Reavivados por Sua Palavra


ATOS 19 – COMENTÁRIO PR. HEBER TOTH ARMÍ by Maria Eduarda
13 de maio de 2018, 0:45
Filed under: Sem categoria

ATOS 19 – Evangelizar grandes cidades e líderes influentes tem sido uma estratégia ignorada por nossas igrejas. Mas, se temos algo a aprender com Paulo, é exatamente isso.

John Stott falando sobre Paulo, observa que, “provavelmente, o que o atraía às cidades era o fato de conterem sinagogas judaicas, populações maiores e líderes mais influentes. Assim, em sua primeira viagem missionária, ele visitou Salamina e Pafos no Chipre, e Antioquia, Icônio, Listra e Derbe na Galácia; em sua segunda viagem, evangelizou Filipos, Tessalônica e Bereia na Macedônia, e Atenas e Corinto na Acaia; enquanto se concentrou em Éfeso durante a maior parte da terceira viagem”.

No capítulo em análise, temos estes pontos:

1. Paulo em Éfeso rebatiza doze discípulos quando aceitaram novas verdades (vs. 1-7).
2. Por três meses Paulo falou ousadamente, dissertando e persuadindo os de coração duro (v. 8).
3. Por dois anos, na Escola de Tirano, Paulo expôs a Palavra de Deus (v. 10). Ao espalhar-se os convertidos em Éfeso a outras localidades, “esse período de dois anos viu a fundação das igrejas de Colossos e Hierápolis, e possivelmente algumas das sete igrejas mencionadas em Ap 2-3, além da de Éfeso” (John MacArthur).
4. O poder do Espírito Santo manifestou-se em Paulo em prol dos habitantes de Atenas, contudo, o poder de Satanás se lhe opôs; porém, “a palavra do Senhor crescia e prevalecia poderosamente” (vs. 11-20). Onde a Palavra de Deus penetra com poder, itens do poder das trevas são destruídos:
• Os magos foram confrontados;
• Exorcistas foram desmascarados;
• Pecados foram confessados publicamente pelo povo;
• Livros de magia foram queimados.
5. Paulo traçou plano para o futuro, seu alvo era chegar a Roma (v. 21).
6. Paulo enviou Timóteo e Erasto a Macedônia (v. 22).
7. Paulo permaneceu em Éfeso, e o que aconteceu?
• Demétrio liderou um alvoroço contra Paulo porque não conseguia mais vender ídolos (vs. 23-28).
• Confusão em nome da deusa Diana no Teatro da cidade (vs. 29-34).
• O escrivão, sabiamente acalmou toda a agitação (vs. 35-41).

Síntese: A Palavra de Deus redireciona crentes ignorantes (vs. 1-5), solapa o poder da magia (vs. 6-20) e, levanta tumulto no terreno da idolatria (vs. 23-41).

Precisamos mais dessa Palavra em nossa vida, em nossa família, em nossas igrejas e em nosso país! – Heber Toth Armí.


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: