Reavivados por Sua Palavra


JEREMIAS 18 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
13 de novembro de 2020, 0:45
Filed under: Sem categoria

“Olha para mim, Senhor, e ouve a voz dos que contendem comigo” (v.19).

A arte de transformar barro ou argila em objetos é um dos mais antigos ofícios e um método utilizado para diversos fins desde então. Tijolos, cerâmicas, vasos e esculturas são cuidadosamente modelados pelas mãos do oleiro e uma série de etapas precisam ser realizadas a fim de se obter um bom resultado final, incluindo o cozimento da peça em forno. Enquanto observava o trabalho do oleiro, Jeremias ouvia as palavras do Senhor e percebia em cada processo o cumprimento dessas palavras no contexto em que estava vivendo.

Como o barro que havia se estragado na mão daquele artesão foi reaproveitado para “fazer dele outro vaso, segundo bem lhe pareceu” (v.4), diz o Senhor: “eis que, como o barro na mão do oleiro, assim sois vós na Minha mão, ó casa de Israel” (v.6). Todos os esforços do Senhor e tudo o que permitia acontecer “a uma nação ou… um reino” (v.7) possuía a finalidade não de os destruir, mas de salvá-los, como a peça que o oleiro cozinha em alta temperatura para torná-la forte e preparada para o uso. Na mensagem profética “aos homens de Judá e aos moradores de Jerusalém” (v.11) isso fica bem claro: “se a tal nação se converter da maldade contra a qual Eu falei, também Eu Me arrependerei do mal que pensava fazer-lhe” (v.8). “Convertei-vos, pois, agora, cada um do seu mau proceder e emendai os vossos caminhos e as vossas ações” (v.11).

Um coração endurecido é aquele que rejeita os projetos de Deus a fim de andar consoante os próprios projetos (v.12). Sua ambição, egoísmo e orgulho não permitem a modelagem das mãos do supremo Oleiro. Como “a virgem de Israel” (v.13), cometem a vileza de esquecer do Senhor e apegar-se aos ídolos deste mundo. Enquanto isso, também cometem o desatino de perseguir e ferir aqueles que intercedem “pelo seu bem-estar, para desviar deles” a indignação de Deus (v.20). “Olha para mim, Senhor, e ouve a voz dos que contendem comigo” (v.19) foi o clamor de Jeremias diante da profunda tristeza de ser maltratado pelo seu próprio povo.

Exposta a fraqueza do profeta através de suas lágrimas e rogos, seus inimigos descobriram a forma mais eficaz de atingi-lo: “firamo-lo com a língua e não atendamos a nenhuma das suas palavras” (v.18). Certamente, Jeremias era constantemente afrontado e humilhado com palavras de maldição e com o descaso daqueles que o ouviam. “Coisa sobremaneira horrenda cometeu” (v.13) aquele povo, bem como tem cometido a geração atual. Notem que o Senhor chamava os Seus profetas em tempos críticos; quando as pessoas haviam rejeitado os Seus ensinos. Ou seja, se tão-somente a humanidade houvesse dado ouvidos às leis estabelecidas por Deus para reger o mundo não haveria necessidade de levantar profetas para corrigi-las.

Mas por Sua bondade e misericórdia, o Senhor abençoou o mundo com homens e mulheres que permitiram ser vasos de honra e suportar o calor das perseguições e sofrimentos. No momento mais crítico da história deste mundo, Deus não nos deixou sem a orientação profética. Através de uma mulher frágil e humanamente incapaz de suportar os revezes de um chamado tão grandioso, as palavras de Paulo se cumpriram: “Deus escolheu… as coisas fracas do mundo para envergonhar as fortes… a fim de que ninguém se vanglorie na presença de Deus” (1Co.1:27 e 29).

Faça um estudo sério e sincero sobre a vida e os escritos de Ellen G. White e você vai descobrir que há uma orientação profética para o povo de Deus hoje; há um processo a ser obedecido para que sejamos Seus vasos de honra. Rogo que deixe de lado qualquer discriminação ou opinião humana e perceba, por si mesmo, que os escritos da irmã White não se tratam de um acréscimo à Bíblia, e sim de palavras que apontam para a Bíblia como a nossa única regra de fé e prática e que nos ajudam a compreendê-la e amá-la como a Palavra viva e eficaz do nosso Deus. Lembremos que a última Igreja de Deus na Terra é aquela que tem “o testemunho de Jesus” (Ap.12:17), e “o testemunho de Jesus é o espírito da profecia” (Ap.19:10). Ou seja, é uma igreja profética e com uma mensagem profética. Em nome de Jesus, não rejeite as verdades do Senhor! Vigiemos e oremos!

Bom dia, barro nas mãos do supremo Oleiro!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Jeremias18 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: