Reavivados por Sua Palavra


SALMO 107 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by Jeferson Quimelli
19 de maio de 2020, 0:40
Filed under: Sem categoria

SALMO 107 – O livro de Salmos está dividido em cinco livros menores:

LIVRO I – Salmos 1-41
LIVRO II – Salmos 42-72
LIVRO III – Salmos 73-89
LIVRO IV – Salmos 90-106
LIVRO V – Salmos 107-150

O Salmo 107 é a abertura do quinto e último livro dentro do Livro de Salmos. Sua introdução (vs. 1-3) “dá ao salmo seu âmbito histórico na grande libertação de Israel do exílio, o tema sobre o qual o restante do salmo dá as variações. A palavra ‘remidos’ traz ecos do costume que obrigava o parente a se interpor para livrar seu aparentado próximo da dívida ou da escravidão. Deus fizera exatamente aquilo; e a palavra ‘congregou’ responde precisamente à oração de 106:47. Esta combinação entre a petição e a resposta tem persuadido alguns expositores que os Salmos 105-107 formam uma trilogia, a despeito da fronteira tradicional entre os Livros IV e V, contando a história da graça de Deus na Sua escolha e cuidado de Israel (105), Sua longanimidade e castigos (106) e, finalmente, Sua recuperação da nação (107). Kirkpatrick indica que há um elo entre os três na expressão ‘as terras’, que cristaliza a promessa (105:44), o castigo (106:27) e o salvamento (107:3)” (Derek Kidner).

O Salmo nos oferece quatro quadros em que pessoas experimentaram o livramento do Senhor quando clamaram com fervor: Os…

• …perdidos e errantes do deserto (vs. 4-9);
• …presos/cativos/escravos (vs. 10-16);
• …enfermos/doentes (vs. 17-22);
• …marinheiros solapados por tempestade violenta (vs. 23-32).

Deus está no controle de tudo e pode agir em qualquer adversidade, contudo, precisamos clamar a Ele com sinceridade (vs. 33-42).

Derek Kidner conclui seu comentário deste Salmo dizendo que “o livro de Oseias encerra-se com uma nota semelhante a esta [v. 43]: uma lembrança sóbria no sentido de não sermos levados pela eloquência, numa resposta pouco profunda àquilo que Deus fez em profundidade, ou na participação puramente imaginativa num capítulo da história. Neste quadro quádruplo da qual houve livramento, o leitor deve se reconhecer a si mesmo, e é a fidelidade de Deus que agora deve louvar com nova compreensão”.

Conforme o Salmo, Deus é…

• Bom;
• Misericordioso/gracioso;
• Fiel;
• Libertador/salvador;
• Abençoador.

Deus nos liberta das nossas aflições e nos redime dos nossos pecados para que O louvemos e anunciemos a Sua salvação (vs. 1-3). Portanto, reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: