Reavivados por Sua Palavra


Mapa das fugas de Davi – I Samuel 19 a 27 by Jeferson Quimelli
24 de março de 2016, 11:14
Filed under: Sem categoria

fugasdavi-7773651

 

Créditos do mapa: Atlas Bíblico, CPAD



I Samuel 21 by Jeferson Quimelli
24 de março de 2016, 1:00
Filed under: Sem categoria

Comentário devocional:

Para fugir do ciúme assassino do rei Saul, Davi fugiu e procurou o sacerdote Aimeleque, que servia no tabernáculo em Nobe. Sua aparição repentina surpreendeu o sacerdote. “Por que você está sozinho? Porque ninguém está com você?”, perguntou ele. Temeroso de que a verdade de que estava fugindo de Saul fosse descoberta, Davi recorreu ao engano. Ele disse a Aimeleque que o rei o havia enviado em uma missão secreta, o que fez com que ele partisse rapidamente.

Uma vez mais a fé de Davi falhou ao fugir para Aquis, rei de Gate. Quando Aquis ouviu que o campeão israelita tinha vindo até ele, Davi passou a correr grande perigo. Ele só escapou porque fingiu-se de louco. Naqueles tempos acreditava-se que qualquer pessoa que prejudicasse uma pessoa insana podia, ela própria, tornar-se insana.

O Senhor é muito paciente e trata gentilmente seus filhos tentados e provados, mas a vida de Davi mostra que aqueles que confiam em Deus e em Seu cuidado nunca devem ser desonestos e enganosos a fim de salvarem a si mesmos.

Ralph Neall
Professor e missionário aposentado

Também disponível em: http://www.revivalandreformation.org/bhp/pt/biblia/1sa/20 e https://www.facebook.com/ReavivadosPorSuaPalavra
Texto original: http://www.revivalandreformation.org/bhp/en/bible/1sa/21 e http://revivedbyhisword.org/en/bible/1sa/21/
Texto traduzido anterior: https://reavivadosporsuapalavra.org/2012/12/28
Tradução: Jeferson Quimelli/Pr Jobson Santos/Gisele Quimelli
Texto bíblico: I Samuel 21
Comentário em áudio
Leituras da semana programa Crede em Seus Profetas: Patriarcas e Profetas, cap. 21



I Samuel 21 – Comentário Pr Heber Toth Armí by Jeferson Quimelli
24 de março de 2016, 0:45
Filed under: Sem categoria

I SAMUEL 21 – O medo te leva a lugares que você nunca imaginou. Te induz a viver loucamente, como alguém desprovido de inteligência.

Dizem que “de médico e de louco todo mundo tem um pouco”. Provavelmente por isso Sêneca declarou: “Se me apetece rir de um louco, não preciso de ir procurar muito longe; rio de mim mesmo”.

Marcel Proust disse que, “para tornar a realidade suportável, todos temos de cultivar em nós certas pequenas loucuras”. Talvez Davi intentasse essa máxima!

Ao despedir-se de seu amigo Jônatas, Davi fugiu de Saul, que desejava avidamente sua morte sem razão alguma, senão sua inveja. Davi desceu a Node, omitiu informações, comeu pão sagrado, pegou a espada de Golias (vs. 1-9) e, dirigiu-se à Gate, terra de Áquis, habitada por inimigos filisteus (vs. 10-15).

Ali, fugindo com medo de Saul, Davi também teve medo dos filisteus. Davi já era famoso; portanto, foi reconhecido e entrou em pânico. E, buscando a sobrevivência, “fingiu estar louco, batendo com a cabeça na porta da cidade e espumando pela boca, enquanto a saliva corria pela barba”.

Que situação: Aquele que matou o gigante Golias nesse estado de humilhação! Como reagiu Áquis? “Aquis olhou para ele e disse àqueles líderes: ‘Não estão vendo que ele está louco? Por que o deixaram entrar? Já tenho loucos suficientes aqui, e vocês me trazem mais um! Tirem-no daqui!”

O que podemos aprender de tudo isso? Veja estes dois parágrafos apresentados por William MacDonald:

1. “Até mesmo os grandes homens têm pontos fracos. Davi não foi exceção. Esse capítulo triste registra as mentiras do fugitivo junto ao tabernáculo em Node (v. 1-9) e sua loucura fingida perante os filisteus (v. 10-15)”.

2. “Em meio a essa provação, porém, Davi aprendeu algumas lições importantes. Antes de passar ao capítulo seguinte de I Samuel, leia o salmo 34, escrito nessa época, e que nos permite entender melhor certos aspectos do caráter de Davi. Graças a sua resiliência admirável, mesmo quando errava, Davi crescia no conhecimento de Deus”.

Precisamos aprender a extrair lições de nossas loucuras. Pois, A MAIOR E PIOR DAS LOUCURAS É NÃO APRENDER NADA COM NOSSOS ERROS!

Martin Luther King alertou: “Temos de aprender a viver todos como irmãos ou morreremos todos como loucos”.

Sejamos sábios! – Heber Toth Armí.



I Samuel 21 – Comentários selecionados by Jeferson Quimelli
24 de março de 2016, 0:30
Filed under: Sem categoria

Nobe. Após a destruição de Silo [ou Siló], o santuário foi deslocado para Nobe, situado a norte de Jerusalém. Andrews Study Bible.

Porém a arca permanecia na casa de Abinadabe em Quiriate-Jearim. Mais tarde, Davi transportou a arca para Jerusalém (2Sm 6:2, 3). Uma vez que a arca não se encontrava no tabernáculo na época, os cultos provavelmente eram realizados assim como nos dias de Cristo, quando o lugar santíssimo estava vazio [a arca foi provavelmente escondida antes do exílio babilônico]. CBASD – Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 2, p. 596.

Parece, segundo 22.10, 15, que o propósito de Davi em ir até Nobe era buscar orientação do Senhor mediante o Urim e o Tumim. Bíblia de Estudo NVI Vida.

Aimeleque. Irmão de Aías (14:3), e bisneto de Eli, o sacerdote. Ele era o principal dos outros 85 sacerdotes. Andrews Study Bible.

o rei me ordenou. Davi não está dizendo a verdade e isto resulta em tragédia. Andrews Study Bible.

O fato de a Bíblia não condenar a duplicidade de Davi não deve ser usado como justificativa para o ato. As Escrituras exigem que se fale a verdade sempre. CBASD, vol. 2, p. 597.

Davi removeu as suspeitas do sacerdote usando um subterfúgio que ele deve ter lamentado até ao fim de sua vida. … A conduta de Davi foi indigna, embora no coração ele se estivesse escondendo em Deus. Não devemos julgar pelas aparências, mas com profundo discernimento. Em todos os santos de Deus há uma extensa medida de humanidade. Comentário Bíblico Devocional – Velho Testamento, F. B. Meyer.

pão sagrado. Doze pães consagrados era trocados a cada sábado. Os pães velhos eram comidos pelos sacerdotes no santuário (Lv 24:9). Com base nesta passagem, Jesus fundamentou Seu argumento de que salvar vidas é mais importante que a lei cerimonial (Mt 12:3-4). Andrews Study Bible.

Doegue, edomita. Mercenários estrangeiros serviam a reis israelitas (1Cr 27:30-31). Esta breve menção a Doegue, que servia como informante de Saul, é importante para o resto da história (cap. 22). Andrews Study Bible.

Doegue é mencionado, também, no título do Sl 52. Bíblia de Genebra.

10 Aquis. Aquis é chamado de Abimeleque no título do Salmo 34. Aqui era um nome filisteu, e Abimeleque, semita. … Por ser foragido, Davi não encontraria auxílio em Israel. Era comum que os foragidos de uma nação recebessem abrigo em terras inimigas. CBASD, vol. 2, p. 599.

11 o rei da sua terra. Ou: “o principal de sua terra”, porque Davi derrotara Golias, que antes habitava em Gate. Os filisteus respeitavam mais a Davi do que a Saul. Andrews Study Bible.

A façanha lhe dera uma forte reputação entre aliados e inimigos, pois foi herói do evento, provando ser o mais valente defensor de Israel. CBASD, vol. 2, p. 600.

12 teve muito medo. Há períodos de grande tentação e provação para toda pessoa, quando os inimigos são exaltados e os amigos humilhados, quando, não importando o caminho escolhido, é impossível encontrar o conselho e auxílio necessários. Nessa situação, é bom relembrar o relato da fuga de Davi, de seu contato com Aimeleque e Doegue em Nobe, da fuga para os inimigos de Israel em Gate e, em seguida, ler seu inspirado cântico de gratidão (Sl 34) composto nessa época. CBASD, vol. 2, p. 600.




%d blogueiros gostam disto: