Reavivados por Sua Palavra


SALMO 106 – #RPSP – COMENTÁRIO ROSANA BARROS by Ivan Barros
14 de fevereiro de 2017, 0:30
Filed under: Sem categoria

“Não exterminaram os povos como o SENHOR lhes ordenara” (v. 34).


Após um Salmo relatando os grandes feitos do SENHOR sobre o Seu povo, o Salmo 106 relata a rebelião como fruto da ingratidão de Israel. Os filhos de Israel “foram rebeldes” (v. 7) e o SENHOR “tê-los-ia exterminado… se Moisés, seu escolhido, não se houvesse interposto, impedindo que Sua cólera os destruísse” (v. 23). 

“Trocaram a glória de Deus” (v. 20) por um bezerro de ouro. “Esqueceram-se de Deus, seu Salvador” (v. 21), “desprezaram” Canaã, “não deram crédito” à Palavra de Deus (v. 24), murmuraram, não obedeceram à voz de Deus (v. 25), “foram rebeldes ao Espírito de Deus” (v. 33) e “não exterminaram os povos” de Canaã (v. 34). Deram, literalmente, as costas para Deus.

Resultado? Pura apostasia! Ao misturar-se com os pagãos, começaram a agir como eles (v. 35), a adorar os seus ídolos (v. 36), a oferecer os próprios filhos como sacrifício aos demônios (v. 37), a se prostituir com as práticas pagãs (v. 39) “e, por sua iniquidade, foram abatidos” (v. 43). Apesar da ação da infinita graça de Deus, por muitas vezes, os ter libertado, eles continuavam a provocá-Lo.

Precisamos ter muito cuidado e estar sempre atentos quanto ao nosso círculo de relacionamentos. O amor ao próximo deve ser difundido a todos os nossos semelhantes, mas o limite que divide a verdadeira amizade da enganosa, é o que Deus estabeleceu como sadio e edificante. Quando lemos os evangelhos, percebemos que Jesus era amigo de todos. Ele gostava de estar entre pessoas e cuidando de pessoas. Mas também tinha os Seus doze discípulos e, entre estes, três amigos íntimos em particular que o acompanharam nos momentos mais difíceis de Sua missão na Terra.

Está escrito: “Não vos enganeis: as más conversações corrompem os bons costumes” (I Coríntios 15:33). Israel embreagou-se com as práticas abomináveis dos cananeus e prostituíram-se com seus ídolos, justamente por terem se negado a ouvir a voz de Deus, dando ouvidos às más conversações daqueles ímpios. Ainda assim, cada vez que o povo clamava, Deus Se comparecia deles, “segundo a multidão de Suas misericórdias” (v. 45).

Está chegando o tempo, amados, e já chegou, em que a sacudidura revelará “a diferença entre o justo e o perverso, entre o que serve a Deus e o que não O serve” (Malaquias 3:18). O nosso desafio como cristãos é o de estar no mundo, porém, não ser do mundo. A santificação não requer que nos afastemos das pessoas, mas que não nos aproximemos das práticas mundanas que põem em risco a nossa salvação.

Deus nos convida a viver uma fé prática e sólida e que nos alegremos como povo (v. 5), conquistando pessoas para Cristo e não sendo conquistados pelo mundo. Se tão-somente perseverarmos em guardar a retidão e praticar “a justiça em todo tempo” (v. 3), o SENHOR nos fará mais do que felizes!

E assim encerramos o Livro IV de Salmos.

“Bendito seja o SENHOR, Deus de Israel, de eternidade a eternidade; e todo o povo diga: Amém! Aleluia!” (v. 48).

Bom dia, povo do SENHOR!

Desafio do dia: Oremos pelo derramamento especial do Espírito Santo em nossa vida, para que sejamos instrumentos poderosos nas mãos de Deus.

http://www.adventistas.org/10dias

*Leiam #Salmo106

Rosana Garcia Barros 


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: