Reavivados por Sua Palavra


ATOS 13 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by jquimelli
7 de maio de 2018, 0:45
Filed under: Sem categoria

ATOS 13 – Ao espalharem-se os cristãos após a tribulação ocasionada pela morte de Estêvão, o evangelismo em Antioquia tornou-se muito forte. O sucesso era claramente evidente (11:19-21). De Jerusalém, Barnabé foi enviado a Antioquia para coordenar a missão; com sua chegada, muitos foram fortalecidos na fé e outros tantos se uniram à igreja (11:22-24).

Sentindo que o crescimento era gigantesco, Barnabé precisou de ajuda. Então, foi a Tarso buscar reforço. Assim, Barnabé introduziu Paulo no evangelismo em Antioquia, sendo uma bênção do desenvolvimento da igreja (11:25-26).

Após cumprirem a missão em Antioquia, Barnabé e Saulo, trazendo em sua companhia João Marcos, retornaram a Jerusalém (12:25).

“Em Atos 13, Lucas transporta o leitor de volta a Antioquia, a fim de apresentar a primeira viagem missionária de Paulo, que ocupa dois capítulos inteiros (At 13 e 14). A partir desse ponto até o final do livro, o foco passa a ser Paulo e suas missões aos gentios” (Wilson Paroschi).

1. Da igreja de Antioquia Paulo e Barnabé foram enviados como missionários ao mundo (vs. 1-3);
2. Quem administrava a igreja e os projetos missionários era o Espírito Santo (vs. 2, 4);
3. Em Salamina um pretenso judeu (o mágico e falso profeta Elimas) rejeitou o evangelho pregado por Paulo e Barnabé; porém, um gentio da alta sociedade (o procônsul Sérgio Paulo) “creu na doutrina do Senhor” (vs. 4-12).

  • Aqui precisamos refletir nas Palavras de Paulo àquele que interferia na pregação do evangelho: “Filho do diabo e de tudo o que é justo! Você está cheio de toda espécie de engano e maldade. Quando é que vai parar de perverter os retos caminhos do Senhor?” (v. 10).
  •  A quem Paulo poderia dizer isso em nossos dias?

4. Em Antioquia da Pisídia, Paulo, sem João Marcos que havia retornado a Jerusalém (vs. 13-15), mas na companhia de Barnabé, pregou seu primeiro sermão registrado na Bíblia. Falou sobre salvação e obteve grande sucesso (vs. 16-43).
5. Os judeus se opuseram à pregação da Palavra, mas os gentios aceitaram e se alegraram pelas boas novas de salvação (vs. 44-49).
6. Os pregadores da Palavra foram expulsos, entretanto, estavam cheios de alegria e do Espírito Santo (vs. 50-52).

Proclamar a palavra não é fácil, mas Deus torna o impossível em possível! – Heber Toth Armí.


2 Comentários so far
Deixe um comentário

Excelente meditação! Procuro ler todos os dias o capítulo da Bíblia e os comentários, bem como compartilho com muitos amigos no WhatsApp! Louvado seja o nome do Senhor! Que Ele, através de Seu Santo Espírito, continue inspirando a irmã Rosana Barros e os demais integrantes da equipe do Reavivados por Sua Palavra.

A título de sugestão, gostaria de observar que a parte final do primeiro parágrafo ficaria melhor compreendida se fosse utilizada a palavra inofensivo por ofensivo. Por entender que o jejum não é ofensivo, como bem expressou a irmã Rosana Barros em seu excelente comentário!

Comentário por António dos Santos Neto

Bom dia Antônio, graça e paz!
No texto, a palavra “inofensivo” está ligada ao apetite, que se não for controlado, torna-se algo muito perigoso.
Um abraço,
Ivan Barros
Equipe RPSP

Comentário por Ivan Barros




Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: