Reavivados por Sua Palavra


Crede em Seus Profetas – Blog semana 27/03/2016 – PP, cap. 17 by Jeferson Quimelli
28 de março de 2016, 10:23
Filed under: Sem categoria
Sobre Patriarcas e Profetas, cap. 17
A principal das falhas de caráter de Jacó foi o engano, e esta foi a causa de sua derrota. Forçado a fugir de seu raivoso irmão que buscava vingança, a deixar para trás um pai traído e enganado e uma mãe que nunca mais veria, Jacó começou um doloroso exílio de casa. Sobrecarregado com profundos sentimentos de remorso, ele começa sua longa viagem até seu tio Labão. Seu coração está cheio da escuridão do desespero transformado em solidão. Seus pecados se agigantam perante ele, o assombram e quebrantam sua vida e sua casa. Nada jamais será o mesmo.
Uma noite, durante sua jornada, ele tem um sonho estranho de uma “escada mística”. Nela, ele vê anjos subindo e descendo entre a terra e o Céu. O simbolismo da escada confirmou que o país que havia sido dado a seu avô Abraão e seu pai Isaque era um presente de Deus, que também seria dado a ele e seus descendentes. Esse sonho revelou que, apesar dos pecados e enganos de Jacó, Deus aceitara seu arrependimento e prometeu preservá-lo. Um dia ele voltaria a seu país de origem.
A experiência de Jacó é muitas vezes a nossa própria experiência. Enganado pelo pecado, estamos vagando sem rumo, sozinhos e em desespero. Mas aqueles que se voltam para Deus por ajuda também recebem uma promessa de redenção. Em sua fidelidade, Deus irá preservar Seus filhos. Jesus continua sendo a escada que permite que as bênçãos de Deus sejam derramadas sobre a humanidade.
Denis Fortin
Seminário Teológico, Andrews University
Tradução: Jeferson e Gisele Quimelli
Texto original: http://www.revivalandreformation.org/bhp/en/sop/pp/17
Publicado originalmente em: http://credeemseusprofetas.org/


I Samuel 25 – Comentário Pr Heber Toth Armí by Jeferson Quimelli
28 de março de 2016, 7:28
Filed under: Sem categoria

I SAMUEL 25 – Quando morre um homem de Deus a perda é muito para qualquer nação e para o mundo. Por isso, importa que seja respeitado, valorizado e prestado atenção ao máximo em suas orientações visando aproveitá-lo bem enquanto está vivo.

O capítulo em estudo abre com uma triste nota de falecimento. Samuel, o último juiz que também foi o primeiro profeta da recém-instituída nação israelita, faleceu. “Samuel morreu. Toda a nação prestou suas últimas homenagens a ele. Todos lamentaram sua morte…” (v. 1).

Após esse triste informação, o texto inspirado continua a falar dos infortúnios de Davi. Aqui Davi fica furioso com um rico orgulhoso, arrogante e estúpido que negou-lhe um pouco de comida (vs. 2-17) e só não comete tamanha besteira de matar Nabal devido a sua esposa sábia e prudente que interferiu salvando seu marido de morrer e também a Davi de cometer aquele crime (vs. 18-35).

Após alguns dias Nabal foi ferido pelo Senhor (vs. 36-38), porque “Deus resiste aos soberbos, contudo, aos humildes concede a Sua graça” (I Pedro 5:5). Depois, Davi casou-se com Abigail – a viúva de Nabal (vs. 39-44).

Abigail é um exemplo de mulher esperta para o bem. Ligeira e ágil para evitar o mal. A ira de Davi foi por ela apaziguada. Gene Getz pontua alguns itens práticos sobre a ira:

Como lidar com a própria ira:

1. Tente não ser pego desprevenido.
2. Lembre-se de que a ira muitas vezes está significativamente ligada à nossa alto-imagem – e, em particular a nosso ego ferido. A insegurança gera reações precipitadas.
3. Não tome decisões importantes nem atitudes específicas quando estiver zangado.
4. Trabalhe seu temperamento.
5. Nunca tente pagar com a mesma moeda ou vingar-se de alguém que o prejudicou.

Como lidar com a ira dos outros:

1. Não retribua ira com ira (Provérbios 15:1).
2. Tente compreender o que gerou a ira. Tente acalmar a pessoa, compreendendo seus sentimentos (Provérbios 16:24).
3. Escute com atenção o que ela tem a dizer antes de responder-lhe.
4. Lembre-se de que as pessoas que estão iradas às vezes usam os outros como “bodes expiatórios”. Seja sábio (Provérbios 25:11).

Abigail lidou com muita sabedoria com a ira de Davi. Temos que aprender com essa excelente mulher, e com Davi! – Heber Toth Armí.



I Samuel 25 by Jeferson Quimelli
28 de março de 2016, 1:00
Filed under: Sem categoria

Comentário devocional:

A reação irritada de Davi parecia mais própria de Saul do que dele próprio: ele ordenou que 400 de seus homens pegassem suas espadas e marchassem imediatamente contra Nabal.

Um dos servos de Nabal avisou sua esposa, Abigail, que a desgraça estava pairando sobre suas cabeças por causa dos insultos de seu marido a Davi. Ela imediatamente entrou em ação, carregando em jumentos suprimentos abundantes, na esperança de encontrar Davi antes que ele pudesse atacar. Quando ela viu a Davi, ela caiu sobre o seu rosto diante dele, assumindo a culpa e implorando o seu perdão. Com tato nascido de Deus lembrou a Davi que ele estava lutando as batalhas do Senhor e não as suas próprias, e que quando ele se tornasse rei, ficaria feliz de não ter se vingado.

Tocado pelas sábias palavras de Abigail, Davi agradeceu por ela ter rapidamente saído para encontrá-lo e agradecidamente aceitou seus presentes.

O espírito pacificador de Abigail a revelava como uma filha de Deus e é um modelo para todos nós.

Ralph Neall
Professor e missionário aposentado

Também disponível em: http://www.revivalandreformation.org/bhp/pt/biblia/1sa/25 e https://www.facebook.com/ReavivadosPorSuaPalavra
Texto original: http://www.revivalandreformation.org/bhp/en/bible/1sa/25 e http://revivedbyhisword.org/en/bible/1sa/25/
Texto traduzido anterior: https://reavivadosporsuapalavra.org/2013/01/01/
Tradução: Jeferson Quimelli/Pr Jobson Santos/Gisele Quimelli
Texto bíblico: I Samuel 25
Comentário em áudio
Leituras da semana programa Crede em Seus Profetas: Patriarcas e Profetas, cap. 17



I Samuel 25 – Comentários selecionados [atualizado 09:08 28/03/16] by Jeferson Quimelli
28 de março de 2016, 0:30
Filed under: Sem categoria

1 Faleceu Samuel. Morre aos 89 anos de idade, em 1014 a.C. Samuel criou [estabeleceu] duas instituições: a monarquia e o ensino. Bíblia Shedd.

2 Carmelo. Cidade localizada quase dois quilômetros ao norte de Maom, no topo das montanhas (CBASD, vol 2, p. 617).

Entre Zife e Maom. Não é o monte sobre o qual Elias matou os profetas de Baal (1Rs 18.20) (Bíblia Shedd). [Na verdade, a contenda se deu no alto do Carmelo, mas os profetas foram mortos em baixo, no riacho de Quisom, 1Rs 18:40.]

3 Nabal. Literalmente, “tolo”, “sem juízo”(CBASD, vol 2, p. 617).

“Néscio,mau” (25); Abigail, “Motivo de alegria”. Bíblia Shedd.

Da casa de Calebe. Da tribo de Judá, mas originalmente um quenizita/quenezeu (Gn 15:19; Js 14:14). Andrews Study Bible.

O estilo da narrativa sugere que a riqueza de Nabal é mais importante para ele do que seu nome ou sua mulher. Andrews Study Bible.

4 tosquiava as suas ovelhas. A época de tosquia era uma festa de abundância e de alegria, onde todos comiam e bebiam em conjunto, indistintamente, de graça (Bíblia Shedd).

8 Davi, teu filho. Um sinal de respeito e humildade (ver 24:11, 16). Andrews Study Bible.

Dá, pois, a teus servos e a Davi, teu filho, qualquer coisa que tiveres à mão. Davi pensava receber algo em troca por ter protegido os servos de Nabal e guardado os seus rebanhos. Bíblia Shedd.

10 Quem é Davi… filho de Jessé? Expressão de desprezo e insulto. Bíblia Shedd.

Palavras de confronto, lembrando Faraó, que disse rudemente: “Quem é o SENHOR”? (Ex 5:2). Andrews Study Bible.

11 meu pão. O original hebraico também pode ser significar “minha comida”. Andrews Study Bible.

minha água. O texto grego (LXX) diz: “meu vinho”. Bíblia Shedd.

16 um muro Metáfora para proteção. Andrews Study Bible.

18 cinco medidas. Aproximadamente 1 bushel (35 l). Andrews Study Bible.

Abigail revela diplomacia, tato e responsabilidade. Com presentes e palavras humildes vence a fúria dos homens exaltados de Davi. Bíblia Shedd.

19 vá adiante de mim. Abigail envia um presente na tentativa de conseguir a simpatia de Davi, exatamente como Jacó fez em relação a Esaú (Gn 21:13). Andrews Study Bible.

22 faça Deus o que Lhe aprouver aos inimigos de Davi. No texto grego (LXX) se lê: “Faça o que lhe aprouver (a Davi)”. A frase aos inimigos de Davi não vem no texto hebraico (TM [Texto Massorético]) e esta parece ser uma interpolação [colocada por algum copista] para desviar a maldição contra Davi, para seus inimigos (Bíblia Shedd).

24 a seus pés. Uma postura comum de petição. Andrews Study Bible.

25 homem de Belial (ARA; NVI: “insensato”). “Malvado, tolo” (1.16; 10.27). Bíblia Shedd.

Nabal, o “insensato”, morava perto do Carmelo, onde Saul levantara um monumento à sua própria honra (1Sm 15.12) e cometera o ato que o levou à sua rejeição (1Sm 15.26). […] O caráter geral de Nabal, sua atitude de desdém para com Davi, embora este lhe tivesse protegido os rebanhos, e sua morte súbita pela mão de Deus – todas essas coisas formam um paralelo com Saul (a cujo “rebanho” Davi também protegera). Dessa maneira, o autor consegue caracterizar, de modo indireto, Saul como insensato (1Sm 13.13; 26.21) e prenunciar o seu fim (Bíblia de Estudo NVI, Vida).

27 foste pelo Senhor impedido. Abigail não atribuiu o crédito à própria genialidade, mas ao Senhor, por impedir Davi de realizar seu propósito impensado. As palavras por ela proferidas só poderiam vir de alguém profundamente religioso(CBASD, vol 2, p. 617).

29 a tua vida será atada no feixe dos que vivem. Lê-se por:  “A tua vida será guardada junto com os que são do Senhor Deus”. A palavra vida, em hebraico , significa “alma” (nephesh) e alguns comentaristas judaicos, tanto antigos como modernos, veem nisso a imortalidade – a vida no além. Por sua vez, a palavra tseror, que significa “feixe, escrínio, saquitel”, aponta para um lugar seguro onde se guardam coisas precisas e pode simbolizar o livro da vida (Is 4.3; Dn 12.1). … Costumavam os hebreus gravar sobre os túmulos de seus mortos as cinco letras iniciais (tsnbh) da frase: “Que sua alma seja guardada no escrínio (livro) da vida”. A ideia de separar a alma do corpo não é hebraica, vem da filosofia grega. Para os hebreus, alma e vida são sinônimos. Bíblia Shedd. [ou: “Metáfora para uma vida longa em segurança”. Andrews Study Bible.]

30 Abigail reconhece em Davi o futuro rei de Israel. Bíblia Shedd.

34 como vive o SENHOR… Este juramento [de Davi] anula o anterior. Andrews Study Bible.

35 A atitude diplomática de Abigail evitou um inútil derramamento de sangue. Foi mais forte que Davi e seus guerreiros. Bíblia Shedd.

36-38 Admite-se que a morte de Nabal foi um colapso cardíaco proveniente de bebida ou acesso de fúria que o acometeu. Bíblia Shedd. [ou: “Nabal ficou paralisado devido a um AVC.” Andrews Study Bible.]

39 Davi não se regozija com a morte de Nabal, mas sim por Deus ter evitado que ele viesse a cometer um mal. Bíblia Shedd.

42 a recebeu [Abigail] por mulher. Abigail era mulher rica e inteligente. E sendo ainda formosa e poetisa, combinava com Davi – poeta guerreiro (Bíblia Shedd).

43 Ainoã. Terceira mulher de Davi, foi quem lhe deu o primogênito: Amnom (2Sm 3.2) (Bíblia Shedd).

44 Mical. A primeira mulher de Davi, estéril, foi dada a outro homem por vingança de Saul (Bíblia Shedd).




%d blogueiros gostam disto: