:

Quando um cristão assume um compromisso genuíno de fidelidade a Deus e nEle confia de todo o coração, um “tronco” não o impede de avançar, mas o impulsiona para o alvo!

Pasur receberia exatamente o preço de seu ato maligno. Ele, bem como todos os seus amigos que seguiram as suas falsas profecias, receberiam a mesma punição e, pela primeira vez, algo na sua vida seria uma profecia verdadeira: o seu novo nome, “Terror-Por-Todos-Os-Lados” (v.3). A saga do mal teria fim com Jeremias ainda em vida. O profeta seria testemunha ocular da destruição de seus inimigos pelos exércitos de Babilônia (v.5). E em meio a este completo caos, “todo o dia” (v.8), Jeremias tinha que enfrentar escárnios e zombarias (v.7) do povo pelo qual tinha “de gritar e clamar: Violência e destruição!” (v.8). Era uma mensagem de juízo, mas também de redenção. Contudo, até os “íntimos amigos” (v.10) do profeta planejavam a sua queda. Que cenário desesperador! Jeremias não podia contar com absolutamente ninguém! Sua família o perseguia, seus amigos conspiravam contra ele e os líderes religiosos desejavam matá-lo. O que fazer diante de tão aterradora realidade?

Ó Senhor” (v.7), manifesta o nome do único em quem o profeta podia confiar. E foi a Ele a quem Jeremias recorreu. Fazer a vontade de Deus estava muito além de suas forças. E negar fazer a vontade de Deus, muito aquém do desejo ardente de seu coração. O Poderoso Guerreiro estava a postos em favor de Seu profeta e o livraria “das mãos dos malfeitores” (v.13). O mesmo Deus que disse: “Não penseis que vim trazer paz à terra; não vim trazer paz, mas espada” (Mt.10:34), também estava com seu servo Jeremias a lhe confortar pelo desprezo dos “da sua própria casa” (Mt.10:36).

Ao aceitar o desafio de caminhar na contramão do mundo e na direção de Deus, todo discípulo assume o compromisso de andar nas pisaduras de seu Mestre. E este compromisso tanto requer fidelidade quanto exige humildade. Humildade para reconhecer que a sua natureza pecaminosa precisa constantemente do toque restaurador e purificador de Cristo; que como uma criança de colo, depende totalmente dos cuidados do Pai; e que, como Filipe, deve obedecer prontamente à voz do Espírito Santo (At.8:29).

Os sofrimentos do profeta eram muitos, porém, passageiros. Semelhante a Jó, considerou mais vantajoso o não nascer do que prosseguir contemplando a dureza do coração humano e os resultados de tal mal. Ainda assim, conseguia encontrar forças para erguer louvores ao Deus que lhe faria justiça (v.13). A Bíblia não é um conto de fadas com fábulas que te iludem e te levam a suspirar por coisas banais. A Bíblia é a Palavra do Senhor Deus Todo-Poderoso, que te fala a verdade, ainda que esta verdade não reflita o que você deseja ouvir. Erguer a bandeira da verdade, portanto, é estar envolvido em uma batalha e, onde há batalha, há inimigos. Mas Jesus nos orienta com as seguintes palavras: “Não temais os que matam o corpo e não podem matar a alma” (Mt.10:28).

Assim como Jeremias confiou no Senhor, confie a tua causa a Ele (v.12), e diga, “todo o dia” (v.8): “Mas o Senhor está comigo como um poderoso guerreiro”! “Porque a nossa luta não é contra o sangue e a carne, e sim contra os principados e potestades, contra os dominadores deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal, nas regiões celestes” (Ef.6:12). Sigamos os passos de Jesus e sempre poderemos desfrutar da tão preciosa promessa: “E eis que estou convosco todos os dias até à consumação do século” (Mt.28:20). Vigiemos e oremos!

Feliz semana, discípulos de Jesus!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Jeremias20 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: