Reavivados por Sua Palavra


ROMANOS 1 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
23 de maio de 2018, 0:30
Filed under: Sem categoria


“Porque os atributos de Deus, assim o Seu eterno poder, como também a Sua própria divindade, claramente se reconhecem, desde o princípio do mundo, sendo percebidos por meio das coisas que foram criadas. Tais homens são, por isso, indesculpáveis” (v.20).


Iniciamos hoje um livro que nos revelará de uma forma mais clara a beleza do evangelho e a sua base. Sendo o primeiro livro do Novo Testamento, dentre os tantos livros que Paulo escreveu, a epístola aos romanos tem sido considerada como a carta da doutrina da justificação pela fé. Foi debruçando-se mais precisamente sobre este livro, que Lutero e os demais reformadores se levantaram contra os ditames e a falsa teologia da igreja papal. A introdução de Romanos, no entanto, já nos revela que a justificação pela fé não se trata de uma justificativa para o pecado. Não é porque somos salvos pela fé em Cristo que somos livres para vivermos a nosso bel prazer. Mas, “para a obediência por fé” (v.5), fostes “chamados para serdes santos” (v.7).
Naquela época, a Bíblia era composta apenas pelo Antigo Testamento. Percebam como Paulo se refere a esta porção da Palavra de Deus: “Sagradas Escrituras” (v.2). A santidade que deveria ser manifestada entre os cristãos de Roma, foi a mesma requerida por Deus ao antigo Israel, quando disse: “Santo sereis, porque Eu, o Senhor, vosso Deus, sou santo” (Lv 19:2). E a mesma reforçada no apelo de Pedro: “porque escrito está: Sede santos, porque Eu sou santo” (1Pe 1:16). A palavra santo significa alguém que é separado para Deus, ou, como bem descreveu Paulo, “separado para o evangelho de Deus”; que decidiu abrir mão das coisas deste mundo e viver em conformidade com a vontade do Senhor.
É sobre este prisma que esta epístola está fundamentada: a obediência como um resultado da fé em Cristo e a santidade como consequência direta de uma vida de obediência. Uma coisa está ligada à outra. De acordo com a Bíblia, não há como separá-las, ou como viver uma e rejeitar a outra. Seria uma insensatez; como um filho que diz amar aos pais, mas que constantemente os desrespeita. Pois “a ira de Deus se revela do céu contra toda impiedade e perversão dos homens que detêm a verdade pela injustiça” (v.18). Isto é, que ignoram a verdade da Palavra de Deus “para praticarem coisas inconvenientes” (v.28). Porém, ainda que usem de desculpas, ou que desprezem o fato de que cada detalhe da natureza, cada célula, cada parte do corpo humano, revela a existência de um Criador inteligente, “tais homens são indesculpáveis” (v.20).
Paulo não se refere a pessoas ignorantes, mas aquelas que mesmo “tendo conhecimento de Deus, não O glorificaram como Deus, nem Lhe deram graças”, mas se perderam “em seus próprios raciocínios” (v.21). Inseridos em uma cultura relativista e repleta de ‘achismos’, precisamos nos apegar ao profundo estudo da Bíblia, “porque é o poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê” (v.16). Só assim não seremos enganados por aqueles que “mudaram a verdade de Deus em mentira, adorando e servindo a criatura em lugar do Criador” (v.25).
Muitos pecados são citados pelo apóstolo. São atitudes reprovadas por Deus, mas que constituem, principalmente em nossos dias, o quadro que mais ilustra o cenário real do homem à sua própria imagem. “Inculcando-se por sábios, tornaram-se loucos” (v.22). E como um grande manicômio, o mundo tem sofrido os resultados de tal loucura. São ideologias, teorias e filosofias que prometem liberdade e felicidade, quando a realidade mostra uma sociedade infeliz e presa em coisas e prazeres que tão-somente provam o quanto está insatisfeita. Pessoas que aparentam viver um conto de fadas enquanto abafam o grito do coração. Ninguém, repito, ninguém, pode ser verdadeiramente feliz longe dos propósitos de Deus. Salomão foi um rei que teve de tudo, e que pôde escrever com know-how de que Deus “pôs a eternidade no coração do homem” (Ec 3:11) e que tudo o que procede deste mundo não passa de vaidade (Ec 1:2).
Se as pessoas preferem mascarar o pecado com ideologias liberais, “cometendo torpeza” (v.27), mesmo sabendo que estão pecando (v.32), um dia terão que se deparar com Aquele que é “Santo, Santo, Santo” (Ap 4:8), quando serão tidas por indesculpáveis. Mas você e eu fomos chamados para sermos de Jesus Cristo (v.6), para sermos santos (v.7), a fim de que “em todo o mundo” seja proclamada a nossa fé (v.8) e sejamos confirmados como testemunhas de Jesus Cristo. Que cheios do Espírito Santo, nossa vida reflita a imagem do nosso Criador, “o qual é bendito eternamente. Amém!” (v.25).
Bom dia, reflexos de Jesus!
Rosana Garcia Barros
#PrimeiroDeus #Romanos1 #RPSP

1 Comentário so far
Deixe um comentário

Deus tem me abençoado a cada comentário que leio nas manhãs, mas este comentário sobre o livro de #Romanos1 foi um dos mais Lindos que já li.
Parabéns professora pela iluminação do Espírito Santo na sua vida que tem a IASD para transmitir às pessoas este amor que Deus tem cromoterapia a cada dia mas sua e nossas vidas. Muito obrigado pelos comentários e pelas bênçãos que Deus nos envia através de você. Deus continue a lhe abençoar.

Comentário por José Pedro Possidonio




Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: