Reavivados por Sua Palavra


ATOS 7 – Comentário Pr. Heber Toth Armí by jquimelli
1 de maio de 2018, 0:45
Filed under: Sem categoria

ATOS 7 – A oração e o ministério da Palavra formam a fórmula da igreja que incomoda as hostes satânicas suscitando oposição, perseguição e ataques à Igreja. Com o tempo, o que Satanás não conseguiu na igreja primitiva, foi alcançando mais tarde.

Hoje, muitas vezes focamos tanto em estratégias mercadológicas, marketings e coaches empresarial que esquecemos da oração e ministração da Palavra.

Outras vezes, focamos tanto as ações sociais, as reuniões recreativas e as táticas persuasivas para ganhar almas para Cristo que deixamos de buscar em oração o poder do Espírito Santo e ignoramos o ministério da Palavra.

Também, criamos tantos ministérios tornando a igreja uma instituição pesada, que a oração e o ministério da Palavra ficam em segundo, ou último plano ou nem tem espaço para estes ministérios. O pastor se torna mais um administrador do que um ministro, mais parecido com empreendedor do que realmente um pastor das ovelhas de Deus. Muitos diáconos perderam o foco, só zelam pela parte física da igreja, abrem e fecham as portas e janelas para o culto, e recolhem as ofertas.

Precisamos voltar à oração e ao ministério da Palavra. Estêvão tem muito a ensinar do poder da pregação escriturística. Leia Atos 6:8 a 7:60 e, então, observe com oração os pontos do capítulo em questão:

· Estêvão, um dos diáconos designados para servir às mesas pregou a Palavra de Deus com o poder do Espírito Santo, mas ao invés de levar pessoas à conversão, os líderes eclesiásticos da nação judaica rejeitaram o testemunho dele.

· Os líderes sem conseguir resistir à sabedoria advinda do Espírito Santo, subornaram pessoas para acusar falsamente ao proclamador da verdade. Isso mostra como a falsidade ergue sua bandeira quando a verdade é proclamada.

· As mentiras contra Estêvão prevaleceram, ele foi condenado; mas, antes disso, ele fez seu último sermão sem se sentir intimidado. Desta forma, a história da Igreja Cristã registra seu primeiro mártir.

Reflita:

· Reuniões, festas, comilanças, ações sociais, apresentações musicais, etc. tem seu lugar, mas nada deve ofuscar a pregação da Palavra de Deus, nem mesmo acusações falsas, injustiças no tribunal ou martírio.

· A evangelização deve estar no primeiro lugar da agenda e da ação da igreja, o sucesso da igreja reside no priorizar a pregação da Palavra de Deus.

Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.


2 Comentários so far
Deixe um comentário

correto. Precisamos testemunhar e orar mais. Deus nos ajude a entender essa verdade

Comentário por Bastos Jonas

Com certeza isso acontece nas igrejas, infelizmente. Quando assisto ao culto pela tv, tem tantas coisas, muitas vezes insignificantes, para aquele momento…sobram alguns minutos para a pregação da palavra…sempre comento isso com meu esposo…a gente fica sedento pela pregação, quando ela vem é corrida.

Comentário por iracema lima da silva jesus




Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: