Reavivados por Sua Palavra


SALMO 103 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by Jeferson Quimelli
15 de maio de 2020, 0:40
Filed under: Sem categoria

SALMO 103 – Nossas orações podem ser individuais ou coletivas; pessoais ou nacionais; secretas ou públicas; para nosso próprio favor ou em favor dos outros (intercessora), mas nunca egoístas e/ou desprovidas de sinceridade.

O Comentário Bíblico Africano observa que “no salmo 102, o salmista expressou a Deus desânimo e aflição profundos sobre sua situação pessoal e a de sua nação. No salmo 103, muda de tom e agradece pelas muitas bênçãos que Deus concedeu a ele e à nação”.

• Sempre que orarmos extraindo palavras do fundo do coração, crendo que de fato Deus nos atende, certamente seremos atendidos; porém, tanto quanto somos atendidos devemos ser agradecidos.
• Sempre que orarmos por nós, deveríamos interceder por amigos, colegas de trabalho/escola, vizinhos, conterrâneos e pelas nações para que Deus atue para o bem de todos.

O Salmo em apreço pode ser dividido em três partes:

1. Devemos render graças a Deus por diversas razões. Devemos falar de nós mesmos e entregar-nos à reflexão para relembrar cada um dos benefícios que recebemos misericordiosamente de Deus (vs. 1-5). O salmista nos ajuda:
a) Ele perdoa cada um dos nossos pecados;
b) Ele cura cada uma de nossas doenças;
c) Ele nos liberta e salva de qualquer situação;
d) Ele nos coroa com amor e misericórdia;
e) Ele nos envolve com bondade;
f) Ele nos restaura e vivifica em Sua presença.

2. Devemos, como igreja ou como nação, coletivamente render graças ao Senhor (vs. 6-18); porque…
a) Ele faz justiça aos oprimidos da sociedade;
b) Ele não nos trata como merecemos, mas com misericórdia, amor, bondade e graça;
c) Ele perdoa nossos pecados, Jesus é Seu presente para nos livrar da condenação;
d) Ele sabe de nossas limitações, fraquezas e rebeldias, e nos trata como um Pai bondoso, mas firme para nos orientar e transformar.

3. Devemos nos unir aos seres de todo o Universo para render louvores ao Soberano Senhor (vs. 19-22):
a) Os exércitos de anjos louvam e obedecem ao Senhor, devemos nos unir a eles;
b) Todos os seres viventes do Universo devem louvar ao Criador.

Faça das palavras conclusivas do salmista as tuas palavras: “E você, ó minha alma, esteja pronta para falar bem do Eterno” (v. 22).

Senhor, ajuda-nos a louvar-Te como mereces! Amém. – Heber Toth Armí.


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: