Reavivados por Sua Palavra


SALMO 93 – #RPSP – COMENTÁRIO ROSANA BARROS by Ivan Barros
1 de fevereiro de 2017, 0:30
Filed under: Sem categoria

“Fidelíssimos são os Teus testemunhos; à Tua casa convém a santidade, SENHOR, para todo o sempre” (v. 1).

Um dos menores em tamanho, porém um dos Salmos mais gigantes em poder. Por meio de linguagem humana o salmista descreve alguns dos atributos divinos, e a possibilidade de termos um vislumbre, ainda que pálido, do que sejam eles através de ilustrações extraídas da própria criação de Deus.

A localização do planeta Terra, a distância segura do sol e da lua, os movimentos de rotação perfeitamente em equilíbrio com as estações do ano e com a manutenção da vida, o fato de estar suspenso no espaço em condições favoráveis, tudo isso comprova o que vimos no final do verso 1: “Firmou o mundo, que não vacila”.

A força das águas dos rios, o bramido das ondas do mar, as mais violentas manifestações como tsunamis ou ressacas marinhas são utilizadas como ilustrações de que nem tudo isso junto pode ser comparado ao poder do “SENHOR nas alturas” (v. 4).

Toda a natureza e a ciência são provas inequívocas de que “Reina o SENHOR” (v. 1). Por mais que o homem destrua o que o SENHOR criou, por mais que dê as costas à evidência intrínseca de que só o SENHOR é Deus, Ele permanece fiel, com o perdão da redundância, no mais fiel sentido da palavra: “Fidelíssimos são os Teus testemunhos” (v. 5). Diante de um Deus que é tão grande, majestoso, poderoso e santo, mas que também é tão longânimo, bondoso e rico em misericórdia e em amor, o mínimo que podemos fazer é amá-Lo. Deus nos deu o máximo e nos pede o mínimo. Já pararam para pensar nisso?

Aceitar a Cristo como nosso SENHOR e Salvador requer um compromisso diário de entrega do próprio eu ao governo divino. Não basta falar, é preciso viver. Somente quando experimentamos o constante relacionamento com Deus, “somos transformados, de glória em glória, na Sua própria imagem, como pelo SENHOR, o Espírito” (II Coríntios 3:18). Após a conversão, vem o processo de santificação. E somente perseverando neste é que alcançaremos o galardão eterno e o direito de assistir na casa do SENHOR, à qual “convém a santidade… para todo o sempre” (v. 5). Quando entendemos que servimos a um Deus santo, passamos a ter uma maior e melhor compreensão acerca do que Ele nos pede: “Sede santos, porque Eu sou santo” (Levítico 29:2 e I Pedro 1:16).

Tudo de nós como resposta ao tudo que Cristo nos deu, é, portanto, o mínimo que podemos Lhe oferecer. Ele deixou a Sua majestade, o Seu trono e a perfeita adoração dos anjos para nos dar o direito a recebermos dEle a graça de estarmos em Sua santa morada pelos séculos sem fim. O mesmo Deus que firmou o mundo com perfeição é O mesmo que deseja firmar os nossos passos em santidade, em direção ao Reino que Ele nos preparou. Ele prometeu e Ele é fiel! Santifiquemo-nos! (Vide João 17:17)

Bom dia, santos do Altíssimo!

*Leiam #Salmo93

Rosana Garcia Barros 


2 Comentários so far
Deixe um comentário

ESPÍRITO SANTO, TE agradeço de todo o meu coração pela SAGRADAS ESCRTURAS. Que precioso TESOURO.
Agradeço as maravilhosas mensagens de TUA serva Rosana , gostaria de conhece la. Agora estou em Aracaju, bem perto de Maceió.

Cremilda Chautard

Comentário por Cremilda Chautard

Prezada irmã,

Quando vier em Maceió, nos visite na IASD FAROL. Será muito bem vinda!

Ivan e Rosana

Comentário por Ivan Barros




Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: