Reavivados por Sua Palavra


I Samuel 26 by Jeferson Quimelli
29 de março de 2016, 1:00
Filed under: Sem categoria

Comentário devocional:

Neste capítulo, Saul está novamente perseguindo Davi com três mil homens. Batedores de Davi descobrem o acampamento de Saul e Davi, destemidamente, se infiltra no acampamento com seu sobrinho Abisai. Para surpresa deles, encontram todos, inclusive o próprio rei e sua guarda pessoal, dormindo profundamente porque “um sono pesado vindo do Senhor havia caído entre eles” (v. 12 NVI).

Desta vez é Abisai que se oferece para matar Saul, mas, novamente Davi diz: “Não o mates, pois quem haverá que estenda a mão contra o ungido do Senhor e fique inocente?“ Silenciosamente, ele apanha a lança e o jarro de água de Saul e volta para seus próprios homens.

De uma distância segura Davi chama a Saul, defendendo sua inocência, e apontando para o pecado de Saul de persegui-lo sem motivo. Por duas vezes ele o chama de “meu senhor, o rei” (v. 17, 19), e quatro vezes “o ungido do Senhor” (v. 9, 11, 16 e 23). Por fim, ele diz: “Assim como eu hoje considerei a tua vida de grande valor, que o Senhor também considere a minha vida e me livre de toda a angústia” (v. 24 NVI).

Como resultado desses eventos ameaçadores, Davi descobre que vale a pena ser forte e ter coragem, mas que o mais importante é esperar no Senhor (Ver Sal 27:14).

Ralph Neall
Professor e missionário aposentado

Também disponível em: http://www.revivalandreformation.org/bhp/pt/biblia/1sa/26 e https://www.facebook.com/ReavivadosPorSuaPalavra
Texto original: http://www.revivalandreformation.org/bhp/en/bible/1sa/26 e http://revivedbyhisword.org/en/bible/1sa/26/
Texto traduzido anterior: https://reavivadosporsuapalavra.org/2013/01/02/
Tradução: Jeferson Quimelli/Pr Jobson Santos/Gisele Quimelli
Texto bíblico: I Samuel 26
Comentário em áudio
Leituras da semana programa Crede em Seus Profetas: Patriarcas e Profetas, cap. 17



I Samuel 26 – Comentário Pr Heber Toth Armí by Jeferson Quimelli
29 de março de 2016, 0:45
Filed under: Sem categoria

I SAMUEL 26 – Pagar o mal com bem evidencia que somos pessoas que lutam pelo bem. O mal existe naturalmente, o bem existe sobrenaturalmente. Quando o Deus todo-poderoso governa a vida dos seres humanos, estes promovem o bem neste mundo mal.

Davi exemplifica nitidamente as sublimes palavras escritas pelo apóstolo Paulo em Romanos 12:17-21

“Não revidem. Descubra a beleza que há em todos. Se você a descobriu em você, faça o mesmo com todos. Não insistam na vingança; ela não pertence a vocês. ‘Eu vou julgar. Eu vou cuidar disso’, diz Deus. As Escrituras recomendam que, se você vir seu inimigo com fome, ofereça-lhe um bom almoço; se estiver com sede, dê-lhe de beber. Sua bondade irá surpreendê-lo…”

1. Após a primeira grande derrota moral de Saul, os agentes do mal não deixaram de instigá-lo a fazer o que já tinha abandonado: Perseguir a Davi (vs. 1-4);
2. Davi também foi incitado a dar o troco na mesma altura, quando Abisai lhe sugeriu cravar em Saul sua própria lança enquanto dormia profundamente. Todavia, Davi proibiu-lhe naquela oportuna noite escura. Apenas pegou a lança e o cantil de água e partiu (vs. 5-12);
3. Davi gritou de longe, acordou os soldados, provando que não desejava mal ao rei, mas questionando a Saul por procurá-lo para o matar: “Que absurdo! O rei de Israel obcecado por uma pulga, perseguindo uma perdiz na montanha!” (vs. 13-20);
4. Envergonhado pela atitude errada, Saul retirou-se com seu exército cinco vezes maior que o exército de Davi, derrotados sem lutar. E, ainda abençoou a quem queria destruir (vs. 21-25).

Foquemos agora na teologia de Davi, pois como disse Douglas Reis, “ser cristão tem pouco a ver com o que você afirma crer. Na verdade, tem que ver com suas crenças reais, aquelas que afetam seu caráter”.

1. O amor que vem de Deus e enche o coração de Seus filhos não é vingativo.
2. A justiça deve ser executada por Deus, do jeito dEle e quando Ele achar ideal.
3. A vitória nunca será dos perversos, maus e incrédulos, mas dos bons servos de Deus.
4. A derrota moral é pior que a derrota com armas e mortes. Só Deus pode conduzir-nos nessa guerra cósmica.

Que filosofias dominam tua vida? – Heber Toth Armí.



I Samuel 26 – Comentários selecionados by Jeferson Quimelli
29 de março de 2016, 0:30
Filed under: Sem categoria

1 O cap. 26 não é a repetição do mesmo episódio do cap. 23.14-24.32, como querem alguns críticos. Os dois eventos são parecidos apenas no seu fundo: terra dos zifeus, e nas personagens em ação: Saul e Davi. No resto, há diferenças profundas. … A segunda narrativa confirma o distúrbio psíquico de Saul(16.14); trata de um homem que não se domina mais, e que nunca se arrepende do mal que pratica. Bíblia Shedd.

Gibeá. A cidade onde Saul residia. Andrews Study Bible.

2 três mil homens. Segundo parece, o exército regular de Saul (v. 24.2). Bíblia de Estudo NVI Vida.

Abner. Primo de Saul(v. 14.50). Bíblia de Estudo NVI Vida.

hitita Aimeleque. Não referido em outro lugar. Os hititas tinha residido em Canaã havia muito tempo (v. nota em Gn 10.15; v. tb. Gn 15.20; 23.3-20; Dt 7.1; 20.17). Outro hitita a serviço de Davi era Urias (v. 2Sm 11.3; 23.39). Bíblia de Estudo NVI Vida.

Abisai, filho de Zeruia, irmão de Joabe. Zeruia era uma irmã mais velha d Davi (1Cr 2.16), de modo que Abisai e Joabe (bem como seu irmão, Asael, 2Sm 2.18) eram sobrinhos de Davi, além de serem líderes de confiança. Joabe serviria durante muito tempo como o comandante do seu exército. Bíblia de Estudo NVI Vida.

deixa-me, agora, encravá-lo. Abisai não aprendera a difícil lição de estender bondade a um inimigo. CBASD – Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 2, p. 622.

Não o mates. Davi…desenvolveu sua filosofia de vida não com base na tradição, mas nos princípios estabelecidos pela revelação divina. Entre os preceitos da lei mosaica, com a qual Davi era familiarizado, estava o seguinte: “Contra Deus não blasfemarás, nem amaldiçoarás o príncipe do teu povo” (Êx 22:28). Davi possuía refinado discernimento espiritual e compreendia que essa lei proibia qualquer ação contra o rei, como a que Abisai defendia. A interpretação espiritual de Davi das leis de Moisés era muito mais avançada do que a dos líderes judeus dos dias de Cristo, que tentavam manter a letra da lei, ao passo que violavam seu espírito. CBASD, vol. 2, p. 622.

Ficamos em situação semelhante quando temos líderes da igreja ou do governo que são fiéis ou incompetentes. Pode ser fácil para nós criticar ou agir contra um líder de modo diferente aos propósitos e tempo desconhecidos de Deus. Ao escolher não fazer o mal, Davi deixou o destino de Saul nas mãos de Deus. Enquanto não devemos ignorar o pecado ou inércia e permitir que os líderes levem a efeito sua impiedade, não devemos executar ações contrárias às leis de Deus. Devemos trabalhar pela justiça ao mesmo tempo em que confiamos em Deus. Life Application Study Bible Kingsway.

11 lança… e a bilha da água. Levando a lança, que representa o poder, Davi privou a Saul, simbolicamente do seu reinado. E, levando a bilha d´água, símbolo da vida, privou-o da vida, pois a mesma seria imprescindível no deserto sem água. Bíblia Shedd.

lança. A lança de Saul é a insígnia de seu reinado, em vez de um cetro real(19:9). Ele a usou em suas tentativas de matar Davi e, mais tarde, Jônatas. Andrews Study Bible.

12 da parte do SENHOR, lhes havia caído profundo sono. Outra indicação do texto de que a providência de Deus estava trabalhando na vida de Davi. Andrews Study Bible.

O milagre que permitiu a esses homens caminhar em meio a 3 mil soldados, até o centro do grupo, sem serem vistos, foi uma evidência do lado do conflito em que se encontrava a Providência. A intervenção foi uma condenação da natureza instável de Saul, que prometera uma coisa e, pouco tempo depois, violou sua palavra, fazendo exatamente o contrário. CBASD, vol. 2, p. 622.

16 tão certo como vive o SENHOR. Uma fórmula utilizada em votos de juramento. Andrews Study Bible.

18 que fiz eu? A atitude de Davi em relação a Saul foi respeitosa e cheia de amor. … É preciso tato para conseguir repreender e obter mudança de atitude da parte de quem está no erro. CBASD, vol. 2, p. 623.

19 oferta de manjares significa: se for provado que eu sou o culpado, confessarei minha culpa. Bíblia Shedd.

filhos dos homens. Desta vez foram os zifeus que haviam instigado Saul a perseguir Davi. Andrews Study Bible.

serve a outros deuses. Davi está sendo pressionado abuscar refúgio numa terra estrangeira, como a Filístia, onde ídolos são adorados. Estas palavras preparam o caminho para a próxima história (cap. 27). Andrews Study Bible.

Na opinião deles, ser expulso da terra do Senhor implicava separação do santuário do Senhor (uma forma de excomunhão no AT) e ser deixado para servir aos deuses do país onde a pessoa passasse a morar (v. Js 22.24-27). Bíblia de Estudo NVI Vida.

20 uma perdiz. A pedriz, cujo nome em hebraico significa “aquele que chama”, é um termo sabiamente escolhido para Davi, que fica em pé na crista da montanha e “clama” (v. 13-14). Bíblia de Genebra.

21 volta, meu filho. Saul ficou emocionado quando percebeu que sua vida fora preciosa aos olhos de Davi mais uma vez…. O rei convidou Davi a voltar para Gibeá e prometeu proteção. Embora o convite para voltar tenha sido um gesto gentil, levaria a uma situação difícil, pois Saul dera a mulher de Davi a outro homem (1Sm 25:44). CBASD, vol. 2, p. 623.

Davi, ciente do distúrbio psíquico de Saul, não acreditava mais nele. Para evitar maiores humilhações, refugiou-se na Filístia (27.1). Bíblia Shedd.

Davi não tinha garantia alguma de que o estado de espírito de Saul continuaria o mesmo por muito tempo. CBASD, vol. 2, p. 623.

23 minhas mãos. Um símbolo de poder na BíbliaAndrews Study Bible.

25 Bendito. As últimas palavras de Saul para Davi são uma bênção, assegurando-lhe o sucesso. Andrews Study Bible.

continuou o seu caminho. Descrente em relação a uma mudança definitiva na atitude de Saul, Davi escolheu permanecer fugitivo. CBASD, vol. 2, p. 623.




%d blogueiros gostam disto: