Reavivados por Sua Palavra


ATOS 10 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
4 de maio de 2018, 0:30
Filed under: Sem categoria


“Portanto, sem demora, mandei chamar-te, e fizeste bem em vir. Agora, pois, estamos todos aqui, na presença de Deus, prontos para ouvir tudo o que te foi ordenado da parte do Senhor” (v.33).


De acordo com o dicionário, uma pessoa piedosa é aquela “que sente por seus semelhantes um amor respeitoso, e pratica atos inspirados por esse sentimento”. Esta foi a primeira característica dada a Cornélio: piedoso. Ele não só sentia compaixão pelo próximo, mas a praticava. E apesar de sua origem romana, era “temente a Deus com toda a sua casa” (v.2). Como sacerdote do lar, era uma inspiração a seus filhos e esposa, de forma que “toda a sua casa” também servia ao Senhor. Além de fazer “muitas esmolas ao povo”, “de contínuo, orava a Deus” (v.2).

Foi quando estava em oração cerca das três horas da tarde, que lhe apareceu “um anjo de Deus” (v.3), instruindo-o a mandar chamar Pedro para que viesse à sua casa. Imediatamente, Cornélio fez tudo conforme o mensageiro celestial lhe falara e reuniu em sua casa “seus parentes e amigos íntimos” (v.24). Todos estavam em oração e grande expectativa para conhecer aquele que o Senhor mandara chamar. Em contrapartida, Pedro ainda nem fazia ideia do que estava prestes a acontecer. Indo “ao eirado, por volta da hora sexta, a fim de orar” (v.9), a única coisa que lhe passou pela cabeça foi o quanto estava com fome. E é a partir daí que ele teve a visão, creio eu, mais mal interpretada por boa parte do meio cristão.

De repente, Pedro foi tomado de uma estranha sensação, tendo a visão de um grande lençol que descia do céu “baixado à terra pelas quatro pontas” (v.11). Ali havia “toda sorte de quadrúpedes, répteis da terra e aves do céu” (v.12). Foi quando ouviu uma voz que lhe disse: “Levanta-te, Pedro! Mata e come” (v.13). Como bom judeu, Pedro jamais colocara na boca nada imundo. Sabia que Deus prescrevera as leis de saúde, inclusive quanto à proibição do consumo de carnes imundas (Lv 11), para a preservação e bem-estar da vida humana, o que o levou a replicar: “De modo nenhum, Senhor! Porque jamais comi coisa alguma comum e imunda” (v.14). Mas a insistência do mandado celeste deixou o apóstolo “perplexo sobre qual seria o significado da visão” (v.17). Será que Deus estava aprovando o consumo de qualquer tipo de animal como alimento? Será que havia mudado de ideia quanto ao que chamou de abominação (Lv 11:11)?

Mas enquanto Pedro meditava “acerca da visão, disse-lhe o Espírito: Estão aí dois homens que te procuram; levanta-te, pois, desce e vai com eles, nada duvidando; porque Eu os enviei” (v.19-20). Pedro não imaginava que através daqueles homens seria levado ao lugar onde entenderia o significado daquela confusa visão. Ao chegar na casa de Cornélio, este se prostrou aos seus pés para adorá-lo. Mas Pedro logo “o levantou, dizendo: Ergue-te, que eu também sou homem” (v.26). E ao ver quantos ali estavam e a alegria com que foi recebido, prontamente Pedro entendeu o significado da visão: “Vós bem sabeis que é proibido a um judeu ajuntar-se ou mesmo aproximar-se a alguém de outra raça; mas Deus me demonstrou que a nenhum homem considerasse comum ou imundo” (v.28). Eis o sentido daquela visão.

O mais influente dos apóstolos precisava compreender que “em qualquer nação, aquele que” teme a Deus “e faz o que é justo Lhe é aceitável” (v.35), “que Deus não faz acepção de pessoas” (v.34). Que Jesus Cristo “é o Senhor de todos” (v.36). Usar aquele texto para criar um pretexto a fim de usar como alimento o que Deus chamou de abominável, é ignorar totalmente o evangelho para todos. Aqueles animais representam todos os povos, tribos, línguas e nações. Assim como o lençol era baixado pelas quatro pontas, de Norte e Sul, Leste a Oeste, Deus tem ovelhas que Ele mesmo procura e busca (Ez 34:11).

Assim como Cornélio e toda a sua casa estavam “prontos para ouvir tudo o que… foi ordenado da parte do Senhor” (v.33), Deus tem procurado os Seus verdadeiros adoradores, que humildemente têm buscado conhecer a Sua “boa, agradável e perfeita vontade” (Rm 12:2). Homens e mulheres que, pelo estudo sincero das Escrituras, estão em busca da verdade e não da ilusão de teorias criadas para satisfazer as vontades carnais. Não demora, e Jesus reunirá as Suas ovelhas, “então, haverá um rebanho e um Pastor” (Jo 10:16). Quer você ser batizado pelo Espírito Santo? Ouça e estude a Palavra de Deus em espírito de oração e sincero desejo de conhecer o “Assim diz o Senhor”. E o bom Pastor lhe conduzirá aos pastos verdejantes da eternidade.

Bom dia, piedosos e tementes a Deus!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus
#Atos10
#RPSP


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: